Legend of the Galactic Heroes

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Pow! Paf! Tum!
AAAAA!!!
Legend of the Galactic Heroes é algo relacionado a Shounen

Esse artigo tem a ver com animes/mangás onde os personagens vivem brigando, lutando, metendo porrada e resolvendo as diferenças na base do cacete!
Alem de bom de briga, esse artigo é poderoso!
Lotgh.gif
DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...
  • ...Legend of the Galactic Heroes é o OVA mais longo da história do Japão
Legend of the Galactic Heroes
銀河英雄伝説
Ghl.gif
Heil Hitler!
Gênero Ficção científica
Mangá
Autor Katsumi Michihara
Divulgação Shonen Captain Chara
Onde sai Nas bancas
Primeira publicação 1986
N° de volumes 11
Anime
Dirigido por Noburo Inseguro Ishiguro, Keizou Shimizu e Kenichi Moeda Maeda
Estúdio Kitty Films
Onde passa Japão
Primeira exibição 1988
N° de episódios 110
Filmes 2
OVAs 3

Cquote1.png Você quis dizer: Gundam Cquote2.png
Google sobre Legend of the Galactic Heroes
Cquote1.png Experimente também: Macross Cquote2.png
Sugestão do Google para Legend of the Galactic Heroes
Cquote1.pngSua intenção era pesquisar: Patrulha do EspaçoCquote2.png
Google sobre Legend of the Galactic Heroes
Cquote1.png Mais um anime que nos plagia. Cquote2.png
Star Wars sobre Legend of the Galactic Heroes
Cquote1.png Vou processar o autor dessa porra. Cquote2.png
George Lucas sobre Legend of the Galactic Heroes

Legend of the Galactic Heroes é uma série que surgiu pela primeira vez nos anos 80 em forma de livros escritos por um tal de Yoshiki Panaca Tanaka. Com o sucesso de vendas, vieram adaptações para anime e mangá.

Até agora, nada relacionado a Legend of the Galactic Heroes foi lançado oficialmente fora do Japão, contribuindo com a pirataria otaku mundial graças ao maldito egoísmo nipônico.

O que é[editar]

O humilde e incorrompível gênio da Aliança.

Imagine pegar Gundam, Macross, Patrulha Estelar, Pirata do Espaço e outros clássicos animes de mechas no espaço e tirar as poucas coisas que fazem valer a pena assistir a essas drogas: os alienígenas malvados, a j-music grudenta, os guris retardados pilotando robôs gigantes fodas e os visuais espalhafatosos. O que sobra? Um filme chato de ficção científica!

Pois é, em Legend of the Galactic Heroes os pilotos espaciais são jovens adultos, as naves são caças funcionais em forma de caixotes e a trilha sonora é música erudita. Não existem vilões, somente antagonistas.

Os personagens se vestem de maneira muito similar aos militares da vida real, mas a porra da história se passa no século XXXV! Ninguém quer ver realidade, queremos ver fantasia!

Como é[editar]

O temível e inescrupuloso estrategista do Império.

O futuro, como não poderia deixar de ser, virou uma merda catastrófica. A Terra não é mais o único planeta habitável, os homens agora estão espalhados por uma parte da galáxia.

Seria uma maravilha, se não fosse pelo fato de que há 120 anos a humanidade foi dividida em duas grandes potências que vivem em guerra desde então. Essas potências são o Império Galáctico nazista ditador monárquico e a Aliança dos Planetas Livres democrática.

Cada uma delas escolhe um comandante para suas tropas estelares, e lógico que os caras selecionados ficam se achando a última bolachinha recheada do pacote, quando na verdade não passam de marionetes para camuflar e desviar as atenções dos políticos corruptos que comandam a bagaça toda.

E a dupla de infelizes sortudos é...

Imagem Quem é O que faz
Richard von lohengram.jpg
Reinhard von Lohengramm O anti-herói. Claro, o bonitão loiro de olhos claros tinha que ser o malvado! Nascido na Prússia, Reinhard tem sangue nobre, mas teve uma infância pobre e perdeu cedo sua mãe. Para conseguir dinheiro, sua irmã Annerose foi vendida por seu pai para o imperador Kaiser Friedrich IV, de quem tornou-se puta de luxo. A princípio, a prioridade de Reinhard à frente do Império Galáctico é resgatar Annerose, mas acontece aquele clichê de o poder subir-lhe à cabeça e ele almejar ocupar o lugar do imperador também.
Yang wen.jpg
Yang Wenli Lógico que o herói tinha que ser um oriental. Para que o preconceito patriotismo japonês não ficasse tão evidente, fizeram do país de origem de Yang a China. Estudante de História, a princípio ele apenas uniu-se à Aliança dos Planetas Livres para conseguir pagar a faculdade, mas depois que conhece de perto os horrores da guerra, tenta usar toda sua sabedoria para acabar com os conflitos o mais rápido possível. Como se fosse assim tão fácil... Quase um Shun de Andrômeda de tão gay honrado.

Porcaria Galeria[editar]

v d e h
Este artigo fala sobre um anime.