Kukri

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
BadBoy LOGO.jpg Este artigo trata de um Bad Boy!

Se você é considerado um cara fodão, ou um valentão que sempre dá uma de fodão, seja bem-vindo, mas se vandalizar, vai morrer fudido!

Cu cru
CzWfPACWEAAuGn2.jpg
Nascimento Desconhecida
África do Norte
Idade Desconhecida
Altura 1,80 m
Peso Desconhecido
Estilo de luta Arenoso
Arma preferida Areia
Técnica Máxima Secreta Deadly Sand Hell (Inferno de Areia Mortal)
Religião Desconhecida
Profissão Agente secreto
Característica marcante Capuz cobrindo a cara
Comida favorita Pastilha
Frase favorita Você perdeu para a areia.
Esporte Esportes praianos
Mania Discutir abobrinhas e mandar todo mundo tomar no cu

Cquote1.png Hoodie Guy! Cquote2.png
Taokaka sobre Kukri
Cquote1.png Podia mostrar o cabelo pelo menos. Cquote2.png
Kakashi Hatake sobre Kukri
Cquote1.png Boca sujammm! Sem vergonhammm! Cquote2.png
Sílvio Santos sobre Kukri

Kukri é mais um personagem misterioso criado pela SNK para encher linguiça no The King of Fighters XIV. É bem provável que ele seja algum personagem antigo já conhecido que esteja fazendo cu doce para revelar sua verdadeira identidade, assim como ocorreu com King of Dinosaurs.

Aparência[editar]

Não tem como saber as características físicas de Kukri, ao menos por enquanto. Ele se veste de forma muito parecida com Ezio Auditore da Firenze, o protagonista de Assassin's Creed, tendo como marca registrada o longo capuz que cobre praticamente todo o rosto. Vai ver que ele é feio demais e tem vergonha de se mostrar, mas como é um bad boy, o mais provável é que ele tenha carinha de galã andrógino para agradar as fãs do jogo que são gurias retardadas.

História[editar]

Foto tirada por um paparazzi que quase revela a verdadeira identidade de Kukri. Provavelmente o fotógrafo morreu logo depois.

Kukri é um lutador misterioso (ah, vá!) que vive em uma sociedade secreta subterrânea. De acordo com fontes fiáveis, ou não, no passado ele já foi um agente da NESTS, mas por ser muito rebelde e não aceitar receber ordens de seus superiores, foi rebaixado ao cargo de faxineiro. Lógico que ele não deixou barato e se vingou, espalhando para todo mundo onde ficava a localização da base de operações não tão secreta da organização criminosa.

Atualmente, Kukri trabalha como uma espécie de detetive autônomo, mas é muito difícil contratá-lo, já que seu paradeiro costuma ser um mistério. Dizem que para entrar em contato com ele, é necessário realizar um ritual envolvendo uma tábua ouija, treze velas pretas, um espelho trincado e dar a descarga do vaso sanitário três vezes seguidas em um banheiro público.

Elisabeth Blanctorche é a responsável por sua aparição. Após seguir fielmente todos os passos descritos no parágrafo acima, ela consegue invocar esse filho da égua, com o objetivo de localizar o paradeiro da alma de Ash Crimson e trazê-lo de volta à vida. Como se a missão já não fosse absurda o suficiente, o espírito do viadinho francês está aprisionado dentro de Verse, o novo chefão do pedaço, e para conseguir acesso a ele, é necessário vencer o torneio The King of Fighters, é lógico.

Kukri tem alguma ligação desconhecida com Shun'ei e também com o próprio Verse, o que talvez explique seu temperamento grosseiro e mal humorado.

Poderes e habilidades[editar]

Kukri engana, ataca e defende-se utilizando areia quente. Como ele faz isso? Bom, primeiro ele mija na areia para esquentá-la, depois pega um montinho e taca na cara do adversário, deixando-o temporariamente cego e incapaz de lutar. Enquanto o inimigo tenta limpar a visão, Kukri dá um roundhouse kick e consegue eliminá-lo. Simples assim.

De acordo com Antonov, existe ainda uma maldição que mata qualquer pessoa que olhar diretamente para o rosto de Kukri, e seria este o motivo para ele nunca tirar o capuz. Ou seja, pode-se concluir que, apesar da pinta de arrogante, o personagem no fundo deve ser bonzinho, pois seria muito fácil vencer as lutas simplesmente mostrando sua cara feia para os adversários. Ou vai ver isso não passa de uma fofoca que Antonov leu em algum blog sensacionalista e saiu espalhando por aí sem checar sua veracidade.