Lady Letal

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Lady Deathstrike)
Ir para: navegação, pesquisa
8175c6428facfcc9422ae7ed5ac47339--adult-cartoons-sexy-cartoons.jpg Este artigo trata de uma mulher malvada.

É assim: o mocinho se apaixona por ela e ela se aproveita para acabar
com a vida dele, entendeu?

Hentai.png Este artigo se trata de uma Hentai Girl

Ela é gostosa, mas nón ecziste. Ela participa de algum desenho, jogo ou quadrinhos e você se masturba vendo isso.

Sculpture samurai.jpg

Made in Japan
Este é um artigo com tecnologia do sol nascente né.
E usa gravata na escola.

Wikisplode.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Lady Letal.

Cquote1.png Você quis dizer: Edward Mãos-de-Tesoura. Cquote2.png
Google sobre Lady Letal

Cquote1.png Você quis dizer: Freddy Krueger. Cquote2.png
Google sobre Lady Letal

Lady Letal, nome inteligível da psicopata japonesa Yuriko Oyama, também conhecida como Lady Deathstrike, é arqui-inimiga do Wolverine e, por tabela, inimiga também dos X-Men.

Recém saída da manicure.


História[editar]

Ô coisa feia!

Lord Dark Wind[editar]

A história de Yuriko remonta à história de seu pai, Lord Dark Wind, um ex-piloto kamikase da força-aérea japonesa que, por não ter conseguido se suicidar, passou o restante da vida fazendo merda. Uma das grandes cagadas que ele fez foi ter se formado médico pela faculdade de robótica de Tokyo, especializando-se na área de cirurgia plástica cyber-punk. Dark Wind se transformou num grande revolucionário nessa área, criando vários métodos novos de plástica facial, como o método da deformação facial, pelo qual, depois de ele o ter testado nos seus próprios filhos, ficou imortalizado no semblante de celebridades como Elza Soares e Michael Jackson.

Alcançada a fama internacional, Dark Wind abandonou a cirurgia plástica e se dedicou integralmente à oncologia e à ortopedia ao mesmo tempo. Foi contratado pelo Império Galático para dar uma melhorada no visual de Anakin Skywalker, que ficou um caco após ter sido desfigurado pela larva. Ainda foi o responsável pelo desenvolvimento da perna biônica do Rei Roberto Carlos, antes de ter sido contratado como cientista-chefe da maior missão de sua carreira: descobrir a cura do câncer ósseo. Para esta empreitada, Dark Wind teve a genial ideia de substituir os ossos cancerígenos por um metal ultrarresistente conhecido como adamantium; inexplicavelmente, porém, as cobaias os doentes submetidos ao tratamento morriam, pois não resistiam à retirada dos ossos comuns para a inserção dos artificiais.

Dark Wind caiu em desgraça então, optando pelo suicídio e traumatizando seus rebentos para sempre -em especial a menina Yuriko.

De Yuriko a Lady Letal[editar]

Yuriko ficou muito traumatizada com a morte de seu progenitor e jurou reerguer seu nome e o da família. Viajou para o Brasil durante o período de Carnaval, com o objetivo de desfilar numa escola de samba e promover a qualidade da cirurgia plástica de seu pai. O máximo que conseguiu foi um papel num filme novo do Zé do Caixão, que achou nela a atriz ideal para protagonizar seu novo filme, "O Ataque dos Zumbis Orientais", no qual interpretou a morta-viva Lady Letal. Yuriko ainda teve um caso com o famoso cineasta trash brasileiro, adotando inclusive seu bom gosto estético, deixando de cortar e limpar as unhas durante anos a fio.

De volta ao Japão, Yuriko conheceu Logan, o Wolverine, e descobriu que ele foi o único paciente de seu pai a resistir à cirurgia de substituição de ossos por adamantium. Ela pediu que ele permanecesse no Japão para divulgar o sucesso do tratamento paterno, mas Logan estava com pressa para viajar para os EUA, pois havia sido contratado pelo Professor Xavier para ser o garoto-propaganda do X-piritismo. Yuriko, apaixonada por ele, o acompanhou nessa viagem.

Na mansão X, o professor X recebeu Wolverine colorosamente, mas recusou-se a admitir Yuriko. Alegou que, segundo a doutrina de Allan Kardec, o mutante-mor, pai do X-piritismo, asiáticos eram espíritos inferiores, e que já havia preenchido a cota para alunos pardos e afro-descendentes, com a admissão de Ororo, conhecida como Tempestade. Como se não bastasse, Yuriko percebeu que Logan preferia inexplicavelmente Jean Gray, uma mulher de olhos verdes, magra, peituda e curvilínea, a ela, uma japonesa com cara de cadáver e unhas de urubu.

Yuriko se revoltou com aquele preconceito e se associou à única instituição em que seria aceita exatamente como era, o Império do Mal. Adotou o codnome que havia recebido de Zé-do-Caixão (Lady Letal) e saiu por aí, fatiando as pessoas com suas unhas gigantescas e contaminado as sobreviventes com leptospirose, pois a sujeira acumulada bem que servia para alguma coisa.

Depois de muito tempo com essas unhas grandes, Yuriko foi encontrada por um rapaz na brasília amarela, toda remelenta, estronchada, num bar, entregue as bebidas. Este mesmo rapaz cortou os cabelos do suvaco e as unhas dos pés e a chamou de querida, mas depois de alguns anos, ele descobriu que ele a traia e .