Liga da Justiça Antártica

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Afff!
Help me!

É um pássaro? É um avião? Não! É um SUPER-BABACA!


Este artigo fala de um herói ou de um vilão completamente idiota!
Só os nerds retardados gostam dele.

Clique aqui e conheça outros "zeróis".


Se eles virarem a cara, você definitivamente ficará com medo deles ao invés de se sentir seguro.

Cquote1.png Não, NÃO nos confunda com eles! Cquote2.png
Caçador de Marte sobre o Capitão Átomo confundir a Liga da Justiça América com a Liga Antártica (e tudo porque ambas têm a mesma sigla).

Liga da Justiça Antártica foi uma versão malsucedida da Liga da Justiça feita por membros da chamada Liga da Injustiça. Eles, cansados de tanto levar corça da Liga da Justiça abandonaram suas carreiras criminosas e decidiram lutar em favor dos fracos e oprimidos, com o atrapalho auxílio do completamente imbecil genial Lanterna Verde G'Nort e um clone do Surfista Prateado que usava patins e foi pintado de vermelho ao invés de prata.

O grupo era tão malfadado ao fracasso que só durou uma única edição, sendo depois despejados pra fora da Sala de Justiça.

Como surgiu o grupo[editar]

Major Desastre havia desfeito a Liga da Injustiça após ser preso pela enésima vez junto com todo mundo. Cansado de tanto se foder nessa merda igual ao Conrado, ele desfez o grupo. Mas pouco tempo depois ele e o Graúdo deram de cara com seus amigos Mestre das Pistas, Multi-Homem, Rei Relógio e o Poderoso Bruce (deve ser aquele cara daquele filme lá...) numa esquina à procura de um programinha. Decidiram tentar roubar o bar ao lado pra pegar umas pingas, mas acabaram prendendo uma quasdrilha de traficantes que vendiam pó na porta da delegacia do Sargento Refúgio. Como os puliça tavam mais preocupados com a pinga e com a pitushka do que com a cocaína, decidiram prender os fracassados.

Mas quando o povo descobriu a safadeza dos "homi" pediram a libertação dos seus heróis, impulsionados por uma campanha feita pelo grande Alborghetti. Com isso, os vilões decidiram pedir a Maxwell Lord que os apoiasse na criação de uma nova Liga da Justiça. Maxwell, que tava a fim de se livrar do estorvo chamado G'Nort mandou todo mundo pra criar a liga deles na Antártica, onde provavelmente virariam picolé por lá.

Vilões[editar]

Todo mundo diria "mas que porra de vilão teria na Antártica?" Pois é, você nunca deve ter ouvido falar na Máfia dos Pinguins obviamente. Essa máfia sacana era conhecida por seus crimes de assassinato cruel de cientistas loucos que iam pra Antartica estudar a vida deles. A Liga Antártica enfrentou esses monstros até que conseguiu depois de dias e dias de luta insessante e agonizante (em especial para os leitores burros que decidiram comprar a "Justice League of America Annual 4" - no Brasil foi numa das muitas Super Powers aí que nem eu lembro mais), eles conseguiram vencer os pinguins, mas a custo de derreterem metade da Antártica. Foram mandados de volta pros Esteites e ninguém mais lembrou que eles existiram.

O fim de cada um[editar]

  • G'Nort - Voltou a ser um cachorro imbecil que os Guardiões do Universo ainda estão tentando levar pro canil;
  • Major Desastre - O único de todos eles que realmente virou herói depois disso, dizem que em Crise Infinita ele perdeu a cabeça - literalmente, após participar da Liga da Justiça verdadeira e da Liga da Justiça Elite (uma versão metida a foderosa da Liga);
  • Mestre das Pistas - Continuou a ser um vilão de quinta do Batman;
  • Rei Relógio e Graúdo - Foram pro Esquadrão Suicida junto com os outros amigos da Liga Antártica, mas se foderam por lá e morreram. O Rei Relógio ainda integrou um grupo chamado Inimigos do Tempo, com um bando de malucos que veneravam relógios e calendários;
  • Multi-Homem - Não sabemos ao certo o que houve com esse. Talvez morreu também, quem sabe;
  • Esquiador Escarlate - Voltou a servir seu mestre Galactus Senhor Nebula, pra poder descolar putas planetas pro seu senhor comer;
  • Poderoso Bruce - ??????????
v d e h
Bem-vindo à DCclopédia!