Knattspyrnufélagið Valur

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Knattspyrnufélagið Valur
Escudo do Valur.png
Brasão
Hino '
Nome Oficial Knattspyrnufélagið Blerghcofcofbsatrsadtrgsd Valur
Origem Bandeira da Islândia Islândia - Reykjavík
Apelidos
Torcedores
Torcidas
Fatos Inúteis
Mascote pombo
Torcedor Ilustre
Estádio Voodoofonevöllurinn
Capacidade 3.000 (não parece)
Sede
Presidente Pringles Pringlisson
Coisas do Time
Treinador
Pior Jogador Nuvola apps core.png
Melhor Jogador Crystal Clear action bookmark.svg.png
Patrocinador
Time
Material Esportivo
Liga Campeonato Islandês
Divisão 1.
Títulos 9 vezes campeão da Taça do Gelo
Ranking Nacional
Uniformes



Knattspyrnufélagið Valur (melhor chamar só de Valur FC mesmo) é um suposto time de futebol islandês que joga em algum pasto nos arredores de Reykjavík (existe alguma outra cidade na Islândia que não seja a capital?). Embora seja um dos times mais antigos do país, é ainda tão amador quanto o Esporte de Patos, então não espere grandes coisas desse timeco centenário. Agora como ele nunca faliu?

História[editar]

Fundação[editar]

Criado em 1911 por sabe-se lá quem, provavelmente os islandeses estavam morrendo de tédio vendo a grama crescer (passatempo local), quando então tiveram a ideia de jogar alguma porcaria sobre aquele gramado. Não foi aquilo que se possa dizer "nossa, mais que futebol mais vistoso!!", afinal o Valur só viria a ganhar um primeiro título somente em 1930, algo que foi possível apenas porque ele é da Islândia, então não é preciso muito.

Time grande não cai[editar]

O Valur tem como único orgulho poder dizer que nunca foi rebaixado em sua história, mas claro, jogando na Islândia, porque se fosse um time brasileiro estaria na Série D do Acre. O seu desempenho internacional é pífio, pra não dizer mediocremente humilhante, tanto que nem foi chamado para a Taça dos Clubes Campeões Europeus de 1957–58 porque na época as pessoas ainda nem sabiam onde ficava a Islândia, que até então era uma ilha considerada fictícia.

Mas foi chamado para fazer sua estreia na Champions de 1967-68, diz a lenda que eliminou um poderosíssimo time de Luxemburgo (não do técnico, mas daquele país). Porém o Valur depois tomaria um 11x1 para o Vazelinas SC da Hungria, que estuprou sem cuspe cada um dos 11 jogadores do Valur.

Apesar do trauma, o Valur voltou na Champions de 1968-69, dessa vez já com suas tendências masoquistas já mais assumidas, pois tomou um 8x1 do SL Benfica. E isso foi pouco, porque na Champions de 1977-78 tornou-se o primeiro time do mundo a ser eliminado por uma equipe da Irlanda do Norte, país que nem sabe jogar futebol até hoje, sendo na época eliminado pelo Glentoran FC com um acirradíssimo 2x1.

Outros passeios feitos pelo Valur na Europa foi visitar em 1981 o Aston Villa FC em Birmingham para tomar um 7x0, e depois em 1986 visitar Turim e tomar um belo 11x0 da Juventus FC.

O fim desse masoquismo todo parecia que iria acabar na Champions de 1988-89, ao vencer o AS Monaco por 1x0 em casa (times franceses, superestimados desde o século passado), mas a classificação foi embora quando o Valur perdeu em Mônaco por 2x0.

Time do jejum[editar]

Visão da bela roça onde o Valur joga.

Cansado de sempre ser humilhado na Champions League, a partir de 1987 o Valur decidiu não ser mais campeão islandês, deixando para o Knattspyrnufélag Reykjavíkur a responsabilidade de sempre ser campeão islandês pra depois ser humilhado na Champions. Ficou então conhecido como "time do jejum", já que passou a querer ser campeão só de 10 em 10 anos.

Infelizmente inventaram uma Liga Europa da UEFA com mil times, aí o Valur acaba sendo chamado regularmente para essa segunda divisão da Europa, assim mantendo a sina inevitável de ser humilhado sem parar.

Título de 2017[editar]

Mantendo a tradição de ser campeão apenas de 10 em 10 anos, após a conquista do título islandês de 2007 (que rendeu depois na Champions mais uma humilhação, eliminação para o BATE Borisov), a conquista de uma nova Taça do Gelo ocorreu só em 2017, quando venceu quase todos os jogos e disparou na tabela, embora tenha perdido um jogo para o KU Grindavíkur, o que é meio sacanagem, mas o título acabou mesmo com o Valur.

Títulos[editar]

  • Campeonato Islandês: 22 vezes (1930, 1933, 1935, 1936, 1937, 1938, 1940, 1942, 1943, 1944, 1945, 1956, 1966, 1967, 1976, 1978, 1980, 1985, 1987, 2007, 2017,2018 )
  • Taça do Gelo: 9 vezes (1965, 1974, 1976, 1977, 1988, 1990, 1991, 1992, 2005)