Libertarianismo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Ancapflag.png Este artigo é coisa de ancap!

Ele odeia o governo, sonega impostos, só compra em bitcoins e seu sonho é andar de tanque. Nem pense em ferir o PNA vandalizar, pois sua agência de segurança privada está de olho!


Cquote1.svg Você quis dizer: Anarquismo para ricos Cquote1.svg
Google sobre Libertarianismo
Cquote1.png Experimente também: Conservadorismo Cquote2.png
Sugestão do Google para Libertarianismo
Cquote1.png Experimente também: Crack Cquote2.png
Sugestão do Google para Libertarianismo
Cquote1.svg Nazistas! Cquote2.svg
Esquerdistas sobre Libertários
Cquote1.svg Seu verme miserável estatista! Cquote2.svg
Paulo Kogos sobre qualquer um
Cquote1.svg Essa página está 85-90% politizada Cquote2.svg
Maycon Freitas sobre Libertarianismo
Cquote1.svg Acabou o pastel de flango!!!! #OGIGANTEACORDOU! #FORAPT #FORACORRUPTOS Cquote2.svg
Liberotários em greve sobre Libertarianismo
Cquote1.svg Sou contra bolsa família, mas me inscrevi no Ciência sem Fronteiras Cquote2.svg
Liberotário comum sobre Libertarianismo
Cquote1.svg Dinheiro para mim é tudo, falô maluco? Cquote2.svg
Morre Diabo sobre Libertarianismo
Cquote1.svg Alguém falou Crack? Onde? Cquote2.svg
Liberotário comum sobre Libertarianismo
Cquote1.svg Mucilon Oi! Cquote2.svg
Anarcocapitalista-punk-confuso sobre Libertarianismo
Cquote1.svg PRIVATIZA! Cquote2.svg
Liberotário comum sobre Sua Mãe
Cquote1.svg Só quem mora no Morumbi sabe Cquote2.svg
Liberotária classe média-alta sobre Libertarianismo
Cquote1.svg Ih, foi mal, a minha é federal Cquote2.svg
Liberotário anarcomiguxo sobre a ineficácia dos serviços públicos sobre Libertarianismo
Cquote1.svg Agrega valor ao camarote Cquote2.svg
Alexander de Almeida, pensador miguxo sobre Libertarianismo
Cquote1.svg É o nosso café da manhã, antes dos nerds! Cquote2.svg
Valentão sobre Libertarianismo
Cquote1.svg Coma Maçã! Cquote2.svg
Dâniel Fraga sobre Libertarianismo
Cquote1.svg Não existe almoço grátis Cquote2.svg
Milton Friedman sobre Libertarianismo
Cquote1.svg Existe sim, o bolsa família!!1!11 Cquote2.svg
Petralha sobre declaração acima

O Libertarianismo (também conhecido como liberotarismo, anarcocapetalismo ou ainda PSTU do Liberalismo), vem do inglês “Liberotarianism”, e é a filosofia política anarcomiguxa malvadona e elitista que visa a defesa da liberdade dos ricos, do individualismo e do direito à comprar Crack e ficar chapado sem que os Porcos Armados do Estado confisquem e sem que os Militantes Sem Trabalho socializem o Crack. Na prática, assim como outros "ismos", é só um assunto pra desempregado bater boca na internet e passar o tempo, se você foir muié, tem o plus de surgir manginas te venerando, mesmo você falando só baboseira já batida.

História[editar]

Alexandre o Grande, o criador do anarcocapetalismo.

Surgiu em 376 a.C., com Alexander o Grande de Almeida (também conhecido como Rei do Camarote), com a necessidade de miguxos brancos e ricos em privatizar não alguns, mas todos os setores, e criar um completo sistema desumano e desigual que pretende sustentar ricos que gastam, na balada em uma única noite, de 5 mil ao infinito. Uma característica do Liberotarismo, naquela época, era condenar pobres amarrando-os em postes (caso tivessem cometido um crime, mas nunca, em hipótese alguma, condenar ricos, especialmente os brancos). A prática acontece até os dias atuais.

No Brasil, ativistas ricos de sofá, acadêmicos que nunca completaram a quarta série (também conhecido como Olavo de Caralho) e desocupados comedores de McDonalds, trouxeram as ideias anarcocapetalistas dos EUA e iniciaram uma petição no Avaaz (pois não possuem idade suficiente para fazer uma manifestação de rua) para a criação do partido Liber-otários. O partido visa a privatização de tudo na sociedade, exceto Toddyinho e pastel de flango. Curiosamente, o anarcomiguxismo anarcocapitalismo - em outras palavras, "anarquismo para ricos" - é contra o Estado e políticos, mas quer marcar presença na política e criarem um partido e tornarem-se políticos.

Já no lado plebe, tudo começou em um canto de cachaceiros na internet onde usavam o ideal apenas como lulz para se entreter, porém não demorou muito para esse lixo radioativo escorrer na parte normie da internet por motivos desconhecidos, aí o pessoal sem boletos pra pagar resolveu levar essa porra a sério, abrindo a porteira para edgelords de 15 anos postar suas falas cringes no facebook através de páginas anti-PT, anti-PSDB, anti-Política, anti-Estado e pró-Livre Mercado, pró-EUA, pró-Capitalismo Selvagem e principalmente pró-Drogas (principalmente o Crack). Ganhou uma sobrevida no twitter devido a mais uma cagada, explicada abaixo, onde que já era ruim piorou pois adicionaram biscoiteira mulher na equação, transformando o movimento que já era uma paródia de si mesmo em um ambiente que só um completo doente das ideias consegue suportar.

Metas[editar]

"Sabem de quem é a culpa? Do Estado!" FRAGA, Dâniel

As Metas do anarcocapetalismo são:

  • Exterminar a pobreza; Para isso, é preciso exterminar os pobres - amarrando-os em postes ou linchando-os em público.
  • Acabar com o Estado e políticos; Para isso, é preciso fundar um partido e seus membros serão os novos políticos. (Procurar: partido brasileiro LIBER)
  • Sociedade livre, é uma sociedade capitalista; afinal, em uma sociedade capitalista todos são livres para ir e vir - desde que tenham dinheiro.
  • Sociedade livre, é uma sociedade privatizada; para isso, coloquemos tudo à mercê dos empresários e suas empresas privadas. Quer saúde, educação e transporte de qualidade ou dar uma volta no parque, tomar um banho na praia ou rio? Pague! Se não tem dinheiro, perdeu playboy!
  • Opressão só existe na visão do oprimido, e a classe liber-otária faz parte da classe opressora. Logo, nada de leis pró-LGBTs, pró-pobres, pró-negros, pró-indígenas, etc.! Heil, Hitler!
  • Pastel de flango como comida universal; estará incluído no menu de todos os monopólios de fast-food como McDonalds, Burguer King, etc. (Dâniel Fraga já contestou falando sobre a Maçã nos cardápios, em um vídeo que exalta a fruta)
  • Armas e dinheiro são a reposta para a humanidade, nenhum liber-otário que se considere "cidadão de bem" pode viver sem; Afinal, guerras e acúmulo de papel são tudo para uma vida digna, de statis e de qualidade.
  • Instituto Mimimises Mises como fonte de toda a verdade; pois nada mais confiável e válido academicamente como ter apenas uma fonte única de informação. Usar a Veja como fonte também é algo frequente, afinal nada melhor do que usar meios de comunicação controlados por pessoas de grande poder aquisitivo e que controlam tudo o que você pode saber ou não.
  • Parar de sustentar o Estado bobo e mau e sustentar todos os empresários pois todos estes são bonzinhos e ligam para te foder e roubar seu dinheiro a qualidade do produto final.

Como se tornar um Libertário[editar]

Para se tornar um verdadeiro Anarcocapetalista, é preciso fazer o teste da Cracolândia. Para fazer o teste, deve-se satisfazer os seguintes pré-requisitos:

Após satisfazer os pré-requisitos, é só passar a usar Crack, endeusar o grande mestre Paulo Kogos, ler artigos do Instituto Ludwig Von Mimimises, sempre usar Crack antes de escrever ou falar qualquer coisa e aprender os gritos de ordem "FORA CONSERVAS!", "FORA PETRALHAS" e "PRIVATIZE JÁ!" pra sair gritando por onde quer que você vá.

Liberteen[editar]

Algumas crianças irritadas com os altos impostos sobre os Bonecos Max Steel criaram um movimento próprio dentro do Libertarianismo chamado Liberteen, que consiste em uma criançada e adolescentes do barulho que postam no Facebook que imposto é roubo e tem que privatizar tudo. Para ser um Liberteen você nunca pode ter trabalhado na vida.

Biscoiteiras Mulheres Libertárias[editar]

Movimento que surgiu na cracolândia da internet (coincidência?) por volta de 2018, depois que channers tentaram redpillar algumas universitárias com vida sexual social abaixo da média no intuito de posar como alpha e praticar um coito, porém sem sucesso, dando início a mais essa anomalia na internet, mas que bela cagada tchê.

Elas, basicamente, passam o dia discutindo baboseiras libertárias pra lá de clichês, farmando biscoito com foto e, é claro, sendo endeusadas em tempo integral por desempregados, gordos e adolescentes em geral. Como é só, e somente só, uma fachada pra se autopromover na internet, no fundo sentem asco pelos libertários e (para desespero deles) segundo seu ego somente um Rodrigo Hilbert merece bater virilha com alguém "tão intelectual" como elas. Percebendo que o "Don't Tread On Me" virou "Won't Fuck On Me", alguns libertários resolveram migrar para uma outra tendência, outros viram nessa desilusão um bom motivo pra sair dessa adolescência mental e ir fazer algo que preste, porém a maioria continua nessa friendzone digital, se contentando com migalhas de atenção de mulher que nunca viram na vida, aumentando a estatística de jovens depressivos e desempregados.

O Criador e o Mascote[editar]

O criador do Libertarianismo

Um conselho do mascote do Libertarianismo

Como chegar ao Anarcocapitalismo[editar]

Grandes filósofos e teóricos do liberotarismo, como Milton Friedman, F.A. Hayek, Murray N. Rothbard e o grande mestre iluminado Ludwig Von Mimimises fizeram incontáveis livros sobre como chegar ao anarquismo capetalista. Em 666 D.C, Após se reunirem com Alexander de Almeida, com o CEO do McDonald's e com o Professor Carvalho no Conselho dos Supermiguxos Capetalistas, eles chegaram a um consenso sobre o processo até o anarcocapetalismo. O plano era usar o dinheiro do Rei do Camarote para financiar o desenvolvimento de um exército Pokémon criado pelo Professor Carvalho para acabar com o estado e privatizar tudo, inclusive a Sua Mãe. O plano está em andamento e já foram criados alguns Pokémons, como a Rachel Charizard e o MC Pikachu, os quais usam McLanche Feliz e Crack como combustível.

Como sair do crack Anarcocapitalismo[editar]

Para recuperar a sanidade mental é necessário, seguindo a ordem:

  • Parar de ler merda no Desciclopédia.
  • Parar de editar merda no Desciclopédia.
  • Excluir twitter, instagram, tinder e afins.
  • Ir dormir às 22h e acordar às 6h pra sair caminhar. (aproveite pra cumprimentar todos que encontrar na rua, pra acabar com essa frescuragem de timidez)
  • Arranjar uma ocupação rentável. (qualquer merda de início, mas nada melhor que uma oficina ou posto, onde você pode arrotar, peidar, fumar, beber e falar merda no serviço à vontade)
  • Levantar um ferro na academia. (ui!)
  • Frequentar meretrício.

Ou seja, começar a virá home bruto, o restante (coito, vida social e propósito de vida) começa a vir como consequência de você parar de ser um banana.


Contra-indicado em caso de suspeita de dengue, sem beber não dirija, GP de 300 conto é muito top irmão.

Anarcocapitalistas famosos[editar]

Ver também[editar]