Luizão

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Luiz Carlos Bombonato Goulart (ou simplesmente Luizão) é um futebolista brasileiro, que marcou história no Parmera, no Bambis, no Curintias e no Guaraná. Luizão também fez parte do time que ganhou a Copa 2002.

Carreira[editar]

Luizão treinando no CT de um time onde nunca jogou, só pra filar o almoço.

Luizão surgiu no juvenil do Guarani, mas depois foi para o Passarinho Azul. Lá ele conquistou o Paranaense de 1993, e no fim do seu empréstimo, voltou para o Guaraná, onde virou jogador bom, e foi contratado pelo Parmeras, onde foi campeão paulista em 1996, com apenas uma derrota em 30 jogos. Em busca de um futebol mais reconhecido, foi para o Deportivo Na Coluna, onde ganhou o título do "Troféu Teresinha". De volta ao futebol brasileiro, Luizão foi contratado pelo Vice, onde foi campeão carioca e campeão da Libertadores. Ao sair do Vice, foi para o Curintias, onde logo de cara foi campeão paulista e campeão brasileiro. Em seu primeiro jogo com a camisa alvinegra no Brasileirão, Luizão marcou 4 gols de uma só vez, contra o Raio-Gama. Um ano mais tarde foi campeão do Mundial de Clubes da FIFA. Em 2000, Luizão foi o artilheiro da Libertadores, onde foi o artilheiro com mais gols marcados em uma só edição (15).

Naquela época Luizão estava tão bom que foi de cara convocado para a seleção brasileira, só para disputar a última partida das eliminatórias. Na partida onde o Brasil deveria ganhar para disputar a Copa, Luizão marcou 2 dos 3 gols da vitória.

Antes de sair do Curintias, Luizão foi campeão paulista. Foi para o Gaymio, e alguns meses depois foi para o Hertha Berlin, da Nazilândia.

Em 2004, voltou para ajudar o Chorão a não ser rebaixado no Brasileirão. Após se lesionar, pediu pra sair e foi contratado pelos Bambis. Foi campeão paulista e da Libertadores. Antes de os Bambis ganharem o Mundial, ele foi para o Nagoya Grampo 8, timeco do Japão. Contudo, como não aguentava ter que comer sushi, sashimi e onigiri todos os dias, ele se mandou sem aviso prévio. Foi clandestinamente transportado de volta ao brasil em um navio de produtos eletrônicos da Toshiba, e foi até a sede do Sardinhas para jogar pela equipe. Após ser contratado pelo Urubu comedor de carniça, Luizão, em 10 meses sofreu 24 lesões. Depois, jogou em times de menor expressão, e encerrou a carreira.

Em 2010 Luizão, ídolo do Vice e ex-jogador do Chorão e do Urubu, ajudou o Flormerdense a contratar Deco, virando a casaca. Atualmente Luizão não está aparecendo em lugar nenhum, está sumido, ninguém na rua reconhece ele.