KONAMI

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa


Jaspion metaltex.jpg

Made in Japan
Este é um artigo com tecnologia do sol nascente né.
Para quem gosta de sushi, oden e lamen.


Cúnami (português: ko-na-mi) ou コンマイ é uma empresa produtora, desenvolvedora, distribuidora de lixos (aka jogos de video-games). Foi fundada em 1973 por alguns japas nerds pra cacete. A sua sede localiza-se hoje em Tókio num prédio de 150 andares com arquitetura antiterremoto.

Segundo logo da empresa.

História[editar]

Allejo, craque, deve toda sua fama ao marketing da Konami.

Após a derrota na Segunda Guerra Mundial, os japoneses que foram proibidos de fabricarem armas e aviões, não tinham mais nada o que fazer a não ser estudar e fazer outras coisas de nerd como jogar video-game. Então, em 1973, quatro jovens japoneses que estavam jogando RPG resolvem se unir para criar um jogo de futebol virtual baseado nas aventuras do Tsubasa, e usando as iniciais de seus nomes Kozuki, Nakama, Matsuda e Ishihara criam a KONAMI, palavra que ainda faz um trocadilho e pode significar em japonês: pênis pequenos, imagem inclusive retratada no logotipo da empresa de maneira abstrata.

Apesar dos jogos de futebol, a empresa começa como fabricante de arcades sendo a responsável pela fabricação de máquinas do Street Fighter de Rodoviária e do The King of Fighters de Feira, mundialmente consagrados, apesar da Konami não ter desenvolvido os jogos.

Com o surgimento do NES, do Super Nintendo e do Nintendo 64, a Konami fecha um acordo com a Nintendo e começa a lançar jogos de futebol, Formula 1 e outras matanças para os consoles da Nintendo, estes que por sua vez estavam vendendo melhor que os próprios jogos da Nintendo, e assim o presidente Shigeru Miyamoto dá um piti e rasga o contrato da Konami, que dá uma risada diabólica e aparece no mês seguinte com um acordo assinado com a Sony, os Lordes Sith do mundo dos video-games.

Jogos[editar]

A Konami é reconhecida universalmente por proibir que a exibição de seu logotipo possa ser cortada no início de seus jogos, sendo a responsável pelo lançamentos de 98% dos títulos de jogos de futebol e automobilismo com os títulos International Superstar Soccer, Campeonato Brasileiro Ronaldinho 96 e Winning Eleven Brasileirão 2009 Ronaldo.

Alguma coisa está errada com o logotipo.

É claro que a empresa também tem lá seus jogos que não são de esporte, e para cada gênero existente possível como as série Gradius (shooter insano), Castlevania (plataforma de vampiros), Contra (plataforma com tiro), Metal Gear (espionagem), Silent Hill (survival horror baseado em Resident Evil), Suikoden (RPG), Dance Dance Revolution (dança), Beatmania (DJ), Goemon (mata-mata com moedas de 10 centavos), Parodius (versão infantil do Gradius), PawaPuro Yakyuu (beisebol) e outras merdas como Tartarugas Ninjas.

Principais contribuições para a humanidade[editar]

A Konami é a mãe do super jogador Brasileiro Allejo, o mais carismático e maior craque de todos os tempos do futebol, capaz de fazer até 100 gols em apenas um tempo de uma partida.

Outra grande contribuição da empresa foi a criação do Código da Konami, um cheat que evitou que milhares de chineses cometecem suícido ao se deparar com absurda díficuldade do jogo Contra.

Mas a maior de todas as contribuições aconteceu no campo da espionagem, afinal graças a Metal Gear Solid, as caixas de papelão nunca mais foram as mesmas.

A compra da Hudson[editar]

Um dos melhores games desenvolvidos pela Konami.

Nunca a Konami teve ideia de comprar uma empresa, mas, ela teve essa maldosa ideia, e vindo que a Hudson não fazia mais porra nenhuma do que ficar criando jogo do Bomberman, a Konami comprou a Hudson em 2007. O resultado dessa fusão não ajudou em nada, pois a Hudson é a mesma de sempre. Só teve alguns jogos que saíram com a marca da Konami como DreamMix TV World Fighters e Bomberman: Act Zero.

Veja Também[editar]