Literatura

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Clique e venha fazer parte de nosso projeto!!
Projeto DesSociedade

Este artigo de C. Humanas ganhou nota C, sendo considerado Razoável, podendo melhorar.

Visite a discussão do artigo ou o projeto e Conheça-nos

O básico do que um aluno normal precisa ler para concluir o ensino médio

Cquote1.png Quem Castrou Alves? Machado de Assis. Sabe como? Camões Cquote2.png
Piada sem graça sobre literatura
Cquote1.png Na União Soviética, a Literatura interpreta VOCÊ!! Cquote2.png
Reversal Russa sobre Literatura
Cquote1.png Um dia você aprende. Cquote2.png
Shakespeare sobre Literatura
Cquote1.png Processo de escrita e/ou interpretação na visão de mundo do autor Cquote2.png
Descíclope sobre literatura em seus raros momentos de sanidade
Cquote1.png Eu tenho medo Cquote2.png
Regina Duarte sobre Literatura
Cquote1.png Eu também! Cquote2.png
Aluno sobre Literatura
Cquote1.png Isso vai ampliar sua visão de mundo, meu filho! Cquote2.png
Professora sobre Literatura
Cquote1.png Como se fizesse diferença Cquote2.png
Aluno sobre Comentário acima
Cquote1.png É dura de mastigar, apesar de doce! Cquote2.png
Carla Peres sobre Literatura
Cquote1.png Antes de me tornar um ditador nazista, eu era um LEITOR nazista. Cquote2.png
Hitler sobre Literatura

História[editar]

A Literatura atual foi criada por um grupo de homens do século XVII que eram magros, branquelos, feios e mal vestidos que por este e outros motivos possuíam uma aparência horrível e tinham muitas tretas na cabeça. Estes homens tinham um grande problema partilhado: não conseguiam pegar uma mulher, ficando deprimidos forévis.

Isto é, além de serem virgens, eles eram intelectuais e não chegavam perto de namorar uma garota e eram tudo cabaço (conhecidos atualmente como “virjões”). Para equilibrar esta terrível carência, eles liam livros e mais livros, portanto ficaram muito engenhosos (com muitas tretas na cabeça). Após um tempo juntos, eles encontraram a solução do problema: a criação da Literatura (pra se vingar dos pegadores eles criaram essa literatura, que hoje as aulas de literatura infernizam aqueles que são burros e pegam muita totosa).

Eles passaram a escrever versos extremamente multiformes, com rimas e frases sem sentido, mas consideradas "deslumbrante" pela comunidade, especialmente pelas mulheres desprovidas de amor. E recitando estes versos para mulheres, alguns destes indivíduos conseguiram por fim atrair as meninas mais sugestionáveis e ingênuas, para que até que enfim tivessem suas primeiras relações. Séculos depois, a literatura ganhou ramos e gêneros onde já era venerada pelos "educadores", passaram a incluir a Literatura como uma matéria escolar, dando assim muita angustia para os alunos desvalidos que tinham que enfrentar mais esta matéria e hoje em dia ela fode com qualquer um que ficar de recuperação.

Ramos da Literatura[editar]

  • Romantismo: Foi a base da literatura. Os pré-nerds acreditavam que, sendo românticos, conseguiriam pegar as garotas mais inocentezinhas da época. Obviamente isso nunca funcionava, como podemos ver até os dias de hoje.
  • Realismo: Ramo bastante interessante da literatura, no qual tudo era tratado com o máximo de realismo. Realistas falavam na cara quando queriam ter relações sexuais com uma mulher, mesmo sendo ela feia, gorda e cheia de espinhas sebosas e rugas.
  • Naturalismo: Tratava tudo naturalmente. Naturalistas deixavam o corpo agir sem a interferência da razão: se estavam com vontade de tirar toda a roupa e ficar pelados, simplesmente ficavam. Se queriam se esfregar um no outro, independente da orientação sexual ou de gênero, simplesmente se esfregavam. E se sentissem vontade, transavam.
  • Simbolismo: Ramo absurdamente complicado e sem nexo, falavam tudo com palavras complicadas para que o leitor precisasse ter um dicionário ao lado. Tinham atração por coisas ocultas.
  • Condoreirismo: Literários que participava deste ramo tinha uma grande paixão por condores e os tratavam como deuses.
  • Modernismo: Ramo mais sem sentido de todos, estes não falam coisa com coisa. Grupo formado geralmente pelos literários loucos e cheiradores de gatinhos.

Litarários famosos[editar]

Dentre os vários escritores e poeteiros existentes no Brasil desdo século XVII, destacam-se:

Exemplo de questão de uma prova de literatura

Alguns textos[editar]

Exemplos de poesias e afins que marcaram a literatura brasileira:



"O jumento e o cavalinho, eles nunca andam só.
Quando sai pra passear levam a Égua Pocotó.
POCOTÓ POCOTÓ POCOTÓ POCOTÓ,
Minha eguinha pocotó." (MC Serginho)


"Sou cachorra sou gatinha não adianta se esquivar
vou soltar a minha fera eu boto o bicho pra pegar, (...)
BOLADONA BOLADONA BOLADONA." (Tati Quebra Barraco)


"Eu vou cortar você na mão, vou mostrar que sou tigrão,
vou te dar muita pressão
então martela, martela, martela o martelão,
levante a mãozinha na palma da mão - é o Bonde do tigrão" (Tigrão)


"Ciranda Cirandinha, vamos todos cirandar,
Vamos dar uma meia volta, volta e meia vamos dar,
O anel que tu me destes era vidro e se quebrou,
O amor que tu me tinhas era pouco e se acabou." (Desconhecido)


"Marcha soldado cabeça de papel,
se nao marchar direito vai preso pro quartel,
O quartel pegou fogo, a policia deu o sinal
acode, acode, acode a bandeira nacional." (Cantiga velha pra cacete)


Lá em casa tinha um pinto, lá em casa tinha um pinto,
E o pintinho piu, e o pintinho piu, e o pintinho piu, e o pintinho piu, e o pintinho piu, e o pintinho piu. (Mais conhecida pelo gordinho que dubla a música no youtube)


A poesia é tão bonita...
Dá vontade de chorar.
Faço uma todo dia,
Bem na hora de cagar." (Desconhecido)


Minigiz2.pngMinigiz.png Cursos da faculdade Minigiz3.png
tava fácil a prova!
AdministraçãoAgronomiaAnálise e desenvolvimento de sistemasArquiteturaArquivologiaArtes cênicasBiblioteconomiaBiologiaBiomedicinaComércio ExteriorCiências ContábeisCiências SociaisCiência da ComputaçãoDesignDireitoEconomiaEducação FísicaEnfermagemEngenhariaFarmáciaFármacia-bioquímicaFilosofiaFísicaFisioterapiaFonoaudiologiaGastronomiaGeografiaGeologiaGestão da informaçãoHistóriaHotelariaJornalismoLetrasLiteraturaMarketingMatemáticaMateriais, Processos e Componentes EletrônicosMedicinaOdontologiaPedagogiaPsicologiaRede de computadoresQuímicaSistemas de InformaçãoTeologiaTurismoVeterináriaZootecnia


Matérias da sua escolinha

Escolinha do Professor Raimundo!
Matérias comuns: ABC - Artes - Biologia - Educação Sexual - English - Física - Geografia - História - Português
Matemática - Literatura - Redação - Religião - Química

Matérias menos comuns: Atualidades - Cultura pela paz - Educação Física - Español - Ética - Filosofia - Français
Geometria - Informática - Música - Sociologia

Matérias extintas: Catequese - EBD - Estudos Sociais - Moral e Cívica - OSPB - Puericultura - Retórica - Roubar