Kubanacan

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Cuban cigars legalized.jpg -Condenadme, no importa, la Desciclopédia me absolverá.

Este artigo es cubano e puede fumar charuto sem ser capitalista. Si usted sabes el aumentativo de Cuba, no respondas adelante, carajo!

Clique aqui para más cosas cubanas.

Esteban Maroto, o Pescador Parrudo, e seu irmão gêmeo, Mateban Esroto, o Pescador Barrado.

Cquote1.png Você quis dizer: Cuba, segundo a Rede Globo Cquote2.png
Google sobre Kubanacan
Cquote1.png Eu já fui gostoso assim como o Humberto Martins! Cquote2.png
Fidel Castro sobre a novela em sua homenagem... ou não.

Kubanacan foi a pior uma novela das sete da Globo, se não, foi a pior do mundo. Carlos Lombardi, um escritor de novela sem talento foi o responsável por essa novelinha sem graça, como em toda novela desse paspalhão, aparecem um bando de machos suados sem camisa, a novela foi inteiramente dirigida por fotógrafos de G Magazine e por estrelas dessa revista, como Alexandre Frota e Vampeta, pra coroas oferecidas que não arranjam machos, essa novela é um prato cheio, mas as outras pessoas sabem que isso é apenas um lixo pornográfico para preencher o horário das sete, que sembre passou merda novelas que perderiam no prêmio de pior bosta do mundo por serem ruins demais.

Além disso, foi uma mensagem subliminar da Rede Glóbulo contra o comunismo (de onde você acha que veio a inspiração pra... KUBA-nacan?).

Enredo[editar]

Esteban, um doido fodido que tem dupla personalidade, é envolvido na política de um país fictício (ou não) chamado Kubanacan, onde o povo vive de vender banana pras coroas ricas do outros países. Depois ele descobre que ele era Leon Scott Kennedy, um emo babaca vindo do Resident Evil 4 que se dizia filho, neto, sei lá o quê do Esteban de verdade com Rubi, uma gostosa que deu pro Herculano e quase deu pro Samir. Leon veio do futuro para impedir que o povo morresse por uma bomba chamada Phoênix (escrito errado assim mesmo, é BR).

Suas "lembranças", na verdade, eram fruto da árdua pesquisa sobre seu pai Esteban (ficava na Wikipédia lendo sobre ele direto, deu nisso), em conjunto com a desorientação severa causada pela viagem no tempo (Marty McFly nunca sofreu disso). Leon descobre que Esteban estava vivo, mas manco de uma perna devido a um acidente que sofreu ao cair de um avião (E DAÍ?).

Essa novela deu a Marcos Pasquim o maior salário da história de atores do universo, por em uma única novela fazer QUATRO papéis: Esteban Maroto (o original, manco de uma perna) / Dark Esteban (uma versão/esquizofrenia do original, ou do León, não sei) / Adriano Allende Rivera (um amigo imaginário do León) / León Allende Rivera (o Esteban que não era o Esteban). Novela doida do caralho! Só serviu mesmo pra deixar as minas doidinhas com o "pescador parrudo".

Elenco[editar]

Marcos Pasquim - Esteban/Dark Esteban/Adriano Allende Rivera/León Allende Rivera
Adriana Esteves - Lola (a putinha de Esteban)
Danielle Winits - Marisol/Frida
Vladimir Brichta - Empobreço Enrico
Carolina Ferraz - Rubi (a fancha da novela)
Humberto Martins - Carlos Capacho (o bad boy da trama)
e foda-se o resto do elenco...

Trilha Sonora[editar]

Com o Esteban na capa (quem mais?)

  1. La Puerta - Luis Miguel
  2. Fever - Michael Bublé
  3. Copacabana - Happening (a do Barry Manilow)
  4. Mambo Italiano - Mambo Project
  5. Perfidia - Laura Fygi
  6. Tan Solo Tú y Yo (Moonglow) - Ivete Sangalo
  7. No Me Platiques Más - Gisela
  8. The Look of Love (From Casino Royale) - Dusty Springfield
  9. El Hombre Que Yo Amé (The Man I Love) - Omara Portuondo
  10. Laura - Frank Sinatra (não por acaso, tem uma personagem chamada Laura na bagaça, e era interpretada pela Letícia Spiller, que dava pro Marcello Novaes nos anos 90)
  11. Wipe Out - The Surfaris
  12. The Man With the Golden Arm (Delilah Jones) - Billy May
  13. Guantánamo - Pablo González
  14. Mambo Caliente - Bahamas

e mais estas 12 músicas que também tocavam na novela:

  • Carnavallera - Havana Delírio
  • Quizás, Quizás, Quizás - Emmanuel
  • No Me Platiques Más - a mesma música do CD da novela numa versão de Cristian Castro
  • Contigo Aprendi - José Feliciano
  • Capullito de Alelí - Caetano Veloso
  • Mezcla - Rio Salsa
  • Foo Foo - Santana feat. Patricia Materola
  • Hit the Road Jack - Happening
  • Mambo nº 5 - Tropical Brazilian Band
  • Contigo en la Distância - Nana Caymmi
  • Coubanakan - Ney Matogrosso (tema de abertura e mal-escrito por sinal)
  • Voy Volver - Alpha Beat