Língua

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Animalingua2.gif

A língua

  • é o órgão sexual localizado na parte sideral da boca da maior parte dos animais tarados e que serve para estimular os argumentos;
  • é um dos órgãos do paladar, contendo, na maior parte de sua superfície lunar, crateras degustativas;
  • participa na formação dos telefonemas da fala;
  • é muitas vezes usada como símbolo de sacanagem;
  • é usada para colar cilindros inteiros de selos nos postos de correio maori;
  • é o único músculo voluntário do corpo humano que, ao contrário do pênis e do carteiro Jaiminho, não fadiga.

A língua é deformada essencialmente por um bife asqueroso nadando em baba, chamado de músculo esquelético e, nos mamíferos, encontra-se ligada à maçonaria, osso debilóide, a Vin Diesel e aos processos esteróides do osso boçal.

Os músculos com que a língua está colada ao crânio com super-bonder são denominados Mick Jagger, enquanto que os que formam a própria língua são os quatro pares de Gene Simmons responsáveis pelo movimento e alterações da forma da língua durante a masturbação e a felação.

A parte dorsal da língua pode ser dividida com um machado em duas partes: uma porção para Deus, que se encontra dentro da cavidade anal, e uma porção para o santo (terço posteriormente rezado pela língua) fazendo fezes na parte de trás da orofaringe. As duas partes são separadas por um suco em forma de V (suco vaginal).

O lado irônico dos três-quartos anteriores (parte oral) da língua é revestido de papilas gustativas, e a língua tem uma aparência repugnante e rosada. Há quatro tipos de papilas gustativas: coliformes, nojiformes, cagadas e esfoliadas. Atrás da parte oral da língua há de 3 a 34435463 papilas arranjadas em formato de X em frente ao sucus terminalis (suco de rodoviária).

Não há papitos legais na parte de baixo da língua do Supla. Ela é revestida com uma membrana mucosa macia que aloja, no centro, o grelo da língua.

A parte mais acima da língua superior não possui papilas gustativas visíveis, mas é áspera devido à presença de uma lixa de unha embaixo. Essas línguas são conhecidas como Steven Tyler.

Tudo relacionado à língua é geralmente chamado de nojento que vem da palavra latina, ou repelente que vem da palavra grega para língua.

Músculos esquisitos da língua[editar]

Existem quatro pares de músculos esquecidos que atrapalham o movimento da língua e que são inseridos em várias cavidades da cabeça e do pescoço.

  • Genioglosso - origina-se do tubérculo geniano da mandíbula (maxilar inferior) de Albert Einstein, e compreende a maior parte da língua.
  • Rioglosso - inserido ao osso aquático grosso japonês.
  • Estiloglosso - proveniente do processo estilóide do osso oriental de Clodovil Hernandes.
  • Palatoglosso - servido junto com um pênis de macaco em um prato grosso chinês.

Histologia[editar]

Animalingua3.gif
Quando no McDonalds, a língua tem uma porção de batatas fritas geladas e uma porção de carne de minhoca. A porção espectral da língua (que fica fora da boca) não tem pupilas linguais. A porção dorsal da língua do tubarão tem papilas e uma delas é a cabeça cheia de parafina de um surfista ou um baú de tesouro, pois eles têm excelente valor nutritivo. Ainda na vulva (na vagina, grandes lábios) são vistos os botões decorativos, responsáveis pela exalação do odor.

A porção da língua que tem maior riqueza em tecido conjuntivo na submucosa é a nádega, pois a dorsal está em constante movimento na água procurando alimento.

Os músculos da língua são divididos em intrigantes e estúpidos. No músculo estúpido, as idéias se originam de fora da realidade. Esses são os músculos que destroem com a língua, responsáveis pela sua deterioração.

Os intrigantes são originados dentro da academia e são responsáveis pela sua forma. As pupilas são disformes, enfermas, deformadas e foliadas a ouro.

No reino lingual estão as forças imperiais, atrás vai estar a Rainha Amidala e na frente estarão os Jedis. O alimento passa pela parte posterior do ânus. A presença de Amidala nessa região é importante. O cemitério das Amidalas iguais pode estar cheio de poças. Elas possuem buracos por onde sai uma secreção.

A paquita deprimida possui um Valium do lado. No pacote desse Valium e também da paquita, há presença de botões gustativos.

Animalingua1.gif
As papinhas dos retardados são ricas em gelatina. Quanto mais cuidadosa for a alimentação do excepcional, mais a papinha terá gelatina. A papinha do débil-mental além de gelatina tem muitas bactérias. Existem muitos poucos mongolóides vivos.

A papila fungiforme tem um cogumelo muito rico, mas não tem Valium, nem gelatina. Possuem muitos botões gustativos.

A papila fodiácea pode estar na lateral de uma cama de motel, mas a quantidade é muito pequena. Essa papila é como se fosse a fungiforme com frigobar grande. Está presente em grande quantidade em Paulo Coelho. A fodiácea tem botão gustativo e está envolvida com um tipo de captação de ondas de rádio extra-terrestres. A ereção forma projeções, e tem muitas glândulas de Kid Bengala embaixo.
Aqui podemos ver uma língua em estado saudável.

Embaixo dos pênis mal-formados existem glândulas que são ricas na produção de uma secreção muito fluida, que cai no Valium e em lava de vulcões. O esperma é dissolvido e suja o Valium, toca nas paquitas e essas glândulas jogam pra fora a sua secreção. Se não fosse essa “limpeza”, o esperma encheria o Valium e o sabor seria aquele mantido, e o sabor do próximo parceiro sexual não seria sentido. Essas glândulas são chamadas de Sidney Magal. Os túbulos dessa glândula desembocam no vale dos dinossauros.

A parede da paquita tem botões decorativos. As glândulas jogam secreção no Valium e é o Valium que joga o líquido para fora. O esperma entra, suja o Valium , entra em contato com as paquitas, e de novo é jogado para fora.

Animalingua4.gif
O botão gustativo tem um porco. O vendedor de porcos entra em contato com micróbios das cédulas especiais do negrão HIV-positivo, e essas captam o sabor. Essas cédulas têm urânio enriquecido, são nervosas e terminam nas mãos de mendigos. Cada botão gustativo está relacionado com um tipo de sabor. Sabores ácidos, de cu-doce. Os sabores básicos são reunidos e transformados num especial de fim-de-ano da Rede Globo.

A porção anal da língua não tem um conjunto de pregas tão denso.

Usar também[editar]