Lindsey Vonn

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Lindsey Voon
LindsayVonn.jpg
Exibindo a mão biônica.
Nascimento 18 de outubro de 1984
Bandeira dos Estados Unidos Estados Unidos - Minnesota
Ocupação esquiadora
Prêmios Umas moedas de ouro

Lindsay Vonn (Birigui, Minnesota, 18 de outubro de 1984) é uma esquiadora de elite de alta velocidade, carismática, musa inspiradora, loira e uma das poucas mulheres do mundo que não precisa de marido rico para ter ouro.

Só é lembrada a cada 4 anos por sempre se destacar nas Olimpíadas de Inverno. Possui espalhados pelo corpo 10 parafusos, 25 pinos, 5 placas de titânio e uma mão direita mecânica, de tantos acidentes semi-fatais que sofreu praticando seu esporte, já é quase uma mulher biônica.

Juventude[editar]

Lindsay Vonn esnobando destreza ao descer o morro.

Lindsay Vonn é a prima mais velha da Danny Pink, teve uma infância tranquila nas pacatas e frias cidades do norte de Minnesota onde passava as tardes de inverno a subir nos morros de sua cidade e descer a encosta escorregando de bunda no gelo, ela diz que isso foi essencial para ela nunca ter tido celulite.

Matava aulas descendo a montanha sobre dois galhos usados como esquis. Rapidamente o seu talento em descer ladeiras em altíssimas velocidades foi reconhecido.

Carreira[editar]

Não é um simples braço quebrado que a impede de competir.

Já em 1999 Lindsay Vonn entrou para as competições de esqui onde se profissionalizou. Sempre usou como tática imaginar que está sendo perseguida por comunistas em um filme de Indiana Jones para conseguir disposição e conquistar as milhares medalhas de ouro em trezentas copas do mundo nas diversas modalidades de esqui de velocidade.

Tem uma participação discreta nas Olimpíadas de Inverno de 2002 em Salt Lake City, quando ainda inexperiente distraiu-se com um brasileiro fazendo bunda-le-le na platéia, isso custou à Lindsay segundos preciosos, que fechou o tempo apenas na sexta colocação na modalidade slalom.

Posteriormente passou novamente anos ganhando todas competições mundiais que ninguém se importa e também quebrando ossos e rompendo tendões e ligamentos.

Nas Olimpíadas de Inverno de 2006 em Turim, enquanto fazia seu tempo escorregou numa casca de banana, levou um tombo, quebrou a clavícula e teve uma parada cardio-pancreática sendo levada em emergência para o hospital, e mesmo assim ela voltou às pistas no dia seguinte e ainda terminou em oitavo lugar.

Pensamento motivador de Lindsay em suas descidas.

Novamente passou 4 anos sem ser lembrada ganhando tudo quanto é campeonato. No mundial de 2009 tornou-se a primeira americana a ganhar um ouro no Super G (Super Gay), Downhill e Slalon. Na comemoração, ao abrir uma garrafa de champanhe sabotada pela rival Ashley Tisdale, explodiu em sua mão, os pedaços de vidro cortaram seus pulsos, o plano de assassinato de Lindsay quase funcionou, mas os renomados médicos locais implantaram uma mão mecânica em Lindsay Vonn e tudo ficou bem.

Lindsey Vonn foi um dos grandes nomes das Olimpíadas de Inverno de 2010 em Vancouver, mesmo com a tíbia fraturada e a clavícula torta, ela competiu e finalmente ganhou ouro numa Olimpíada. Leva a torcida a loucura não por suas vitórias, mas por aquela roupa colada na bunda que é uma beleza.

Já pelas Olimpíadas de 2014 ela não participou, porque para variar estava com o tornozelo quebrado em mil pedacinhos, porque parece que o preço para ser rápida no esqui é ficar se acidentando mensalmente e quebrando ossos um atrás do outro.

Vitórias[editar]

Descer uma montanha à altíssima velocidade nessa posição, qualquer macho vira fã.
Mais um para a coleção.
Novamente o alto do pódio, ao lado de alguma invejosa.

Zilhões de vitórias e títulos, sendo que nas Olimpíadas de Inverno só conta a partir de 2010.

Caramba! É coisa pra cacete! É o Michael Schumacher do esqui feminino!

Data Local prova
3 de dezembro, 2004 Canadá, Lake Louise Downhill
3 de dezembro, 2005 Canadá, Lake Louise Downhill
17 de dezembro, 2005 França, Val d'Isere Downhill
3 de março, 2006 Noruega, Hafjell/Kvitfjell Super-G
2 de dezembro, 2006 Canadá, Lake Louise Downhill
20 de dezembro, 2006 França, Val d'Isere Downhill
28 de janeiro, 2007 Itália, San Sicario/Sestriere Super-G
1 de dezembro, 2007 Canadá, Lake Louise Downhill
21 de dezembro, 2007 Áustria, St. Anton Downhill
22 de dezembro, 2007 Áustria, St. Anton Combinado
19 de janeiro, 2008 Itália, Cortina d'Ampezzo Downhill
9 de fevereiro, 2008 Itália, Sestriere Downhill
8 de março, 2008 Suíça, Crans-Montana Downhill
15 de novembro, 2008 Finlândia, Levi Slalom
5 de dezembro, 2008 Canadá, Lake Louise Downhill
17 de janeiro, 2009 Áustria, Altenmarkt - Zauchensee Combinado
30 de janeiro, 2009 Alemanha, Garmisch-Partenkirchen Slalom
1 de fevereiro, 2009 Alemanha,Garmisch-Partenkirchen Super-G
22 de fevereiro, 2009 Itália, Tarvisio Super-G
1 de março, 2009 Bulgária, Bansko Super G
11 de março, 2009 Suécia, Are Downhill
12 de março, 2009 Suécia, Are Super G
4 de dezembro, 2009 Canadá, Lake Louise Downhill
5 de dezembro, 2009 Canadá, Lake Louise Downhill
18 de dezembro, 2009 França, Val d'Isere Combinado
8 de janeiro, 2010 Áustria, Haus im Ennstal Downhill
9 de janeiro, 2010 Áustria, Haus im Ennstal Downhill
10 de janeiro, 2010 Áustria, Haus im Ennstal Super G
22 de janeiro, 2010 Itália, Cortina Super G
23 de janeiro, 2010 Itália, Cortina Downhill
31 de janeiro, 2010 Suíça, St. Moritz Super G