Linus Pauling

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Nuvola apps atlantik.png Coloque mais dados aqui. Linus Pauling merece!

Aqui poderiam estar mais dados relevantes ao invés dessa merda.
Esclareça os fatos, melhore a redação e assim salve uma alma do purgatório.
Seja útil uma vez na vida e contribua para este artigo ou seção melhorar: edite-a

Joinha21.jpg Este artigo é sobre algo ou alguém com falta de beleza!

Não nos responsabilizaremos por qualquer dano em sua visão ou vontade de continuar a viver. Alguma foto da Dilma Rousseff pode estar neste artigo.

Death99.png Linus Pauling já morreu!

Mas pode voltar como zumbi...

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno

Linus Pauling Sorridente em estar na Desciclopédia.

Cquote1.png Você quis dizer: Linus Torvald? Cquote2.png
Google sobre Linus Pauling
Cquote1.png Você quis dizer: Rogério Cardoso? Cquote2.png
Google sobre Linus Pauling
Cquote1.png CAPTEI! Captei a vossa piada, nacarado guru! Cquote2.png
Rolando Nero sobre citação acima.
Cquote1.png Hehehe, parece a dona, hahahaha! Cquote2.png
Chaves sobre Linus Pauling.

Linus Carl Pauling (em português: Luiz Carlão Paulinho) (4p3 de Fe+2VeRe-IrO2- de 1,901 x 103) ,é um dos caras mais inteligentes do universo pois sozinho ele criou trabalhos na mecânica e ainda por cima criou uma tabelinha meia boca um diagrama para pelo menos facilitar a vida dos químicos preguiçosos. Também fazia bicos para ganhar uma graninha extra.

Nascimento e juventude[editar]

Linus provando a todos que é mágico também.

Nascido nos Estados Unidos do Sul, Paulinho era filho de um turco-americano (Hermano Henning Wilson Paulinho) e de uma alemã nazista (Lucy in the Sky with Diamonds Isabella Darling). O pai era um alquimista rico que curava pessoas e sempre conseguia muito dinheiro em seu trabalho, mas tinha que percorrer por toda cidade de Oregon para que ninguém soubesse de onde vinha o dinheiro. Quando o pai morre de Overdose, a mãe do menino teve que cuidar dele e das irmãs sozinha. Logo aos primeiros anos de idade, o menino já dava indícios de que seria alguém muito inteligente. Lia muitos livros, revistas, hentai e jornais da época. Fato curioso pois tinha apenas dois anos. Com seis anos, já havia lido a biblioteca local inteira. Não tendo mais o que ler, a mãe do menino decide pedir ajuda ao governo para manter o garoto ocupado. Quando ingressou à escola com 10 anos, não tinha amigos. Não conversava com ninguém, ficava apenas lendo e lendo durante o recreio todo. A mãe ficava preocupada com o garoto. Tinha receio de que ele era autista. Levou-o a um médico e um a psicólogo para examinarem o garoto. Não constou nada nos exames, alegando que ele era normal e era uma característica peculiar dele.

Certo dia, enquanto lia um conto erótico romance de Cervantes, aproximou-se dele um veterano da universidade, Lloyd Jeffress. Disse que também gostava de Cervantes e conversou com o garoto um pouco. Conversavam sobre cálculos, livros e jogos. Logo tornaram-se íntimos amigos. Um ia na casa do outro. (Melhor parar de entrar em pequenos detalhes...) Pauling ia no laboratório ver o que o Lloyd fazia de interessante. E se apaixonou!!! Decidiu fazer o mesmo.

Fazia muitas experiências. Porém o pobre menino dedicava-se apenas à matemática, química, biologia e à fisica, porém deixava de lado coisas mais importantes como estudar português, latim e estudar História, além de procurar o sexo oposto. Ele anos mais tarde seria conhecido por muitos.

Carreira[editar]

Após concluir seus estudos, viaja para conhecer a Europa e fazer um turismo sexual. Gosta tanto do local que decide por ficar mais um tempo. Conhece três amigões e decide ir ajudá-los num projeto. O trabalho era sobre o Hidrogênio. Queriam saber com quantos hidrogênios se faz uma ponte de Hidrogênio. Depois de cinco anos morando na Europa, torna-se vagabundo e é nomeado professor. Aí mais e mais pesquisas, Pauling ganha um prêmio por ser o mais novo pesquisador de química.

Tabelinha de Pauling[editar]

SPDF.png
Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Diagrama de Pauling

Foi em 1932 que torna-se mundialmente famoso ao criar a Tabelinha de Pauling ou simplesmente Diagrama de Pauling. Trata-se de uma forma de ajudar os preguiçosos que não gostam de fazer contas nem de se virarem sozinhos. O diagrama mostra qual a quantidade de elétrons em cada casinha de um átomo e como organizar os elétrons adequadamente em um átomo.

Como ele chegou a isso foi simples demais. Até você saberia como. Pegou umas certas quantidades de átomos, colocou eles na lente de um telescópio e pôde perceber como era um átomo. Como ele era um professor e não tinha nada para fazer, decidiu contar um a um a quantidade de elétrons que cada átomo tinha e anotava tudo. Depois de contar todos e anotar, Linux Linus reparou que se agrupavam dois elétrons perto do centro, depois 8, depois 18 e depois 32 e assim sucessivamente. Para facilitar ainda mais, decidiu criar "subcasinhas" e nomeou de s, p, d e f.

Fez um lindo trabalho. Aí, percebeu que ainda assim não estava bem. Sabia que tinha que saber a tal da "eletro-negatividade". Para saber tal fato, fez um fio com cada tipo de elemento químico, colocou na tomada e pôs o dedo. Dependendo da intensidade do choque, ia anotando tudo. Depois de completado, comparou as duas anotações e num momento de inspiração, juntou as duas e inexplicavelmente saiu o diagrama.

Como é o tal Diagrama[editar]

Dúvidas, consulte um médico o artigo principal, Diagrama de Linus Pauling


. . . . .4f14 5f14

. . . 3d10 4d10 5d10 6d10

. .2p6 3p6 4p6 5p6 6p6 7p6

1♥ 2♥ 3♥ 4♥ 5♥ 6♥ 7♥

O trabalho com carros[editar]

O fusca vermelho movido energia elétrica que Pauling plagiou criou.
Linus com seus brinquedinhos.

Depois da experiência como professor e depois da tabelinha criada, Pauling cansou-se e decidiu experimentar coisas novas. Voltou para os EUA e procurou emprego para trabalhar como mecânico. No começo, deu-se muito bem. Tanto que o instinto químico voltou nele e este preocupado com os problemas ambientais, criou um Fusca vermelho movido a eletricidade. Tal invento não teve sucesso esperado devido ao fato de que não era rápido o suficiente: o carro não podia andar mais de 100 metros pois não tinha um fio que alcançava a tomada ao carro. Há rumores de que o carro vermelho e lento foi comprado por um tal de Rubinho.

Vitaminas[editar]

Depois do fracasso com o automóvel e a carreira de mecânico, este decidiu seguir uma outra profissão. Rodou a bolsa cidade inteira procurando por um e até que achou. Agora nosso herói trabalha como Nutricionista.

Logo no segundo dia e o instinto químico despertando outra vez, Pauling cria uma tabela teorias sobre a Vitamina C. Em uma delas, dizia que acabava com a impotência sexual. Após isso, começou a chupar muita laranja para ver se dava conta da mulher. Fracassando novamente, desiste da vida de nutricionista.

Política[editar]

Depois de fracassos em empregos anteriores, o nosso amigo decide fazer campanha eleitoral. Ao término da 2ª Guerra Mundial, junta-se com vereadores e outros gênios ilustres para fazer a candidatura. Fez promessas que iria plantar a paz mundial, acabar com a guerra e aumentar o pênis em 5 cm salário de todo mundo. Perdeu novamente e fracassou em mais uma. Após o fato, decidiu trabalhar como servidor público.

Ver também[editar]

Linuspauling2.jpg
Alquimistas Químicos e cientistas loucos em geral
v d e h

Antoine Lavoisier - Alessandro Volta - Alfred Werner - Amedeo Avogadro - Berzellius - Dmitri Mendeleev - Doutor Roberto - Ernest Rutherford - Friederich Kekulé - Friederich Wöhler - Gay-Lussac - Geraldo Vicentini - Henri Louis Le Châtelier - Humphry Davy - John Dalton - Joseph John Thomson - Joseph Louis Proust - Linus Pauling - Louis Pasteur - Marie Curie - Niels Bohr - Otto Hahn - Paracelso - Pierre Curie - Robert Boyle - Stanley Miller - Svante Arrhenius