Love Live! School Idol Project

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
XD Kawaii.jpg Cuidado! Este artigo é sobre uma GURIA RETARDADA!

E mistura birita no milk-shake!

Clique aqui pra ver mais garotas malucas

Pedobear a-1.gif
Love Live! The Pedobear Project
ラブライブ!, Rabu Raibu!
Love Live Music START - Cover.jpg
Todas integrantes reunidas para mais uma apresentação no cabaré
Gênero Historinha pra guria retardada
Mangá
Autor -
Divulgação -
Onde sai -
Primeira publicação -
N° de volumes -
Anime
Dirigido por Takahiko Kyōgoku
Estúdio Sunrise
Onde passa Tokyo XXX
Primeira exibição 6 de janeiro de 2013
N° de episódios 26
Filmes 1
OVAs -
DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...
  • ...Nico Nico Nii

Love Live! School Idol Project é um aclamado e amplamente elogiado anime voltado para o público de gurias retardadas, muito apreciado no Japão onde encontram-se as maiores taxas per captas do mundo de homens virgens derrotados sem vida social, característica do público-alvo masculino desse anime que ainda é majoritariamente apreciado mais por mimadas gurias retardadas otomes, de todas partes do mundo, que não aceitam o quão ridículo é assistir anime tendo mais de 13 anos de idade.

O anime conta a rotina e as dificuldades e dramas da puberdade em ser uma guria retardada patricinha de classe média alta burguesinha alienada que vive num mundo colorido no qual as preocupações são: o que vestir, que coreografia dançar, o que comer, para onde viajar, e outras frivolidades. Por ser do gênero "slice of life" não espere absolutamente nada desse anime em termos de combates, grandes problemas existenciais, debates filosóficos ou dramas profundos, estamos falando apenas de gurias bem retardadas e fúteis que estão ali para agradar um público de similar inexistente envergadura moral.

O grande grupo musical do anime, as μ's é formado por nove gurias, cada uma retardada de seu modo, de maneira a agradar qualquer otaku, sendo este grupo composto por uma guria retardada standart, uma guria retardada lésbica, uma guria retardada tsundere, uma guria retardada tomboy, uma guria retardada russa, uma guria retardada tímida, uma guria retardada patricinha, uma guria retardada que sabe atirar com arco e flecha e nico nico nii!

Enredo[editar]

Primeira temporada[editar]

Tema de abertura do anime já dando o spoiler que as nove gurias vão se reunir para formar o cabaré e tudo dará bem no final.

O enredo do anime segue a história de uma guria retardada chamada Honoka Kōsaka e suas fiéis miguxas Umi e Kotori que são tão irresponsáveis quanto ela, embora tenham pelo menos algum talento ao contrário da protagonista. Honoka é só uma estudante de classe média-alta que está na fase mais mágica da vida escolar japonesa, e o grandiosíssimo drama e problema que essa garota vai precisar encarar é um câncer terminal da mãe o dilema da fome na África a vida insalubre numa favela a terrível notícia terrificante de que a sua Escola Otonokizaka vai fechar, um colégio só para meninas. O principal motivo para tal tragédia é o desaparecimento de Pedobear que parou de atacar na escola jogando a reputação desse colégio lá embaixo indo muito perto para a falência. Se fosse no Brasil todos estariam é felizes, mas como trata-se da história e dilema de gurias retardadas japonesas, elas se sentem estranhamente tristes e decidem que devem proteger a escola de fechar com todas suas forças. Honoka com suas amigas Kotori e Umi tentam pensar em uma maneira de salvar a escola de ser fechada, algo que pudesse aumentar a popularidade desse colégio decadente. As primeiras ideias envolvem abrir ou uma casa de massagem, ou um bordel, ou um maid café, ou um clube de strip-tease, mas nenhuma das ideias parece muito adequada. Ao voltar para casa, Honoka vê com sua irmã caçula um folheto sobre um novo hospital que foi aberto na cidade e no dia seguinte decide visitá-lo, quando se depara com um grandioso show do É o Tchan em conjunto com a Joelma e Anitta. Honoka fica abismada sobre como uma música de tão mal gosto pode ter tanto sucesso e atrair tanta multidão, momento em que Honoka tem seu genial insight e decide tornar-se também uma piranha e um sex symbol juvenil cantora e dançarina, para assim atrair novamente o Pedobear para a sua escola e assim com a fama salvar o seu querido colégio de ser fechado. Ainda não se sabe porque Honoka deseja tanto salvar sua escola, uma vez que odeia estudar e nunca é vista estudando ao longo de todo o anime, mas o mistério da mente de gurias retardadas ainda não foi desvendada pela ciência.

Honoka então convida suas duas miguxas, Umi e Kotori, para se unirem a ela nessa nova empreitada de salvarem a escola com esse mirabolante plano de tornarem-se sex-symbols idols, e embora as duas amigas pareçam relutantes no começo, Honoka tem consigo o poder da encheção de saco, convencendo-as após muito insistir. Honoka tenta pedir para a presidente do conselho estudantil um local para ensaiar, mas Eli Ayase (a presidente do conselho estudantil) que nessa primeira metade do anime é uma pessoa sensata, recusa-se a compactuar com tal ideia, ainda acreditando que a escola é um local para ciências, conhecimento, esportes e artes, e não para baixarias que era a ridícula ideia de Honoka, sobrando para seu grupo apenas o terraço da escola para ensaiarem sua dança.

Honoka já desde a infância causando problemas.

Honoka decide que quer ser igual a Anitta, rebolar igual uma piranha no palco, cantar frivolidades de letras comerciais e fazer muito sucesso só pelo sucesso, arrastando suas duas amigas para esse sonho ridículo, impedindo todo mundo de seguir seus sonhos e brilhantes carreiras, tudo para seguirem com ela nesse grupo musical fajuto. Apenas faltava a ideia para o nome do grupo, e na caixinha de sugestões que foi disponibilizada no corredor do colégio foi deixado apenas uma única ideia sugerindo o tosco nome de μ's (décima segunda letra do alfabeto grego que quer dizer "as micros", numa clara alusão de incentivo à pedofilia, e portanto o nome do conjunto não poderia ter sido mais perfeito) e assim o trio formado por Honoka, Umi e Kotori vão superar todos preconceitos acerca de gurias retardadas para tentar salvar a escola, embora sempre acabem perdendo seu tempo fazendo coisas bobas como correr escadaria pra cima e pra baixo e visitar praias nos fins de semana.

Os membros da μ's, ainda composto por apenas três pessoas decidem fazer o seu primeiro concerto no auditório da Escola Otongkizaka. Cada guria retardada tem sua especialidade, Kotori fez as roupinhas de cabaré, Umi escreveu as letras com sua poesia refinada digna do mais escroto sertanejo universitário, e Maki, uma ruiva do primeiro ano, secretamente compôs a melodia. Maki por ser antissocial e teoricamente gostar de música para dormir (Beethoven, Bach, etc, em seu piano que sabe tocar muito bem) ela jamais admitiria que está compondo música para um trio de piranhas. Antes da apresentação, porém, Umi teve um sentimento ruim, quando se olhou no espelho e viu que estava vestindo-se feito uma prostituta de esquina com uma saia quase a exibir sua bunda. É nesses momentos que Honoka, embora seja a mais retardada de todas, demonstra sua liderança nata, usando LSD e morfina para reconstruir a confiança de Umi como boas artistas musicais e depois de todas suas parceiras ao longo do anime, o que fica bem nítido quando na hora dos shows tudo fica estranhamente 3D. O show obviamente é um total fracasso de audiência, mas as gurias retardadas não ligam com isso e colocam o vídeo da apresentação no Youtube mesmo assim, virando um meme mais expressivo que a MC Melody que até se aposentou ao ter sido destronada de seu posto de idol guria retardada.

Hanayo e Honoka passando por mais um grande problema (típico só de gurias retardadas): Precisar perder peso.

Hanayo é uma tímida garotinha do primeiro ano que sempre aspirou se tornar uma idol, sendo ela uma dessas fãs fanáticas lunáticas de girl bands, uma pessoa que não tem vergonha de ter um pôster da Anitta em seu quarto, o que já denota o quão retardada ela é e o quão adequada para fazer parte das μ's ela é, porém ela nunca desejou arriscar tal carreira pelo medo de ser atacada pelo Pedobear, por isso está sempre chupando balas soft o que faz da voz dela a pior entre as nove integrantes do grupo. Enquanto isso, Kotori está cuidando do casal de alpacas da escola e após quase ser estuprada por uma delas, foi salva por Hanayo, que tem jeito com animais, mas que possui uma voz muito tímida, então ela pede conselhos para a menina mais mal humorada de sua turma, a tsundere ruiva Maki, que acaba incentivando-a a entrar para as μ's. Rin, uma tomboy que estava ali só de bobeira e acabou sendo forçada também a entrar no grupo junto da pianista Maki, afinal elas precisavam de alguém para compor as canções, e agora as μ's tinham 6 integrantes.

Se fosse um shounen.

Então as meninas conhecem Nico, uma pirralha que apesar do corpo e da atitude de guria do primário na verdade está no terceiro ano, e que ela era a presidente do Clube de Dançarinas Putinhas da escola, clube este que obviamente estava desativado por ausência de gurias retardadas o bastante, até claro a chegada das seis μ's que acabam convencendo-a a se unir ao grupo, afinal gurias retardadas unidas são mais fortes de se combater, afinal Ñico era dona de uma estante enorme com revistas raríssimas e clássicas, como a Capricho da Sandy, a Atrevida da Kelly Key e a Todateen da Demi Lovato. Depois é a vez de convencer a metida presidente do Conselho Estudantil, Eli Ayase, a se juntar ao grupo, afinal a loirinha é uma bailarina fracassadas do Ballet Bolshoi que jamais conseguiu ser aprovada em qualquer audição em Moscou, e possui um grande ódio por dançarinas pop que só rebolam no palco e ganham todo reconhecimento que bailarinas clássicas jamais terão, mas quando Eli percebe que aquela putaria toda poderia salvar a escola que ela tanto ama, então ela cede e decide unir-se ao grupo, levando junto sua amiga Nozomi, a lésbica do anime que não recusaria a chance de acompanhar outras 8 gurias retardadas.

Agora as μ's meninas estavam definidas com 9 membros, exatamente como qualquer girl band de jpop que se preze, e na busca de reunirem popularidade decidem competir no Love Live!, uma competição japonesa nos moldes do The Voice Kids, só que ao invés de criancinhas retardadas cantando para um trio de jurados que entendem nada de música, a competição é sobre putinhas mirins que devem dançar e rebolar subindo num ranking definido por pedófilos de todas partes do Japão. Com a ambição de vencer a competição na qual é necessário reunir pedófilos fãs o bastante, seguem-se então intermináveis episódios da mais completa rotina escolar japonesa enquanto as meninas tentam se classificar para o Love Live!

No dia decisivo da apresentação que definiria o futuro da banda, Honoka descobre que havia contraído HPV devido às noitadas que precisou passar para o seu árduo treino em tornar-se uma piranha infantil, e embora não estivesse se sentindo muito decide mesmo assim apresentar-se gripada na chuva, e como este anime não é um shounen no qual a protagonista pode tirar forças misteriosas do nada apenas do poder da amizade e do amor e assim superar os obstáculos, Honoka é só uma guria retardada, então ela obviamente desmaia no meio do show após sua febre piorar, arruinando toda a equipe que não conquista a classificação e nem porra nenhuma.

Não é um anime yuri. Trata apenas de amizade, companheirismo e lealdade.

Com o fiasco, Honoka fica toda deprimidinha, afinal ela é só uma patricinha fútil e o Love Live! significava tudo para ela. Honoka fica ainda pior ao descobrir que sua melhor amiga Kotori vai se mudar de país e desfalcar a banda, então a protagonista subitamente desiste de tudo quando descobre que a escola não irá fechar mais, deixando todas suas miguxas chocadíssimas, afinal ela que foi a retardada que convenceu todo mundo a ser uma guria retardada profissional, e agora ela era a primeira a desistir, até ganhou um tapa na cara, mas aquelas gurias não precisam pagar contas, nem sustentar filhos, muito menos liderar alguma grande corporação, esse drama idiota é a vida delas. O drama final é sobre o destino de Kotori que vai se mudar para o exterior para estudar na renomada Universidade de Massachusetts Institute of Technology no curso de Guria-Retardadismo Aplicado à Cultura Ocidental, momento em que parece que a Kotori, a guria que parece ser a mais sensata de todas, vai finalmente tomar jeito na vida e tornar-se responsável e trilhar algum futuro brilhante. Infelizmente ela é impedida de viajar pela melhor amiga minutos antes de embarcar e regressa para o colégio a tempo de uma última apresentação de dança de jpop.

Segunda temporada[editar]

Supostamente as gurias estão agora mais maduras, um semestre depois dos ocorridos na primeira temporada, todas as nove mantendo o grupo μ's vivo. Convenientemente surge a notícia de que haverá um segundo Love Live!, sendo essa a grande chance das nove gurias vencerem o tão sonhado torneio nacional de pedofilia, e agora tal campeonato passou a ser regionalizado, similar aos campeonatos estaduais de futebol, de modo que as μ's enfrentariam a A-RISE, grandes favoritas e bi-campeãs desse campeonato.

Ao longo de arrastados e tediosos episódios, as nove integrantes do μ's não passam 10 minutos sem chorar por alguma frivolidade insuportável acerca de algum sentimentalismo barato, parece até que uma delas está com câncer terminal, quando na verdade apenas as veteranas Nico, Eli e Nozomi estão para se formar e sair da escola para fazer algo de melhor para suas vidas, mas parece que esse fato tão trivial parece uma catástrofe de proporções imensas que deixam todas as nove garotas extremamente tristes toda vez que o assunto é abordado ao longo de todos episódios da segunda temporada.

Decididas a ganhar o Love Live! e dessas vez sem cometer inconsequências, as nove gurias vão precisar superar grandes dilemas dramáticos sobre amizade, mas claro em todo conforto da casa de campo da riquinha do grupo Maki, onde reúnem-se para compor a nova música do grupo. Como são apenas crianças, passam o dia apenas brincando e aproveitando a vida de guria retardada, e no final sabemos que quem escreveu e compôs a música foi algum grupo de escravos japoneses contratados pela Sunrise.

Honoka e suas amigas tendo mais um grande problema triste para resolver.

Em determinado momento do anime, o autor percebe que uma das nove integrantes havia sido esquecida completamente, então ele decide fazer um episódio inteiro para explicar o terrível dilema da Rin, que até então estava ali como uma coadjuvante só para fazer número e agradar os pedófilos que preferem meninas que parecem meninos, tanto que esse o terrível dilema existencial dela, a vergonha de usar saias porque ela não se acha sexy o bastante, mas suas miguxas a convencem vestir-se de noiva para a apresentação do dia. Aliás, outra coisa que o autor esqueceu sobre vida escolar é o fato de que teoricamente precisa-se estudar e fazer provas, mas essa é a única parte do anime que condiz com a realidade, ninguém aparece estudando ou se dedicando ao conhecimento, todas as meninas aparecem sempre a toa, e as mães de cada uma aparecem também, todas irresponsáveis, o que explica como é possível alguma mãe permitir que sua filha se sujeite a ser uma putinha de cabaré.

Tentativa frustrada de migrar para o rock.

Para a festa de halloween da escola as μ's decidem que devem mudar de visual, quando todas se vestem de Kiss e decidem mudar o seu gênero musical para o rock, porém a ideia não parece dar muito certo visto que a escola é habitada apenas por outras gurias retardadas e que gêneros musicais de hipsters, nerds e demais seres antissociais fatalmente não fariam o menor sucesso. No final das contas as nove gurias percebem que a chave de seu sucesso está justamente em cada uma ser tão retardada em uma categoria única, e que a música deve continuar a mesma irritante de sempre de jpop.

Há poucos dias da eliminatória regional para o Love Live!, mais um seríssimo grande aterrador dilema dramático acontece, quando Honoka descobre que engordou e que portanto precisa perder peso, já que barangas não são toleradas nem por pedófilos, e ela então precisa começar um árduo treinamento físico e dieta para perder peso, o que não consegue porque ela é uma esfomeada igual o Goku e frequentemente é vista no McDonald's da cidade. AO mesmo tempo ela se demonstra uma grande irresponsável como presidente do conselho, ao liberar uma verba para o grupo de artes sem fazer licitação, e para fugir do impeachment, passa a noite inteira fazendo uma auditoria interna e arquivamento de processos, e como se esqueceu de comer, acabou emagrecendo milagrosamente, porque de acordo com a matéria de biologia que elas não estudam, é assim que o corpo humano funciona.

Meninas pesquisando no Google o que é fazer amor, para conseguirem compor uma canção que orgulhe a sua ídola Putanitta.

Nozomi então sugere que as meninas devem compor alguma música de amor para cantarem e dançarem nas eliminatórias regionais para o Love Live!, mas então é revelado que todas ali são virgens e bv para delírio dos pedófilos doentes que resistiram assistir o anime durante tantos episódios sem não antes arrancarem os próprios olhos, furarem os próprios tímpanos ou em casos mais graves cortarem os próprios pulsos. Como são todas virgens, ninguém consegue inspiração para uma música de sexo anal amor como são as canções da maior ídolo das garotas, a renomada Anitta dona de belíssimas canções desse sentimento belo que é o amor. Todas acabam conhecendo que Nozomi vive sozinha e que na verdade é uma lésbica que sonha um dia ter uma orgia com todas as suas 8 amigas integrantes do grupo, e assim que surge a inspiração da bela canção que viria a classificar o grupo para as finais.

Só mais uma choradeira insuportável das gurias mimadas do anime.

No dia da grande apresentação, uma baita nevasca atinge o Japão, porque é esse o único tipo de problema que patricinhas fúteis e mimadas podem ter, as condições atuais do clima, mas o colégio inteiro também feito por retardadas, ao invés de estar fazendo algo de útil, preferem ir lá pra fora cavar na neve para abrir o caminho para Honoka e suas amigas chegarem no show para cantar Snow Halation, a versão japonesa do Rebolation. Com essa música o time vence a A-RISE e se classifica para o Love Live!.

Os últimos episódios são de uma choradeira insuportável só porque as três integrantes do terceiro ano vão se formar e sair da escola, parece até que elas vão morrer do tanto que todas as outras ficam tristes sobre esse fato inevitável, e claro, usando a força do amor da amizade, o anime termina com um grande show de sucesso. Aí depois mais choradeira de guria retardada, Eli, Nozomi e Nico se formam, e quem conseguiu assistir esse negócio até o final sem se matar de tanta vergonha alheia, pode assumir-se pedófilo lolicon e assistir o filme e o spin-off Love Live! Sunshine!!.

Outras mídias[editar]

Um típico fã metrossexual.

Além do anime com duas temporadas, há ainda um spin-off chamado Love Live! Sunshine!! que conta a mesma maldita história, mas de outras gurias retardadas de outro colégio japonês, mas fazendo as exatas mesmas coisas, agradando assim os fãs mais doentes da franquia que chegam a comprar travesseiros e fronhas com os desenhos das garotas menores de idade desse anime, para dormir abraçado com elas. Depois ainda foi lançado o filme Love Live! The School Idol Movie que é a mesma coisa do anime que é a mesma coisa do spin-off, só que agora para ser assistido nos cinemas, obviamente que apenas do Japão, pois não existe no restante do mundo um mercado para pedófilos assim tão aberto ao público.

Há também dois joguinhos idiotas, o primeiro a ser lançado foi Love Live! School Idol Festival, que na verdade é só uma playlist das irritantes músicas do anime, para celular. Já o Love Live! School Idol Paradise lançado para PS Vita é só uma versão inteiramente para gurias retardadas do que um dia foi uma espécie de Guitar Hero.

Canções[editar]

O grupo musical formado no anime denominado de μ's (As Putinhas, em grego) é um dos poucos grupos musicais de jpop de gurias retardadas japonesas no qual os seus membros fazem suas próprias canções, letras, coreografia e figurinos, porque nada disso acontece com um grupo de ídolos na vida real, tanto que fora da ficção quem escreveu as músicas irritantes certamente foi algum produtor musical pançudo com nenhuma aparência carismática trancafiado num estúdio musical das Sunrise em Tokyo.

Embora as meninas do anime sejam claramente fictícias, ou seja, feitas de desenho animado e apenas dubladas por mulheres de carne e osso, sabe-se que no Japão há altos índices de distúrbio mental entre a comunidade de jovens virjões daquele país, sendo muito comum haver paixão por personagens fictícias, então as músicas do anime são realmente creditadas às personagens fictícias, havendo CD, show ao vivo e tudo mais.

Acredite se quiser, tem gurias que fazem cosplays de todas as nove personagens e se apresentam em casas de show lotadas. Não se sabe aonde o Japão vai parar.

Singles
Título Nota
Bokura wa Ima no Naka de Primeira Abertura do anime, para já jogar altas doses de vergonha alheia direto na sua cara, com as nove gurias retardadas fazendo coreografias imbecis, além de também já dar spoiler que as nove gurias se darão bem.
Sore wa Bokutachi no Kiseki Segunda Abertura do anime, as vozes irritantes e a coreografia lastimável são as mesmas da abertura anterior, só muda a roupinha das meninas que agora parecem dançarinas de cabaré
Kitto Seishun ga Kikoeru Música de encerramento, mesma coisa das aberturas, só mais uma musiquinha irritante com as vozes estridentes das gurias.
Susume→Tomorrow Música cantada num momento em que Honoka quase é atropelada por três carros ao ir dançar feito uma idiota no meio da rua, do nada o anime é transformado num musical pois o trio inicial começa a cantar e dançar do nada no pátio vazio da escola, afinal todo mundo já foi pra casa, ninguém ama a escola assim como aquelas três.
Start:Rainbow Dash!! Como o título diz, é uma música que fala de pôneis, sendo portanto a faixa ideal para a estreia das μ's quando o primeiro trio canta sozinho no auditório da escola. Por sorte Eli filmou aquilo numa tentativa de ridicularizar o grupo transformando-o em meme ao jogar a apresentação tosca no Youtube, mas as meninas acabaram virando grande sucesso entre as gurias retardadas do Japão.
Korekara no Someday Com 7 integrantes, as μ's apresentam-se nos corredores vazios da escola com esta música que é tão irritante quanto todas as outras, provavelmente atrapalhando a movimentação de todas outras alunas na semana das apresentações dos clubes. A dancinha é uma merda e está ali apenas para vermos as meninas fantasiadas de fetiches comuns aos japoneses, tipo bunny girl, cat girl, etc.
Bokura no Live, Kimi to no Life A primeira apresentação das μ's com todas as nove integrantes, dessa vez o palco foi o gramado de onde se praticam o softbol, mais uma vez atrapalhando algum outro clube.
Wonder Zone Música para sanar os fetiches mais pervertidos dos pedófilos que acompanham o anime pois todas as nove μ's vestiram-se feito empregadinhas sensuais e se apresentaram no meio da rua enchendo o saco de quem por ali passava, mas como fizeram isso no bairro da Liberdade, uma zona altamente frequentada por pessoas idiotas, elas fizeram sucesso mesmo assim.
No Brand Girls Música tocada num dos momentos mais dramáticos do anime, quando as μ's vão fazer sua apresentação decisiva para classificar-se para o Love Live! momento em que Honoka descobre estar com HPV e desmaia no meio da apresentação. Aliás, como a música é uma merda como todas as outras, elas não se classificam para o The Voice Kids.
Koremade no Love Live! Abertura da segunda temporada, mostrando que embora Honka tenha se tornando presidente do conselho estudantil isso não contribuiu em absolutamente nada para ela se tornar alguém mais responsável e menos retardada, já que ela continua dançando e rebolando nos corredores da escola.
Yume no Tobira Música que as μ's cantaram na escola A-RISE vestidas todas de ninfas para o delírio dos pedófilos. Só uma música a mais igual a todas as outras chatices dessa banda infanto-juvenil.
Love Wing Bell Outra música de extremo mal gosto. Na oportunidade o trio progonista estava numa viagem em Okinawa para passar as noites jogando truco enquanto uma tempestade atingia a região. As demais 6 integrantes precisaram se apresentar sozinhas no São Paulo Fashion Week. Na oportunidade a tomboy Rin é vestida de noiva enquanto as outras vestem-se de noivos, gerando uma sensação nada confortável ao espectador.
Dancing stars on me! Apresentação para halloween na qual as gurias retardadas do anime decidem primeiro tentar um cover do Kiss, mas aí desistem e voltam para o velho manjado jpop com suas vozes irritantes.
Snow Halation Canção cantada na grande eliminatória regional, convenientemente caiu uma nevasca no dia e as habilidades de Honoka em controlar o clima foram reconhecidas, tanto que as μ's se classificaram após cantarem essa música sobre brincar na neve.
KiRa-KiRa Sensation A música cantada na final do Love Live!, nem essa é algo de especial sendo a mesma porcaria de todas as outras músicas, as vozes estridentes das garotas continuam lá para explodir os tímpanos de qualquer pessoa sã, além da dancinha em 3D de alguma coreografia absolutamente ridícula. Mas como é um anime de final feliz, elas são campeãs mesmo cantando essa bosta.
Happy Maker A música de despedida do último show das μ's antes de Eli, Nozomi e Nico se formarem e saíram da escola, e mais uma vez cantada e dançada nos corredores do colégio, e depois no pátio, mostrando que não precisa haver respeito pelos estudos.
Aishiteru Banzai! Só mais um momento incrivelmente piegas, na festa de formatura Honoka decide cantar para as suas coleguinhas que iriam embora.

Personagens[editar]

μ's[editar]

Honoka Kōsaka
Honoka infelizmente não sendo atropelada por nenhum carro.
A protagonista do anime, líder da banda e também a mais inútil da banda já que não compõe, não cria coreografias, não faz o figurino, não escreve as letras e ainda vai se apresentar doente em dias decisivos e desmaia na apresentação arruinando o futuro de sua banda toda, mas mesmo assim é estranhamente adorada por todas suas amigas e tida como a líder da banda, talvez por ser a mais retardada dentre as nove integrantes, e um pré-requisito para se gostar de jpop é ser extremamente retardada. Filha dos donos da venda da esquina, acredita-se que sua criação tenha influenciado em sua mentalidade infantil, mimada e retardada, afinal ela tem uma mãe irresponsável que fica deixando-a sair a noite na chuva para correr um dia antes de um show super decisivo, e um pai que não possui cordas vocais, o que resulta em Honoka ser o tipo de guria que acredita ter o poder de controlar o clima. Ela é sempre muito otimista, por isso sempre se dá mal, porque fica achando que as coisas darão certo só porque ela quer, mas acredita-se que essa seja a força por trás do sucesso das μ's, porque ela que é tão chata e insistente que acabou convencendo todas as outras 8 integrantes a fazer parte desse grupo musical de piriguetes mirins, inclusive incentivando a irresponsabilidade de suas amigas, impedindo Kotori de viajar e ter algum futuro brilhante, ou impedindo que Eli entrasse no ballet Bolshoi para fazer parte desse grupo de piriguetes.
Kotori Minami
A mais irrelevante integrante do grupo, uma vez que nem está ciente de que ela está fazendo uma futilidade que não trará futuro para ninguém. Ela é a filha da diretora da escola, outra grandiosíssima irresponsável o que talvez explique a personalidade idiota da filha. Kotori, por ser a filha da diretora, mesmo sendo bem retardada, sabe que é impossível de ser reprovada nas matérias, por isso nunca aparece estudando ao longo do anime inteiro. Ela possui um estranho fetiche sexual acerca de servir homens mais velhos vestida de maid, e por algum tempo procura manter isso em segredo, até ser desmascarada por todas suas amigas, que para a sua alegria não a julgam, afinal cada um é livre para ter os fetiches que bem quiser. Kotori ainda protagoniza a situação mais ridícula do anime, quando recebe uma bolsa para estudar na universidade Massachusetts Institute of Technology, compra a passagem aérea internacional, e no último minuto desiste de se mudar, só para continuar dançando frivolidades com suas miguxas, e a mãe aparentemente nem se importou, incentivando a irresponsabilidade da garota. A principal habilidade de Kotori para a banda é a sua capacidade de projetar e confeccionar os trajes estranhos que as garotas vestem nas apresentações. Os vestidos produzidos por Kotori são visivelmente sobretudo inspirados em apresentações de cancan, mas também com toques de fetiches acerca de lolitas.
Umi Sonoda
Umi e sua péssima poker face que faz dela a pior jogadora de Yu-Gi-Oh! possível.
Teoricamente é a mais aplicada e compenetrada de toda a banda, sendo facilmente uma das mais prediletas dos pedófilos fã do anime por sua personalidade que mescla fofura, timidez com coisas envolvendo sexo e beijos mas determinação e companheirismo. É uma das piores jogadoras de pôquer do mundo pois não consegue esconder sua cara de besta ou de alegria ao receber as cartas e normalmente seria mais uma medalhista olímpica nas competições de arco e flecha caso não tivesse seu futuro arruinado pela ideia de jerico da amiga Honoka que a convenceu fazer parte de sua banda de gurias retardadas de jpop. É todavia talvez uma das mais úteis para a banda, porque além de ser a escritora do grupo proporcionando às canções letras genéricas da mais típica japonesice, ela é também a sádica preparadora física da equipe, proporcionando a todas integrantes do grupo métodos de tortura individuais, para mantê-las sempre no peso certo.
Hanayo Koizumi
Garota tímida do primeiro ano que é uma otaka assumida sendo fã de todas bandas de jpop existentes, possuindo inclusive todas as Capricho já lançadas sendo a mais bem informada de todos os fatos urgentes que uma guria retardada precisa saber, como por exemplo, se o Justin Bieber algum dia virá se apresentar no Japão. Ela sonha ser cantora, mas a sua voz introvertida de taquara rachada não ajuda muito em seu audacioso sonho, porém ao conhecer as μ's ela descobre que não precisa ter boa voz para ser cantora de renome (vide Cristina Aguilera, Anitta, Ludmila e tantas outras) então acaba juntando a coragem para entrar para o grupo. A sua utilidade para a banda é saber os dias das apresentações e os torneios nacionais de gurias retardadas onde vão ocorrer.
Rin Hoshizora
É uma tomboy catgirl só que sem a cauda ou orelhas de gato, mas com os superpoderes de gato como a habilidade de subir paredes melhor que um mexicano. É visivelmente uma lésbica enrustida, ao contrário de Nozomi que é lésbica assumida, e por isso passa por diversos dramas. Devido à sua sexualidade, gosta de se vestir como menino, se comportar como menino e práticar coisas de menino, tipo tentar fazer parte do time de futebol da escola, mas como também quer fazer outras coisas de menino, como namorar a Hanayo, Rin acaba sendo arrastada a integrar as μ's. Por muitos episódios Rin está ali apenas para ser figurante e a garota alegre, até o autor do anime lembrar que ela existe e criar um episódio inteiramente a ela explicando como Rin tem vergonha de vestir saias e roupas femininas, mas ao contrário da Tammy Miranda Rin é forçada a vestir-se de menina e descobrir sua feminilidade.
Maki Nishikino
Maki fingindo que é assexual e que não se importa com o tanto de hentai que fazem dela.
Uma tsundere de cabelos vermelhos que desistiu de pilotar o EVA-02 para estudar medicina e futuramente assumir o hospital dirigido por sua família. É disparadamente a mais patricinha de todas possuindo uma mansão nas montanhas e uma casa de praia. Como toda tsundere que se preze, é teimosa e nunca admite seus sentimentos pelas amigas jamais revelando seus fetiches sexuais. Se por um lado parece ser a mais séria, sensata e normal do grupo, logo descobre-se que ela ainda acredita em Papai Noel, sendo apenas mais uma patricinha guria retardada, portanto plenamente apta a ser uma das integrantes das μ's. Muito relutante a entrar para as μ's no começo, porque embora seja uma boa pianista sabe que música não leva ninguém a lugar algum, ela acaba cedendo às insistências e fazendo parte do conjunto. Passamos o anime inteiro esperando o episódio em que seus pais vão aparecer para fazê-la largar essa ideia imbecil de ficar dançando ao invés de estudar para medicina, mas isso nunca acontece. Maki é sem sombra de dúvidas a peça mais importante de toda a banda, não porque ela saiba compor músicas, porque isso qualquer programa de computador faz aquele jpop irritante genérico, mas ela é importante por poder proporcionar às amigas uma vida plena de patricinha, com elas podendo viajar para mansões nas montanhas ou na praia quando bem quiserem.
Nozomi Tojo
A lésbica assumida do grupo para compor a cota homossexual e atrair os fãs de yuri, tem portanto a mania de apertar os peitos de todas as outras garotas, aparentemente de forma despretensiosa mas depois descobre-se que ela realmente tem fetiches acerca desse ato obsceno. Embora tenha sua sexualidade bem definida ela é virgem como todas as outras garotas, e por isso deseja recuperar o tempo perdido por ter precisado se mudar muito em sua infância e nunca ter tido a chance de ter uma namorada, então se declara para Eli Ayase e nunca mais é vista separada dela. Foi ela que teve a ideia do ridículo nome de μ's, para a banda, inspirada numa marca de sabonete japonês para axilas.
Nico Yazawa
A mais infantil do grupo é também a mais velha de todas, sem sombra de dúvidas a mais irritante porque é viciada em mentir. Ela é tão retardada que até as outras oito retardadas integrantes do grupo a ignoram completamente de tão irrelevante que sempre são suas ideias. Um ano antes de Honoka chegar ela já havia tido a brilhante ideia de criar uma banda de gurias retardadas para a escola, mas em sua época não haviam retardadas o bastante e ela teve que seguir uma fracassada carreira solo, até tornar-se a presidente das μ's. Quando está sob pressão a resposta para todos os problemas de sua vida é Nico Nico Nii, e no final descobrimos que ela é filha de mais uma mãe irresponsável que sobrecarregada não consegue educar os filhos, pois é visto que Nico tem duas irmãs mais novas igualmente retardadas e um irmão pequeno que é autista.
Eli Ayase
No final do anime Eli Ayase precisa deixar a banda para ir mediar a situação do conflito na Crimeia, a chamado de Putin.
Uma russo-japonesa que se parece muito com uma certa mecânica, tenta a todo custo instaurar o comunismo na sua escola tornando-se assim amplamente impopular. Na primeira metade do anime se demonstra ser talvez a única pessoa responsável e sensata de toda a escola, sendo contra a criação de um grupo musical de baixa qualidade em todos aspectos, mas depois acaba sendo seduzida pelo Lado Rosa da Força entrando para as μ's esquecendo completamente de todo seu passado com música erudita e aflorando todo seu lado de guria retardada e fofinha, inclusive frequentemente falando um palavrão russo "Horosho". Ela é a responsável por criar as coreografias do grupo, já que tem um grande talento para a dança por causa de sua experiência infantil como dançarina burlesca em um cabaré em Moscou.

Outros[editar]

Principal Minami
A prova de que não é apenas no Brasil que as escolas são administradas por pessoas despreparadas, desleixadas, incompetentes e irresponsáveis. Ela é a mãe de Kotori, diretora e dona da Escola Otonokizaka. Os seus níveis de irresponsabilidade com tudo são alarmantes a começar pela péssima administração de sua escola, não movendo um dedo sequer para impedir que ela fosse fechada, visivelmente de saco cheio daquela porra toda. Também é extremamente irresponsável como mãe, arrumando uma universidade no exterior para a filha, comprando uma passagem internacional, e depois deixando que fique por isso mesmo a filha desistir de tudo só para ir dançar com as amiguinhas de colégio.
A-RISE
A banda que inspirou Honoka a criar as μ's e que depois se tornaria grande rival das mesmas, formada por um trio padrão de outras gurias retardadas de seu estilo próprio. Como é um anime slice of life, elas não são as vilãs que provavelmente seriam caso o anime fosse de outro gênero, entãoe stão ali apenas para serem derrotadas no final.
v d e h
Este artigo fala sobre um anime.