Linfield Football Club

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Linfield Football Club
Escudo do Linfield.png
Brasão
Hino '
Nome Oficial Linfoma Football Club
Origem Bandeira da Irlanda do Norte Irlanda do Norte - Belfast
Apelidos
Torcedores
Torcidas
Fatos Inúteis
Mascote
Torcedor Ilustre
Estádio Windsurf Park
Capacidade
Sede
Presidente
Coisas do Time
Treinador
Pior Jogador Nuvola apps core.png
Melhor Jogador Crystal Clear action bookmark.svg.png
Patrocinador
Time
Material Esportivo
Liga Campeonato Norte-Irlandês
Divisão
Títulos
Ranking Nacional
Uniformes



Linfield Football Club é um semi-time de futebol semi-profissional da Irlanda do Norte. Teoricamente o time mais tradicional e mais vitorioso daquele país, mesmo sendo uma equipe tão ruim quanto bater na mãe de foice, porém tão desconhecido quanto tudo que possa vir da Irlanda do Norte.

Com 52 títulos norte-irlandeses conquistados, é tão ruim que não consegue superar nem o ABC FC em capacidade de vencer títulos que ninguém se importa. Outra semelhança com o mais vitorioso time potiguar é que sempre que sai de seus domínios, é para apanhar e ser eliminado facilmente das competições europeias. Em tantos anos de história jamais chegou sequer perto de sonhar em conquistar qualquer taça europeia. Outro orgulho inútil que o clube gosta de sustentar é que ele nunca foi rebaixado em mais de 150 anos de campeonato, muito porque talvez nem exista times o bastante para existir uma segunda divisão na Irlanda do Norte, mas de todo modo, é mais um que gosta de dizer "time grande não cai" como se isso fosse grandes coisas.

Por ser um dos times mais bem sucedidos da Irlanda do Norte, comumente está classificado para jogar na fase café-com-leite dos times perebas da primeira fase da Liga dos Campeões da UEFA. O Linfield é o time mais derrotado da história da competição, e já foi eliminado por toda a sorte de timecos merda de todos os cantos possíveis da Europa. Já foi eliminado por IFK Göteborg, Vorwärts Berlin, Esbjerg fB, CSKA Sofia, Dundalk FC, Servette FC, Lillestrøm SK (esse duas vezes), Dnipro Dnipropetrovsk, FC Copenhagen, FC Haka, Torpedo Kutaisi, HJK, ND Gorica, IF Elfsborg, Dinamo Zagreb, Rosenborg BK, BATE Borisov e AEL Limassol, enfim, toda a nata da bosta da Europa, e sem contar as eliminações na Liga Europa da UEFA que também são inúmeras. As únicas vitórias registradas em 100 anos de história foram um 6x1 sobre um time de peladeiros chamado FC Aris Bonnevoie de Luxemburgo em 1966, e uma classificação sofrida nos pênaltis após dois emocionantes 0x0 contra otradicionalíssimo B36 Tórshavn das Ilhas Faroé em 2012.

História[editar]

Fundação e primeiros anos[editar]

Fundado em 1886, é um dos times de futebol mais antigos (e inúteis) do mundo, um dos oito clubes fundadores do inútil campeonato norte-irlandês em 1890 e que por falta de coisa melhor para fazer ainda existe até hoje ao contrário dos demais 7 clubes fundadores que foram procurar coisa melhor para fazer da vida e já não existem mais.

Devido ao relativo sucesso nos seus primeiros anos de existência, vencendo o torneio de Belfast aproveitando-se que nem existiam times direito, em 1905 estabelecia-se no estádio Windsor Park, até hoje o maior pasto de Belfast e a tradicional casa do clube.

Foi no ano de 1910 que o grande craque do time da época, Bob Milne, foi vendido para Blackpool FC, já desde antigamente o Linfield estabelecendo-se como timeco que entrega todos seus poucos craques para times secundários da Inglaterra. Tanto que outro suposto craque, um tal de Bambrick que marcou 95 gols em um campeonato, foi logo vendido para o Chelsea FC.

Sete troféus de 1921-22[editar]

A temporada de 1921-22 foi a mais memorável da história do Linfield. Teu avô nem era nascido mas os norte-irlandeses já procuravam meios de evitar o tédio, criando um bando de torneios idiotas e inúteis. O Linfield naquela temporada foi campeão do Campeonato Norte-Irlandês, da Copa da Irlanda do Norte, do County Antrim Shield, da Copa Alhambra, da Copa da Caridade de Belfast, da Copa Ouro e da Copa da Cidade.

Era Roy Coyle[editar]

Roy Coyle foi um lendário técnico que também atuou como atacante do Linfield entre os anos de 1975 até 1990. Numa tentativa desesperada de copiar os tradicionais e poderosos times ingleses, a diretoria do Linfield decidiu manter o mesmo técnico por 15 anos mesmo que ele jamais tenha ganhado alguma coisa e como jogador não ter ajudado muito também tudo porque os ingleses não são de trocar muito de técnico, mas pelo menos são equipes vitoriosas ao contrário do Linfield.

Essa época foi marcada por várias conquistas do campeonato norte-irlandês, mas isso é uma porcaria que qualquer equipe peladeira ganha, o destaque mesmo foi o fiasco na final da Copa da Irlanda do Norte de 1975-76, quando perdeu para o Carrick Rangers FC da segunda divisão do país, provando que time grande paga mico em finais.

Era David Jeffrey[editar]

Com a saída de Roy Coyle, que trouxe nada de especial, o mesmo precisou ser internado num hospital psiquiátrico para se recuperar dos longos anos de tortura no comando da equipe. Para o seu lugar foi chamado para a tortura o treinador David Jeffrey, responsável por trazer a pior época da história do clube, comandando-o de 1997 até 2014, só brigou para não rebaixar e o treinador foi mantido porque nunca havia alguém idiota o bastante para querer assumir o lugar de Jeffrey, que também precisou ser internado num hospital psiquiátrico em 2015.

Voltando a ser campeão norte-irlandês (2016-17)[editar]

Por falta de times, o Linfield ficou só 3 anos sem ganhar o campeonato nacional, mesmo tendo o time ruim que tem, nem precisa se esforçar para ser campeão desse torneio de várzea.

Torcida[editar]

O Linfield FC é conhecido por ter uma das torcidas mais violentas da Europa, conhecida pelo sectarismo e intolerância a católicos. Percebe-se que o fato do time ser incrivelmente ruim e nunca ganhar de qualquer outra equipe estrangeira deixa os seus torcedores estressados e furiosos, sendo muito comum ver torcedores do Linfield espancando torcedores de times da Irlanda do Sul. Devido à grande inveja e dor de cotovelo sobre a Premier League, a torcida do Linfield também odeia os clubes ingleses, mas como nos torneios europeus jogam só em fases café-com-leite contra times de países do nível de Andorra e San Marino, o Linfield jamais enfrentou um time inglês em jogo oficial, e caso um dia isso aconteça a UEFA já decidiu que os jogos precisam ser realizados em campo neutro no Vaticano.

Títulos[editar]