Lei Oficial do Brasil

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa


A Lei nº 8.124/76, popularmente conhecida como sendo a Lei de Gérson, é uma lei promulgada pelo então representante do povo brasileiro, Gérson Pavlov Abramonoviski no ano de 1976. A lei é de suma importância no Brasil, país onde ela foi promulgada, pois é ela quem define o funcionamento da esfera pública e privada, bem como suas diretrizes.

Antecedentes[editar]

Gérson Pavlov Abramonoviski fazendo um bico de garoto-propaganda nos anos 80

Gérson foi um famoso garoto-propaganda da década dos punks, nascido numa selva chamada Brasil, lugar em que essa lei é aplicada rigorosamente. Após conviver com décadas de indiferença social e convívio num dos piores tipos de habitat em que algum animal pode viver, Gérson viveu carregando isso no seu íntimo, até ser eleito deputado federal pelo RJ nas eleições nacionais de 1964.

Gérson foi eleito com uma propaganda eleitoral onde ele prometia o lema francês aos seus seguidores. Sem a grana que ele ganhou fazendo bicos como jogador de futebol, em 10 meses de campanha só deu pra gravar três videotapes, todas com 3 segundos de duração, o tempo que ele tinha na televisão:

Cquote1.png Flutua como borboleta, pica como vespa, não vote naquela besta, é assim, vote em MIM! Cquote2.png
Gravação para o horário político OBRIGATÓRIO 1
Cquote1.png Eu vou defender toda aquela corrupção! Eu e minhas esposas nunca fomos a favor e tudo isso e... Cquote2.png
Gravação para o horário político OBRIGATÓRIO 2
Cquote1.png Liberdade aos justiçados, igualdade entre os mais pobres e fraternidade com muito carnaval para todos! Cquote2.png
Gravação para o horário político OBRIGATÓRIO 3

Após o fim da carreira política, em meados da década de 80, Gérson ficou rico escrevendo livros sobre sacanagem em parceria com Paulo Coelho e o Marquês de Sade. Sarney repetiu os mesmos passos anos depois

Atualmente, ele trabalha como embaixador da UNICEF no combate à pedofilia e à prostituição infantil.

A Lei[editar]

Basicamente, ela consiste numa interpretação de um leigo da Teoria da Relatividade, de Albert Einstein, que diz: uma salsicha num pão é pouco, mas uma linguiça no teu é muito. Porém, no parágrafo 35 do inciso 3º da lei diz que "os membros diretamente empregáveis ou encaixáveis entre si deverão manter uma relação de reciprocidade, mesmo que de forma vil". Em outras palavras, como o próprio Gérson definiu na sessão ordinária da Câmara que foi promulgada a lei:

Cita3.pngO que é importante mesmo é levar vantagem em tudo, certo?Cita4.png
Gérson durante a sessão que promulgava a Lei de Gérson

A lei primeiramente começou como uma circular da câmara, lugar onde ela foi praticada muito antes de ser posta em vigência (na verdade é uma regra daquela casa). Só depois, começo a valer obrigatoriamente em todo território nacional em Janeiro de 1977 e quem não concordasse ia parar no pau dos milicosos. No início a Lei de Gérson foi bastante combatida, mas depois foi difundida pelos próprios brasileiros, principalmente os de camadas mais baixas da sociedade (vulgo póbry).

A Lei de Gérson fez Guido Mantega se mandar numa canoa furada da Itália para o Brasil só para desfrutar de suas vantagens.

Aplicação prática[editar]

Onde e em quais momentos a Lei de Gérson DEVE ser aplicada no brasil: