Le Chevalier d'Eon

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
FrancesAutentico.jpg ALLONS EN₣ANTS DE LA PUTARIE!!

Este artigo è ₣rancês! Ele não toma banho, come camembert e faz biquinho. O autor já mendigou na Avenue Champs-Elysèes e è xenofòbico.

Cuidado! A qualquer momento um alemão pode invadi-lo!

Shun de Andrômeda aqui...
Le Chevalier d'Eon tem problemas emocionais!

Este é um típico artigo Yaoi, que menciona coisas gays que só gays yaoístas curtem. Se você é cabra omi e odeia Yaoi, NÃO LEIA este artigo, pois ele pode levá-lo para o lado rosa da força, mas se carapuça serve, sente, digo, sinta-se à vontade.

Cquote1.png Nha! Eu vi esse anime! Muiiiito kawaii! *__*~~ Cquote2.png
Otaku sobre Chevalier d'Eon

Cquote1.png Esse aí é macho até debaixo de outro macho! Cquote2.png
Eu sobre Chevalier d'Eon
Cquote1.png Que mulher gostosa! O que? Não é mulher? Cquote2.png
Você sobre Chevalier d'Eon
Cquote1.png This is Sparta! Cquote2.png
Leonidas sobre Chevalier d'Eon


Nasceu, em 8 de agosto de 1700 e lá vai pedrada, Charles Genevieve Louis Auguste Andre Timothe, Cavaleiro d'Eon. Como o nome é comprido e feio demais, vamos chamar ele só de Chevalier d'Eon. Em francês, porque além de chique não fica essa coisa a la Cavaleiros do Zodíaco.

Enfim, o pai desse cara era um advogado dos grandões lá da (in)justiça francesa e a mãe era uma vagabunda.

Este anime muito conhecido na França fala de um jovem que depois da morte da irmã, traumatizado, começa com viadagem dizendo que a irmã o incorpora e em todas as lutas ele usa vestido e peruca como se fosse a irmã para expor seu complexo de homossexualidade.

Se você tiver irmã morta e você começar a se vestir como ela, agir como ela e a ir nas baladas GLS dizendo que é ela e acabar na cama de algum Ricardão. Se caso você não tenha uma irmã morta invente uma e diga pra todo mundo que você se veste como sua irmã imaginária por que ela morreu atropelada com um carro imaginário...

Para mim é mulher

Aparência[editar]

Tipo, o cara era afeminado. Ele era miúdo (por volta de 160cm), tinha cintura fina, pés e mãos pequenos, cabelos mais sedosos do que os de propaganda de shampoo na TV e olhos azuis. Resumindo, o cara tinha pulado de um mangá shoujo. Mas apesar de tudo quando a criatura nasceu, todo mundo sabia que era macho. Ou seja, que tinha uma benga entre as pernas, sacaram? A parteira, a mãe, o pai, a irmã, tua mãe, o cachorro, o papagaio e a empregada viram que o cara era homem.

Infância e Adolescência[editar]

Ele cresceu como uma pessoa normal, com um pequeno detalhe.

Le Chevalier d'Eon tinha uma mãe fetichista e provavelmente apaixonada por yaoi. A tia vestia o pobre infeliz com roupas femininas (da irmã dele), pra se divertir. É que naquela época ainda não existia a Barbie.

Ele terminou sua educação num colégio com um nome super esquisito, em Paris (claro, pra ter nome estranho tem que ser francês) e virou um secretário de um cara que era administrador de alguma coisa fiscal também na capital da França (Paris, pros que chutaram Amsterdã).

No Exército[editar]

O cara embarcou nessa de gaiato: por causa de uma aposta idiota. Ele e seus amiguinhos felizes apostaram que d'Eon conseguia enganar a rainha da França (que tem um nome impronunciavel), se passando por uma mulher. O cara não só enganou a rainha como enrrolou o rei também. Louis XV, o rei, ficou surpreso com o disfarce (pra não dizer cross-dressing) de d'Eon e o colocou no exército. Ninguém sabe o porquê, mas colocou.

Não pensem que só porque o d'Eon era afeminado que ele era fraco. Foi o melhor esgrimista, tanto da França quanto da Inglaterra.

Na Rússia[editar]

Louis XV buscava explorar, digo, fazer tratados com a Rússia naquela época. Ele tinha enviado dos caras pra conversar com a Imperatriz Elisabeth, só que ambos voltaram com o rabo entre as pernas: pelo que parece, a Beth era chegada numa luta aranhal e baniu todos os machos do palácio. Ou seja, aqueles embaixadores engomadinhos não chegaram nem perto da Imperatriz.

Como os pobres inocentes daquela época ignorava a possibilidade das mulheres terem cérebro (bom, muitos ignoram isso até hoje), tinham medo de mandar uma mulher fazer os acordos lá com a nossa amiga da Rússia. Resultado? Aham, vocês acertaram: mandaram o d'Eon dar uma prensa na rainha.

A identidade do chevalier foi mudada para Lia de Beaumont. Chegou a corte vestido de mulher, fez amizade com a imperatriz, a comeu metafóricamente e ela assinou os tratados que beneficiavam a França. Depois disso, ela se tornou amante do cara.

Na Inglaterra[editar]

Não. Eu acho que é homem mesmo

Depois de assinar na russa e fazê-la assinar acordos na Rússia, ele foi enviado a Inglaterra. Vestido de homem, infelizmente. Por que infelizmente? Saquem só:

A rainha da Inglaterra podia não ser ninfomaníaca como a da Rússia, mas era superticiosa pra caralho. Ela teve um sonho esquisito. Não, não foi um sonho erótico. Nesse sonho, d'Eon conseguia curar a doença de seu filho.

Por causa disso, o nosso herói foi chamado no palácio real. De noite. Nos aposentos da rainha. Por azar, o rei George III deu de cara com ele lá. A bicha chifruda (d'Eon tinha comido a rainha em outra ocasião) surtou.

Um assistente da rainha disse pro rei que d'Eon era uma mulher, tentando salvar a rainha e o príncipe (que ia ser morto, apesar de não ter nada a ver com a história). Como haviam rumores, tipo do chevalier ser hemafrodita, em torno do sexo do cara, o rei da Inglaterra enviou uma carta a Louis XV da França pedindo confirmação do sexo de d'Eon (não era mais fácil abaixar as calças dele e ver se tinha uma benga ou uma rachadura?).

Aconselhado pela nova rainha (a de nome complicado morreu), Jeanne, o rei confirmou o falso sexo de d'Eon.

E todos ficaram de bem de novo.

O sexo de d'Eon[editar]

Os ricos são desocupados. Fato. Todos sabem disso. Isso sempre foi assim. Na França, em 1770 e poucos, o passatempo dos ricos era fazer apostas no sexo de d'Eon.

Muitos devem estar se perguntando: por que não pegavam o homenzinho na marra e viam os documentos ou a falta deles? Cara: o homem-mulher ownava todo mundo na esgrima. Vocês acham que iam ter coragem de chegar perto de um grande esgrimista como ele? Citando o Fausto Wolff:

Cquote1.png É que d'Eon, embora vestido de mulher e com a carinha de uma Brigitte Bardot pré-napoleônica, era macho pacas. Nego que tentasse apatolar não vivia pra contar se tinha apatolado alguma coisa. Cquote2.png
Fausto Wolff sobre Chevalier d'Eon

Louis XV com medo que o chevalier entregasse segredos de estado (além de coisas mais), ordenou que ele ficasse vestido de mulher pelo resto dos seus dias. Um cara que tinha apostado na vagina, não no pênis de d'Eon, chegou a levar o caso para os tribunais. Onde um médico (claro que subornado) confirmou que o cara era uma mulher e tinha inclusive seios (!).

Fim de sua vida[editar]

Apesar de ter sido liberado das roupas femininas por Louis XVI (um rei com um pouco de juízo na cabeça), d'Eon preferiu continuar vestido de mulher, para proteger a rainha da Inglaterra (e seu pescoço, claro). Vivia com uma amante que conheceu na Rússia, todos pensavam que as duas velhinhas era mãe e filha ou duas irmãs. Nunca sonhariam que eram marido e mulher.

Quando morrem em 1810, acho, examinaram o seu corpo. O médico constatou: "nádegas singularmente redondas (nádegas não são plurais e jamais quadradas...?), seios grandes, braços, pernas e dedos de mulher, mas com uma pemba de 15cm em posição de descanso".

O rei George III enlouqueceu com essa notícia.

Atualmente[editar]

Aqui estou referindo ao anime, recentemente lançado, "Le Chevalier d'Eon" que não passa de um insulto a memória desse espião da França.

No anime, ele não passa de uma bichinha que chora a morte da maninha e desmunheca metendo porrada em todo mundo.

Esse artigo foi feito para dar um pouco de cultura aos otakus que dizem "NHAAA!1!!11 O Xevaliê de Eon é tão sexy! *¬* Muito uke!!!11! A onee-san dele é tão kawaii!"

Primeiro: ele era macho. Nunca uke. Mesmo vestido de mulher.

Segundo: não se sabe que fim levou a irmã dele. Mas ela não se chama Lia de Beaumont e nem incorporava nele.

v d e h
Este artigo fala sobre um anime.