Liberdade

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Wikisplode.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Liberdade.

Nota: Este artigo fala do ideal inventado na França, para a cidade mineira consulte Liberdade (Minas Gerais).

Cquote1.png Você quis dizer: Bairro de São Paulo Cquote2.png
Google sobre Liberdade
Cquote1.png É de comer? Cquote2.png
Americano sobre liberdade
Cquote1.png Livre como um pássaro! Cquote2.png
Recém-ex-presidiário sobre liberdade
Cquote1.png Antes preso do que mal alimentado! Cquote2.png
Canário engaiolado sobre urubus
Cquote1.png Como um pássaro? Cquote2.png
Canário da citação anterior sobre citação anterior à citação anterior
Cquote1.png Liberdade... ¬¬ Cquote2.png
Imigrante condenado sobre Estados Unidos
Cquote1.png I want to Break free! Cquote2.png
Queen sobre liberdade
Cquote1.png Pedri de Lari Cquote2.png
Vesgo sobre Liberdade
Cquote1.png Esto non ecziste Cquote2.png
Padre Quevedo sobre liberdade
Cquote1.png O que é isso? Cquote2.png
comunista sobre liberdade

Liberdade é uma abstração do espaço para o livre-arbítreo que começa em você e termina onde sua conta bancária puder comprar. Em inglês, utiliza-se a expressão Full-wallet para liberdade .

Introdução[editar]

A liberdade é algo abstrato, portanto, não é algo palpável, mas para resolver este problema foram criadas cadeias, leis, advogados e o maior dos administradores da Liberdade, o dinheiro.

O símbolo da liberdade

Localização[editar]

A liberdade pode ser encontrada em diversos lugares no Brasil, principalmente nas cadeias, e na Europa, ou quase isto, em Portugal.

Em São Paulo materializada como um bairro de olhos-quase-fechados no qual pode ser encontrada todo tipo de comida, mas invariavelmente estas se comem com o pau.

Já em Belo Horizonte, devido à sua libertinagem, possui não apenas o bairro banhado pela mal-cheirosa Lagoa da Pampulha, mas também a prasda Liberdade que um cartão quase-postal infestado de todo o tipo de pseudo-elite belo horizontina, mas se salva de certo modo por conter uma quantidade imensa de pessoas mais amigáveis, os mendigos. Ainda em Minas, existe uma cidade parecida com cuiabá chamada Liberdade (cuiabá: iabá significa do mundo)

Em Salvador há o bairro da liberdade no qual você não pode nem sonhar em ter a liberdade de contar uma piada racista, a não ser que você possua um helicóptero para sua fuga. Este bairro é pouco festivo, mas os moradores conseguem se divertir na restrita temporada de festas que vai de segunda a segunda de Janeiro à Onzembro.

Em Prtugal há o bairro da liberdade, mas Manuel foi a pádiria e já volta para falar sobre este.

Relação monetária[editar]

De qualque modo, as liberdades pelo Brasil e pelo mundo não se comparam em tamanho e representatividade a uma carteira cheia de dinheiro, pois com esta você pode ir à todas as festas do bairro de Salvador, saborear as lindas garotas do bairro Belo-horizontino, comer todas as gororobas do bairro paulistano e do bairro lisboeta.

Tipos[editar]

Segundo teórico Capitão Óbvio, a liberdade pode ser classificada assim como qualquer outra coisa que também possa ser classificada.

Expressão[editar]

A liberdade de expressão existe até que você seja socado pela pessoa que não gostou do que você falou.

Esta forma de liberdade na verdade não é livre, pois você só poderá alegar que falou algo baseado no free-speech se, e somente for "baseado na lei, perseguir um objetivo reconhecido como legítimo e ser necessárias à realização desse objetivo" ou, além disto tudo ter, como já foi dito, dinheiro na carteira. Aí sim você pode falar o que te der na telha.

Ver também[editar]