Leis de Newton

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Bj.jpg Este artigo é relacionado à física.

Não estranhe se ler que o vidro é um fluído.

Única lei verdadeira de Newton: Quero parecer mais bonitinho.

Introdução[editar]

Se leis são feitas para serem obedecidas porque esse cara as descobriu pra gente ter que decorar ao invés de simplesmente obedecê-las? Mas o fato é que são três as leis conhecidas e feitas por Isaac Newton:

Brotoejas de Newton[editar]

Quem anda não está inerte: brilhante conclusão.

A cabeça de Newton não tinham pensamentos brotando, tinham sim, brotoejas, isso porque ele era um viveiro de peste bulbônica desde que sua cabeça conheceu o que é cabelo. Isso o fazia coçar muito a cabeça, e ele era daquelas pessoas que pensam melhor coçando o couro cabeludo. E lá ia a mãozinha de Isack fazer a massagem no crânio em busca dos piolhos, que podiam até escapar, mas não escapava a ideia visionária que ele viesse a ter, isso não. E de muitas delas, inclusive a da gravidez gravidade, saíram as três ditas leis que somos todos obrigados a saber, mas na prática ninguém usa. Ora, mas Newton não passou a maior parte da vida se coçando para nada, então vamos às rezas.ok

Leis[editar]

Primeira Lei[editar]

Lei da Inércia, significa, segundo Newton, a seguinte e conhecida reza: Todo corpo tende a permanecer em repouso ou em movimento retilíneo uniforme, a não ser que uma força aja sobre ele. Que seja.

Primeiro o cara tem que se decidir: ou a coisa está em repouso ou em movimento, seja uniforme de coletor de lixo ou não, outra que se o criatura esperar uma força agir sobre ele, vai ser internado como autista. E as rochas dizem sofrer a ação dos ventos desde que se fala em erozão, mas continuam paradas no mesmo lugar... em movimento retilínio uniforme que só os olhos de gueixa de Newton enxergaram, ele estava esperando seu namorado chegar, paradão, e enquanto ele não aparecia, seu terceiro olho piscava em movimento retilíneo uniforme.

Como se isso explicasse alguma coisa.

Segunda Lei[editar]

Lei da Aceleração Constante, outra conhecida reza de Newton: A aceleração de um corpo é proporcional à força resultante que atua sobre ele. E os anjos e capetas digam amém. Eles podem dizer, mas eu digo que essa é mais fácil ainda de saber que é totalmente falsa e sem nexo, ora muito simples: a força que atua sobre ele é proporcional à competência dos freios: se os freios forem bons a força resultante será menor, não importa o quanto acelere, pô. Nessa época, Newton já tinha chatos (inclusive você) por todo o corpo, mais concentrados nos pentelhos.

Terceira Lei[editar]

Essa é uma reção que começou apenas com uma tentativa de ação.

Lei da Ação e Reação, essa reza não faz nenhum milagre mesmo: Toda ação exercida sobre um corpo terá ação igual em sentido contrário. Nada a ver e é muito simples de entender: a reação só se dá se a primeira força que atuou for fraca, do contrário quem recebeu a ação vai mais é ficar bem quietinho e não vai reagir coisa nenhuma, e mergulhe algo fervente em água fria, a coisa vai se encolher toda, não vai jogar a água novamente. E me diga se praticarem a ação de encostar um medonho berro na sua fuça, você não vai ter reação alguma, se tem amor à essa sua vidinha já sem muita ação.

Lei de Gaga[editar]

Quem usa óculos estranhos e roupas escrotas é traveco. - Eu sei lá né, isso é coisa de ip, mas essa lei eu nem sigo mesmo.

Conclusão[editar]

E de toda essa reza, podemos somente achar uma coisa: Newton assim como você e eu, apenas não tinha mais o que fazer (ou não). Nada disso serviu de base para nenhum invento importante. Por exemplo: Alberto Santos-Dumont não usou isso pra descobrir o segredo de fazer algo BEM mais pesado que o ar levantar voo, quem usou as leis de Newton, foram os inventores aficiais do avião, que na verdade só fizeram foi uma catapulta gigante, mas sendo americanos descendentes de ingleses, eram especialistas em patentear.

Ver também[editar]