Kluane / Wrangell-St Elias / Baía Glacier / Tatshenshini-Alsek

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


Kluane / Wrangell-St Elias / Baía Glacier / Tatshenshini-Alsek são 4 reservas ambientais vizinhas e irmãs na fronteira entre o Nada e o Fim de Mundo Canadá e o Alasca.

Kluane (Canadá)[editar]

Frequentadores das costas das reservas.

Parque canadense ideal para piqueniques. É aqui que vive o Zé Colméia e o Catatau. Kluane igual a qualquer região no Canadá. Espaçosa, inóspita e ninguém dá bola.

Wrangell-St. Elias (Estados Unidos)[editar]

Parque localizado no Alasca, atualmente é a região predileta de reunião de hippies. Como quase todo os Estados Unidos estão "zoados" pela civilização, os hippies só encontram natureba nesse parque mesmo.

Baía Glacier (Estados Unidos)[editar]

Ambiente de exploração de petróleo no Alasca, foi transformado em reserva ambiental pelo governo paranóico americano para ninguém meter a mão naquele solo. Essa reserva também é ponto de treinamento do Comitê de Esportes de Invernos Estadosunidenses.

Tatshenshini-Alsek (Canadá)[editar]

Da mesma maneira que o Brasil tem várias reservas indígenas perdidas no meio da floresta amazônica, os esquimós canadenses tem direitos a várias reservas perdidas no solo canadense. Tatshenshini-Alsek é um município-parque nacional de esquimós.