Kommo-o

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Dragão europeu.jpg Este artigo é sobre um dragão!

Isso quer dizer que ele pode ter asas e cuspir fogo, ou ser bonzinho, sábio e milenar. Se vandalizar este artigo, um dragão vai comer você.

João Dragão.jpg
PokeRyu.PNG Este artigo é sobre um(a) lutador(a)!
Se você ofender este fodão estragando este artigo, ele te enche de porrada!
Knux Smash.jpg
Pokedex3.png
Kommo-o é um Pokémon!

E pode não ter ossos e cérebro, mas ter olhos e se comunicar.

Veja mais destas lindas criaturinhas!

Kommo-o
ジャラランガ Jararanga
#784
Kommoo.jpg
Kommo-o bravo por alguém fazer piadinhas com sua fraqueza a fadas.
Habilidades
Ser a prova de balas/Ser surdo
Tipos
DragonFighting
Espécie
Dragão de komodo escamoso lutador
Cadeia evolutiva
Jangmo-o Seta.JPG Hakamo-o Seta.JPGKommo-o

Cquote1.png Demorei a droga do jogo inteiro pra ele tomar uma porrada de uma fadinha? Cquote2.png
Treinador inexperiente sobre Kommo-o
Cquote1.png Mas como assim, nenhum Elite 4 ou campeão me usa? Cquote2.png
Kommo-o sobre sua inutilidade em treinadores importantes não o capturarem
Cquote1.png Pelo menos não é um vilão inútil! Cquote2.png
Hydreigon sobre Frase acima
Cquote1.png ( ͡° ͜ʖ ͡°) Cquote2.png
Pokémons fadas (e psíquicos também) sobre Kommo-o
Cquote1.png Não seja por isso, Z-Move de Poison Jab em ti. Cquote2.png
Kommo-o sobre Pokémons fadas pensando que Kommo-o não tem uma maneira de contra ataca-los

Kommo-o é mais um dos novos pokémons, com intuito de fazer a Nintendo e a Game Freak ganharem mais dinheiro foder a pessoa tendo mais uma escolha no seu time. (ou não). Kommo-o é um pokémon réptil e bípede, que possui várias escamas feitas de purpurina em seu corpo, como principal objeto de armadura do mesmo, mas mesmo possuindo purpurina no seu corpo, Kommo-o é conhecido por dar vários especiais de porrada em quem chama-o de gay por esse fato. A espécie possui um golpe especial chamado de Clanging Scales, que usa a purpurina de seu corpo pra manda-lo pro lado rosa da força, não efetivo em fadas acertá-o.

Aparições[editar]

Seu golpe especial, o Raduqui de Purpurina.

Kommo-o, inicialmente como um Jangmo-o, viveu vários anos na Austrália, onde passou um tempo com uma canguru que sabia lutar, e pelo interesse no bioma australiano de animais exoticamente esquisitos, foi capturada e passou na terra do sol nascente, submetida a experiências com materiais tóxicos radioativos e em anos recentes, onde o mesmo aprendeu a lutar, foi capturado por humanos e mandado para um laboratório, com sede no Havaí em Alola e também foi usado materiais radioativos, onde foi registrado com um pokémon do tipo dragão e lutador, depois evoluindo para Hakamo-o e depois para Kommo-o. Depois desses eventos, Kommo-o foi mostrado em um trailer do jogo, junto com sua pré-evolução Hakamo-o, aquela aberração plagiada de Arceus (só que evoluída) e mais um pokémon voltado para a inspiração de artes explícitas, junto com a sua pré-evolução que é quase a mesma merda.

No anime[editar]

Um pseudo-lendário bufado contra um lendário genuíno. Quem será levará a melhor em um X1?

Kommo-o no anime apenas apareceu apenas em sua forma gigante de trial em uma montanha em Poni Island, e com isso apareceu junto com Gladion e Lillie, onde um Totem Kommo-o queria dar uma de Gandalf e bloquear seus caminhos, isso resultou no dragão escamoso das porradas além de suas formas pré-evoluídas, apenas serviram para serem sacos de pancada do Silvally do Gladion com um CD que o fez tornar uma fadinha e morrerem apenas com um ataque básico. Além disso, em um episódio de continuação, o mesmo Totem apenas serviu de saco de pancadas (de novo?) do Braviary do Professor Kukui quando um de suas espécies queria fazer um ataque por trás na Professora Burnet que veio descuidada a caverna dessa espécie.

Seu uso e treinadores[editar]

Como o mesmo tinha papel de um pokémon pseudo-lendário (pelo seus stats de 600, sendo comparado a aqueles lendários inúteis que só servem para agradar gurias retardadas), Kommo-o poderia ser usado por um personagem do jogo importante, mas foi descartado por ser muito apelão inútil, e deixado para ser a última batalha de totem do jogo, onde ao visitar um canyon perdido, onde o protagonista vê sua última pedra de Z-Move, no qual o mesmo aparece do nada, e isso começa uma batalha. Kommo-o, mesmo sabendo que iria apanhar feio, tenta chamar sua pré-evolução para lhe ajudar, mas não consegue e apanha do mesmo jeito, quando foge e deixa a pedra livre pro protagonista pegar emprestado.

  • Mas não por que a Elite 4? Por que a Elite 4 de Alola é considerada uma das mais fracas (se não for a mais fraca mesmo), sendo aproveitada com três kahunas de ilha (mais uma que usa pokémons voadores) e nem mesmo Hala, que é usuário de pokémons lutadores o quis no seu time.
  • E por que também não o campeão? Por que você é o 1º campeão de Alola o campeão da liga não o quis também, ao contrário de Sinnoh, Hoenn e Kalos, que usam pseudo-lendários, e também sendo que Alola é a liga menos preparada (menos ainda que a liga de Johto, que possui três pessoas de Kanto nela) e Kukui, em seu regime teocentrista em criação de ligas, tentou usar o time mais balanceado e menos inútil possível, sem tentar apelar para pseudo-lendários (no qual isso resultou em um time mais fraco que o da Diantha) e deu nessa merda...

Mesmo com todas as rejeições, Kommo-o apenas aparece em uma batalha de defesa do título de campeão de um treinador figurante chamado Ryuki, que é um roqueiro de roupa escrota que tem tesão por dragões, incluindo o mesmo no time.

Popularidade[editar]

Por ser um dragão mais inútil que o Goodra (tirando a utilidade para os furries), além de ter os dois tipos ultrapassados pelo fato dos pokémons do tipo Fada não serem tão fracos quanto parecem, costuma ser saco de pancadas, além de levar mais de 8000 comparações com pseudo-lendários muito mais úteis, como o Barney, Godzilla e o Tutubarão. Sua cerca de pequenos fãs espera um milagre de conseguir golpes mais úteis.

Já que o mesmo não conseguia ser útil no jogo normal, cerca de aproximadamente seus apenas 9 fãs tentaram apostar nos simuladores de batalha, já que mais de 8000 pokémons ganhavam popularidade, pois os fãs do jogo gostavam dos pokémons por serem melhores nos simuladores do que nos jogos oficiais e suas escolhas variadas de times, com isso, Kommo-o não teve sorte novamente e conseguiu ser o único lendário a ficar no fundo do poço, no nível mais baixo, superando até o Dragão de Gozo.

Já que nem as coisas anteriores deram certo pro próprio dragão, além de ser muito inútil, resolveram colocar um Z-Move (leia-se: Secretão) chamado de Clangorous Soulblaze, que é um golpe especial dele, no qual começa fazendo umas danças de macumba loucas, além de balançar seu rabo como um cachorro no cio, usa um Pular pra caralho e joga um raio de purpurina poderoso que pode acertar até dois inimigos juntos, além de aumentar seu ataque, defesa, e todos os stats possíveis, podendo ou não ser um golpe apelão, mas como não era um pokémon fada, de aço ou de água, acabou ficando apenas um pouco menos inútil que no outro jogo, perdendo uso para outros dragões mais fortes, como os pseudo-lendários, Salamence e Garchomp.

Ver também[editar]

v d e h
7ª Geração