Língua malgaxe

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Antananarivo, antsiranana fianarantsoa mahajanga toamasina toliara Cquote2.png
3 contra 1 em Madagascar no War

Língua malgaxe ou lemurês é o idioma oficial dos lêmures de Madagascar, considerado pela Academia Mozambicana do Alasca como inteligível, ilegível, intraduzível e inentendível.

Distribuição geográfica[editar]

Um grupo de madagascarenses trabalhando na produção de um texto malgaxe.

Apesar de aparentemente os habitantes de Madagascar falarem inglês (ou português se viu os desenhos dublados), na realidade os lêmures falam malgaxe, esta pitoresca mistura de tuvaluano com iorubá.

Também pode ser encontrados lêmures falantes do malgaxe nas ilhas de Reunião e Mayotte. Os lêmures de Comores foram convertidos e hoje falam árabe.

História[editar]

O malgaxe é a única língua africana origem austronésia, agora como que idioma veio da Oceania para a África é objeto de muitas teorias, a mais aceita acredita que o malgaxe chegou em Madagascar através de andorinhas-carregadoras-de-cocos que imigram do Kiribati para o Zimbabwe para reprodução, acredita-se que em algum momento da história entre 15.000 a.C. e 1.000 a.C. um desses cocos carregavam um manuscrito tuvaluano sobre teorias que pudessem existir cocos verdes nas Maldivas.

Quando os lêmures encontraram este texto, adaptaram aquela gramática para sua anatomia vocal, e assim surgia o malgaxe.

Gramática[editar]

O malgaxe é uma das poucas línguas do mundo na qual as orações seguem a ordem "verbo + objeto + sujeito + adjunto adnominal + predicativo adjuntial + vocativo do aposto passivo + verbo".

Ou seja, a frase "Eu fui chapiscar a porcelana" é falada no malgaxe como "Ny haisoratra malagasy dia efa nanomboka tamin'ny taonjato faha sivy ambin'ny" que se traduzia ao pé da letra ficaria "Fui porcelanar a chapisca de mim chapiscando o meuzante porcelanato" o que pode ser corretamente traduzido apenas como "Eu fui chapiscar a porcelana".

A gramática malgaxe é baseada na aleatoriedade, por exemplo, a palavra "menina" possui até quinze traduções diferentes: "antankarana, bara, betsimisaraka, masikoro, sakalava, tandroy-mahafaly, tanosy, tsimihety e várias outras".

A vantagem desse idioma é que ele não possui acentuações nem pontuações (a tecnologia da vírgula não chegou lá), e só quem escreve português para saber como é um saco acentuações.

Fonologia[editar]

O malgaxe é um dos poucos idiomas no mundo onde todas as cinco vogais são átonas, dessa forma embora se escreva "malagasy" se pronuncia "mlgsy".

Alfabeto[editar]

O malgaxe utiliza uma versão lemúrica do alfabeto latino, e possui 33 letras:

A Y AY AYY A Y Y A A Y A Y AAAAA AY K YY Y Y A A A Y A A Y A YA Y NY W X Y Z

a y ay ayy a y y a a y a y aaaaa ay k yy y y a a a y a a y a ya y ny w x y z