Luiza Erundina

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Essi artigo é cabra macho!

Aqui si fala com sutaque nordestino, si toma cachaça, si come rapadura e se podi ti furar com pexêra si tu pensá em futucá ele, visse?

Note: não se avexe em por mais coisa nessa muléstia.

Nordeste do Brasil1.png
Luiza em pose sensual

Cquote1.png Você quis dizer: Véia da Casa do Pão de Queijo Cquote2.png
Google sobre Luiza Erundina
Cquote1.png Experimente também: E. Honda Cquote2.png
Sugestão do Google para Erunda
Cquote1.png Erunda... Unda Unda Unda... ela é feia de cara mas é boa de urna, Erunda, Erunda... Cquote2.png
Jingle eleitoral de Erundina
Cquote1.png Um amor de pessoa! Pena que não cuida do visual devidamente Cquote2.png
Marta Suplicy comentando sobre o estilo de Erundina
Cquote1.png A gente tinha muitas coisas em comum e às vezes também não. Cquote2.png
Lula em sua sabedoria suprema

Luiza Clitóridas Eros "Erondina" foi ex-prefeita de São Paulo. Nasceu na grande metrópole de Uiraúna e, depois da última Era do Gelo, de lá partiu em um pau-de-arara mudando seu nome original de Imundina para Erondina, dizia ser mais erótico assim. Ela sucedeu Jânio Quadros. Erondina na época, era filiada ao chupetismo do PT, mas atualmente é filiada ao PSB, Partido Sensual de Brasília. O PSB é um partido para quem apóia o Lula, mas eventualmente fala mal dele de vez em quando.

Vida Pessoal[editar]

Marta Mercado, diz ter tentado influenciar o estilo de Eronda, sem sucesso

Cabra macha, Lu já foi prefeita da cidade de São Paulo, em uma época em que era praticamente impossível ser eleito sem ter uma postura forte e muito pêlo no peito. A candidata caiu no gosto popular ao se dizer fanática pelo timão e adepta da liberdade sexual. A então sexóloga Marta Suplicy falou da amiga:

Cquote1.png A Lu é uma pessoa extremamente boa e possui um coração enorme (tatuado na nuca). Nós sempre conversamos e trocamos experiências(...) Eu sempre dou dicas de elegância para ela, para ela usar umas estampas de oncinha e cores variadas (...) Um dia ela apareceu em casa com um embrulho e falou: "Agora eu vou retribuir você toda a sua amizade para com a minha pessoa"- era um maiô de vinil vermelho, cheio de rebites formando uma estrela. Nunca me esqueci desse dia tão especial. A Lu é uma pessoa muito simples, não liga para vaidade nenhuma. Cquote2.png
Marta Suplicy sobre a ex-prefeita Luiza Erondina.

Revista Veja com matéria exclusiva de Luiza Erundina

Em 1990 Eronda conheceu Marilena Mattos, paraíba assistente de paucu e irmã mais velha de Marlene Mattos. Casaram-se e passaram Lua-de-Mel em Vargina Grande, na Paraíba Masculina. Lu mantém sua esposa bem instalada na Aclimação, na Rua Baturité, bairro de classe média decadente de São Paulo. Entre seus gostos íntimos está ouvir músicas Emo como Simone, Ana Carolina e Cássia Homem,. Como boa filha do sertão nordestino, não dispensa os livros de Agnaldo Silva, assistir a filmes brasileiros cult como Matou a Família e Foi ao Cinema (1969) e Eu Te Amo É o Cacete! (1980) , e novelas da Globo. Seu prato favorito é jabá com farinha e marisco com quiabo e farinha. Pensa em voltar à vida política como prefeita de São Paulo mas acha muito cansativo ter que tomar pelo menos um banho por mês.

Muitos mitos cercam a imagem da militante que ficou tão marginalizada que acabou deixando o chupetismo para se juntar a outro partido mais liberal, o Partido Sensual de Brasília, PSB. Erondina tem personalidade rigorosa e costumava a implicar com mulheres em seu gabinete. Más línguas chegaram a afirmar que muitas secretárias já preferiram se retirar de seu gabinete a enfrentar a rigidez chupetista de Erondina. Mesmo com todas essas maliciosas suspeitas, Erondina sempre foi ilustre dentre os movimentos feministas e sua língua muito bem aceita, segundo o site Juventude Chupetista do Butãtã. Recentemente Erondina se submeteu á uma cirugia plástica estética para aumentar e levantar os seios, sem que diminuísse o pêlos na região toráxica que lhe foram doados por Lula.

Polêmica da Botinha da Lu[editar]

Impresso publicitário da Botinha da Lu, criada pela agência de Duda Mendonça

Seu estilo simples de vestir, ganhou adeptos entre estivadores, caminhonheiros, pedreiros e outros profissionais do povo. Usando camiseta do PT com as mangas enroladas, calças jeans surrada e botinão, Eronda ditou tendência enquanto foi prefeita. Chegou a lançar uma grife de calçados femininos para o trabalho pesado, o slogan criado pelo publicitário Washington Olivetto foi um escândalo na época: "Botinha da Lu - Deixa os homens no Chinelo". A empresa responsável pela fabricação do calçado era a mesma da Melissa e foi também a única a contar com mão-de-obra 100% sindicalizada. As botinhas também tinham aroma de comidas típicas do Nordeste, como feijão-de-corda, calango, xique-xique, mandacaru, jabá, entre outros.

As vendas da botinha alavancaram a popularidade do PT e sua logomarca - a estrelinha vermelha - passou a ser um dos mais criativos logotipos já criados na história da publicidade. Outros produtos que foram projetados para a então prefeita foram: kit de ferramentas, barbeadores descartáveis, cuidados íntimo para caminhoneiros, materiais de construção, gel após barba e outros. Todos os produtos chegaram a ser produzidos em pequena escala e veinculados em emissoras de TV, mas o partido de Eronda decidiu cortar os gastos da publicidade para popularizar o então obscuro companheiro, o presidenciável molusco Lula.

Vida Política[editar]

Cartaz Publicitário da Campanha "Tocando Cavaco" da prefeita Erondina

As grandes obras de Erondina para São Paulo foi demonstrar que uma muher nordestina pobre e feia poderia ser prefeita. Mais tarde os paulistanos preferiram escolher uma também suposta mulher, Walter Merdado, que não lembra em nada os atributos erondínicos. Erondina também teve grandes realizações íntimas e políticas. Instituiu o Come Quieto, plano de alimentação aos desabrigados, Cafofo de Mainha , casas populares de um cômodo só, para os flagelados da terrinha, Programa Jeguão, permitindo acesso aos transportes públicos para pessoas desprovidas de higiene, Marzinho de Xamego programa de aluguel de botes para as vítimas da enchente e o Tocando Cavaco programa de incentivo artístico somente para mulheres, entre outros programas sociais.

Eronda era muito participativa e ela mesma nomeava suas campanhas, gerando muito recentimento de Duda Merdonça, encarregado de fazer suas campanhas, após Olivetto ser contratado pela W/Brazil. Em entrevista especial, Erunda afirmou:
Cquote1.png Eu mesmo gosto de criá e divulgá minhas campainha política de programa sociais. Eu gosto muito de lidar com isso, com o povo sorrindo, me abraçando nas ruas que eu ando. De noite, eu e as menina da publicidadi se reunimos para conversar e confraternizar.(risos)A gente conversa de tudo, fala de tudo, come de tudo, fala de novela, faz tudo lá no meu gabinete, eita! (sic) Cquote2.png
Luiza Erondina, ex-prefeita de São Paulo, descrevendo seu processo criativo para suas camapanhas sociais.

Críticas[editar]

Luiza
O programa social menos aceito pela população foi o Programa Come Quieto. Erondina prometeu prover famílias pobres com comida quente, mediante a inscrição delas em seu gabinete particular. A população não gostou porque os requisitos para ser beneficiado eram muito dificeis de se preencher como: ser mulher, ter entre 15 e 30 anos e boa aparência. Além disso muitas beneficiadas reclamaram da comida. Uma delas, Iraildes, com 18 filhos disse que estava revoltada com programa e pretendia abandoná-lo:

Cquote1.png Ela disse que a gente ia ter comida quente e variada todo dia. Eu pego 5 ônibus por dia para vir até aqui e só tem língua e ainda por cima gelada e seca Cquote2.png
Iraildes da Silva, 22, ex-beneficiária do Programa "Come Quieto".

Na época, questionada sobre porquê requisitar "boa aparência" para ser beneficiário do programa, Eronda disse que era devido à enorme quantidade de pessoas que precisavam da ajuda e que não poderia beneficiar a todas elas sem uma seleção."Se eu ajudar as feias também, não vai sobrar nem língua"(sic). Erudina também teve grandes realizações no campo da... no campo da... no campo da... sei lá em que campo, porra! No final ela perdeu pro Maluf a prefeitura.

Que Fim Levou[editar]

Precedido por
Jânio Quadros
Prefeita de São Paulo
1986 - 1990
Sucedido por
Paulo Maluf
Latino.png Este artigo se trata de uma personalidade mortalmente, incrivelmente e filhadaputamente odiada!
E não sai na rua para não sofrer linchamento.

Conheça outros filhos da puta clicando aqui.
v d e h
Ladra02.gif POLÍTICO$ DO BRA$IL

Luiza Erundina pode ter sido exilado.

Outros políticos em que você já votou e se arrependeu:

Maluf tn.jpg