Lada

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Você quis dizer: Nada Cquote2.png
Google sobre Lada
Cquote1.png Ah, eu gosto! Cquote2.png
Flavio Gomes sobre Lada
Cquote1.png Prefiro ter câncer. Pelo menos com ele eu consigo chegar onde quero. Cquote2.png
Qualquer um sobre Lada
Cquote1.png isso não é um carro, é uma caixa pra almoçar Cquote2.png
Achmed sobre Lada
Cquote1.png Na União Soviética, um Lada anda em VOCÊ! Cquote2.png

Protótipo Lada танк войны
Primeiro projeto do Lada, modelo... Ah, qualquer modelo, é tudo igual.

Lada é uma montadora de automóveis soviética russa.

História[editar]

A Lada foi criada em 1900 e guaraná com rolha por Julius Martov, lider melchevique e braço esquerdo (de direita ele não tinha nada) de Vladimir Lenin.

O primeiro modelo dos carros de Martov foi o Lada танк войны, usado pelo Exército Vermelho para derrubada do Czar, Tzar, Zar, ou seja lá como se chamava o Rei, ou Imperador, ou... Lider do Império Russo.

A partir de 1949, os modelos Lada Laika passaram a ser produzidos, sendo os campeões de vendas até a queda da União Soviética em 1989.

Características[editar]

Facelift do Lada, também conhecido como Dacia/Renault Logan.

A Lada é conhecida pela qualidade de seus carros, que possuem ótima mecânica, superando inclusive a do Fiat 147, e pelo desáine arrojado e formas arredondadas de seus carros. Mesmo com toda essa qualidade, por motivo de economia, os líderes do partido usavam Mercedes-Benz.

Apesar de contar com uma variedade enorme de modelos (cerca de dois) e de cores (vermelho-exercito-vermelho e fique satisfeito), todas algumas coisas são comuns a todos os modelos da Lada.

  • Cor: É vermelho, algum problema? Se alguém pedisse por outra cor era incluído na lista negra da KGB. Grandes merdas, experimente comprar um carro hoje no Brasil - de Gol 1000 a Porsche Cayenne S - que não seja preto, ou prata.
  • Motor: Modelo copiado inspirado no Fusca. Graças à coação cooperação de engenheiros da Alemanha Oriental, os soviéticos conseguiram criar um motor de fusca para colocar no Lada. O protótipo foi adaptado para funcionar a vodka, o que diminuiu sua potência a cerca de dois cavalos (o motorista e o carona), ou até quatro cavalos (se conseguir colocar dois caronas atrás).
  • Design: Para projetar a carcaça dos seus modelos, a Lada contratou um designer de 4 anos (e canhoto), que obviamente usou régua para todo o projeto (inclusive as rodas, que foram substituídas por modelos redondos depois).
  • Armadura Carroceria: É a única coisa que presta do Lada, cada chapa de aço inox é fininha igual uma porta de cofre, tornando o veículo resistente a balas de AK-47 (o problema é o vidro). A única dificuldade é que, se por acaso o Lada bater em um Tanque Tokarev ou no Meteorito que extinguiu os dinossauros, não adianta levar no martelinho de ouro. Ele vai ficar apenas um pouco amassado, e pra resolver isso, só no Mjolnir de ouro.
  • Rádio: Rádio AM Mono, pré-sintonizado na Estação Estatal de Rádio do Partido Comunista Soviético. Com vários recursos, como interruptor de liga, volume e uma lâmpada para indicar que está ligado.

Modelos[editar]

Imagens[editar]

Ver também[editar]

  • Seu primo tijolo sueco, o Volvo