Kuzco

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Sem comentários...
Kuzco é ligado num pau!

Este é um típico artigo Yaoi, que menciona coisas gays que só gays yaoístas curtem. Se você é cabra omi e odeia Yaoi, NÃO LEIA este artigo, pois ele pode levá-lo para o lado rosa da força, mas se carapuça serve, sente, digo, sinta-se à vontade.


Kuzco ao se tornar imperador, chamou o Pacha a Malina pra um ritual de acasalamento.

Cquote1.png Não "rela", não! Cquote2.png
Kuzco sobre qualquer um.

Kuzco é aquela coisinha magricela feita de vidrinho fino que foi criado pelos estúdios Disney embasado (que palavrinha) nos Imperadores Incas, Astecas, Maias, enfim, no tempo em que os conhecidos índios, eram coisa de primeira em termos de ser humano, são ainda mas, não são considerados de primeira. Saiba que humanos são tudo a mesma bosta se você achava que não mas, Kuzco se acha uma raridade.

Ahã, ahã, ahã[editar]

Kuzco versão demônio lhama.

Se eu escrevi errado o grunhido do Kuzco no nome da sessão, queira corrigir. O Kuzco para não destoar da contemporaniedade (...) teve que adiquirir gestos de imbecis que se vê por aí porque acharam que as crianças (mais pré adolecetas pela linha do desenho) eram burras demais para entender uma linguagem que não tivesse os gestos atuais. Deste modo Kuzco é um imperador nojentinho com ares sebosos de um cara que se acha tudo e mais um pouco que você pode encontra por aí, e ainda meio afeminado, por isso a predefinição yaoi no topo mas, não vi ele dando... assim mesmo deixe a coisa como está senão dou uma de fruta desciclopedista e arrumo uma desculpa para pedir que você seja banido.

Falando em fruta essa seria uma boa definição para o Kuzco mas, pense em uma fruat que quer muito dar mas, é cheia das histórias e exige para isso condições inimagináveis apenas para ser uma fruta rara (joia não seria o termo, já que ele é muito frágil), o Kuzco é tão fraquinho que até as gurias amigas dele são mais fortes, embora ele tenha saúde. Parece um santo indiano mas, sem a sabedoria, sem a espiritualidade elevada, só com a fragilidade, a corzinha de doce de leite cremoso, os olhos e cabelos negros, tipo os do Mogli e uma cara de suma importância. Ah, sim, ele também não tem a agilidade do Mogli, talvez um pouco quando quer escapar da obrigação. Anda rebolando mas, não se sabe se é por ser afeminado (e é bastante) ou se é porque é tão magro mas, magro mesmo que parece anoréxico... não chega a tanto mas, também faz frescura para comer...

Falando...[editar]

nem sendo bichinha de estimação, Kuzco perde o ar divino.
Kuzco ao ver Pacha mijando.

Falando em comer, ele também faz muuuuita frescura para não comer a Malina, sua amiga e colega que faz que não gosta dele mas é apaixonada. O Kuzco é apaixonado também mas, não quer comer, nem quando ela se oferece toda. Ele quer garantir para ser sua primeira dama uma guria das mais bonitas do império e muito inteligente para consertar as burradas que ele faz e, também que só lhe dê orgulho e seja bastante cobiçada. Já o coito que que é o que interessa, a Malina vai ter que dar uma surra de vagina nele, se você não sabe, isso seria quase como um estupro com a vagina, até o ponto onde uma bocetinha pode estuprar. Isso tudo porque o Kuzco não é nem um pouco interessado em sexo com mulheres. Com homens ele também parece que não fez, mas pelo jeito dele, é o que seria mais fácil.

Agora estraguemos o amor de amizade um pouco e, digamos que teve um clima entre ele e o Pacha mas, ninguém viu nada muito menos a mulher do Pacha, então nada de maiores especulações... fora que o Kuzco vira os olhinhos toda vez que o Pacha pega ele com aqueles braços fortes (uuuuuiiii). Braços fortes que o Pacha tem mais do que o amigo Kronk, do Kuzco, que apesar daquele tamanhão todo parece também gostar de coisas grossas.

Apesar dessa veadagem desse sebo todo, Kuzco tem mesmo jeito de poder liderar bem uma civilização... ele faz a parte dos ares de divindade e seus amigos resolvem para ele as coisas mais difíceis. É assim mesmo, o Kuzco tem sorte de atrair gente competente e de boa índole para resolver as coisas do império e também, afugentar extraterrestres mal intencionados e, ainda saber quando os e.t.s podem trazer algum benefício sem exigir que sua linguinha seja furada.

E eis que o milagre aconteceu... depois o Kuzco escovou os dentinhos por cerca de meia hora.

Ver também[editar]


v d e h