Luke Skywalker

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Superhomiii.jpg Este artigo é um super-herói.

O texto a seguir é sobre alguém que voa, tem poderes, salva donzelas e prende bandidos. Se vandalizar este artigo, eles te levarão à Justiça.

Para conhecer mais desses seres incríveis, clique aqui.

The-last-jedi-rey.jpg Este artigo trata de um protagonista

Luke Skywalker ganha bem pra caramba para fazer o que faz!

E deve ser alguém bonzinho (ou não)

Goku Ferido.jpg
Luke Skywalker
10212 Luke Skywalker.jpg
Nascimento 19/05/1977
Tatooine
Idade 18
Altura 1,72
Peso 65
Estilo de luta Jedi
Arma preferida Sabre de Luz Peixeira Alumiada
Técnica Máxima Secreta Secretão Força Jedi
Religião Lado Iluminado da Força
Profissão Padawan Cavaleiro Jedi (atualmente Mestre)
Característica marcante Ser o último dos Skywalkers
Comida favorita Princesa Leia Mara Jade Skywalker
Frase favorita Que a Força esteja com você!
Esporte Shoot
Mania Pilotar o X-Wing

Babel fish.gifTraduzindo: Lucas Pedestre-do-Céu
Babel Fish sobre Luke Skywalker
Cquote1.png Você quis dizer: Luke Starkiller Cquote2.png
Google sobre Luke Skywalker
Cquote1.png Procure Luke Skywalker pelo menor preço no Mercado Livre Cquote2.png
Resultado mais relevante na pesquisa sobre Luke Skywalker no Google
Cquote1.png Luke, eu sou seu PAI!! Cquote2.png
Darth Vader sobre Luke Skywalker
Cquote1.png OnDi VoXe IsTeVi ToDu ExXi TeMpU?!? Cquote2.png
Luke Skywalker sobre comentário de Darth Vader
Cquote1.png Ai caralho, meu filho é um emo! Agora fudeu! Cquote2.png
Darth Vader sobre o comentátio acima
Cquote1.png Minha mãe morreu, meus tios morreram, meu treinador morreu, peguei a minha própria irmã e meu pai é o Darth Vader! Tenho direito de ser emo! Cquote2.png
Luke Skywalker sobre o comentário acima
Cquote1.png Já dei... um beijo nele. Cquote2.png
Léia sobre Luke
Cquote1.png Esse cara tem de tudo para ser chique no úrtimo. Cquote2.png
Cézar & Paulinho sobre Luke Skywalker
Cquote1.png Ô Luke... Eu te amo Boa sorte e que a "Força" esteja com vocês! Cquote2.png
Han Solo sobre Luke Skywalker
Cquote1.png Ele ficou chocado com a minha oferta de emprego HAHAHAHAHA!!!! Cquote2.png
Bento XVI Imperador Palpatine sobre Luke Skywalker
Cquote1.png Não sei porque minha mãe insistiu tanto para treinar com o Tio Luke. Cara chato da porra! Mas eu admito que a melhor história dele é aquela onde Vovô Vader lhe cortou a mão. Cquote2.png
Kylo Ren sobre Luke Skywalker

Sswlukerunb.gif

Luke Skywalker (pt/br:Luqui Escaiuólquer)(Polis Massa,Década de 60 19 ABY - Ahch-To,Dezembro de 2017 34 DBY) é o protagonista-herói da trilogia clássica de Star Wars. Ele foi o que sobrou do sangue poderoso da família Skywalker para ser um Jedi, tendo assim que passar pelos piores tipos de academia de artes marciais, aprendizagem aos 4 anos com a Comunidade Cristã-Judaica da Ordem DeMolay e aulas no matagal com o Mestre Yoda.

Sua origem[editar]

Desde de muito cedo, Luke sempre se mostrou bastante ingênuo e caipira para o uso da "alta tecnologia" de seu tempo

Tudo começou ainda no terceiro capítulo da trilogia prequel de Star Wars, em A Vingança dos Siths, onde durante os acontecimentos de uma baita treta no qual siths estão dando um golpe politicamente incorreto no senado corrupto jedi, Padmé Amidala estava se esganado de dor num hospital público após uma trepadinha com um jedi enrustido á nove meses atrás. Tal sofrimento tinha lá suas razões: ela estava grávida de gêmeos (só que não siameses, graças a Força), onde deu ao seu primeiro filho o nome de Luke Skywalker e a caçulinha o nome de Léia Amidala, e depois disso bateu as botas de desgosto.
Após esse vexame, os nenês foram separados por "ironia do destinho", mas como esse artigo é do Luke vamos contar o que aconteceu unicamente com ele. Entregue a seus tiozinhos ainda bebê (a saber, Owen Lars e Beru Lars Tio1.jpg e uma puta qualquer), logo que cresceu aprendeu muito cedo a negociar com integrantes do comércio negro da Deep Web, e logo em seu primeiro negócio, passou a rasteira em vendedores trocando aquelas tralhas de papel de seus desenhos que pretendia vender para Walt Disney podendo assim comprar um dróide falante irritante e uma máquina fax ambulante chamados C-3PO e R2-D2, e como se isso não bastasse acabou conhecendo como pretexto o famingerado Ben Que Noob Coronel Justino, um mestre jedi que confrontou Darth Vader Lampião e lhe ensinou o domínio da peicheira alumiada.

Entrada numa vida cheia de surubas[editar]

Lukinhas dando seus primeiros passos na liga RBD

Quando Luke conheceu Obi-Wan, este quis treina-lo para tornar-se um cavaleiro já dei jedi tão foderoso quanto Paulo Maluf, mas pra isso teve que entregar parte de sua plantação de pepino alface para treinar com esse velhote. Seus tios Owen e Beru Lars até chegaram a comprar um Opala para que Lukinhas e seus novos miguxos saíssem pelo mundo a fora pra conhecer os prazeres da vida. Infelizmente em sua volta ao lar ele acabou encontrando sua humilde favela completamente destruída pelos militares da ditadura intergalática e acabou tendo que se integrar a uma turminha de revoltados fãs de Restart e RBD.
Nessa sua nova vidinha, primeiramente ele conheceu uns tais de Han Solo e Chewbacca, que lhe fizeram gastar uma grana miserável com o objetivo de ajuda-lo a plagiar o Super Mario Bros. com aquele maldito clichê de enfrentar uma reca de inimigos para finalmente salvar uma princesinha gostosa das garras do vilão. Logo em seguida conheceu a patricinha da Princesa Leia por quem teve um lisórgeno sentimento de tesão e passou a come-la flerta-la todos os dias (isso até a fuleragem feita no episódio VI). Como se já não bastasse Luke também conheceu ao presidente Darth Vader que dominava a galáxia com sua vara vermelha e por quem ele sentiu um baita ódio, depois que este matou Obi-Wan bem na sua frente. E assim logo ele se tornou mais um delinquente juvenil com essa gangue de emos.

Dentro da Estrela da Morte[editar]

A hora do cacete!

Depois que Luke foi se alistou na baixada rebelde, como qualquer guri que largou os estudos pra se fuder na vida, quis logo arrumar um emprego no meio dessa bagaça, e como era coligado da princesa patricinha, foi indicado a ser piloto reserva da X-Wing Ferrari após o tio Shumacker se aposentar. Dai ele e mais uma reca de outros idiotas fardados foram mandados pra detonar o planetinha artificial de Vader, mas logo são recepcionados com uma porrada de TIE Fighters que haviam sobrados da 2ª Guerra Mundial os quais saem fudendo tudo e todos a sua frente. No meio dessa parafernalha de destruições e mutilações, só Luke consegue se safar (com uma pequena ajudinha de Solo e sua banheira voadora) e por fim deu um disparo certeiro na zona proibida da Estrela da Morte mandando-a para o quinto dos infernos e sendo aclamado como herói-meia-boca no meio dos nerds que curtem Guerra nas Estrelas.

Alucinações no deserto da Antártida[editar]

Quem disse que ele nunca pegou a irmã?

Em sua nova jornada, Luke Skywalker teve que trabalhar feito uma mula para conseguir ganhar um Iglu e uma base contra as forças do mal. Em meio a cambada revoltada, ele contratou soldados desempregados da Guerra do Paraguai e alguns de seus miguxos onde conseguiram fortalecer o seu exército rebelde. Buscando mais noobs pra fazer parte da irmandade e finalmente acabar com o resto da Elite de São Paulo e Minas Gerais, Luke saiu pelo deserto gelado do Antártico e acabou encontrando algumas raras pedras de crack.
Como qualquer adolescente que gosta de curtir novas experiências, foi logo botando tudo pra dentro e como resultado ficou muito doidão passando a lutar com monstros imaginários (como o Abominavel Homem das Neves) e falando com espíritos celticos (como seu velho comparsa morto-vivo Obi-Wan Que Noob). A dose do bicho foi tão forte que logo ele começou a ver até cavalos ciborgues gigantes, passarinhos multantes que atiravam raios e até pôneis malditos. No final acabou tendo que se tratar numa clinica lá pras bandas de Dagobah, já que os recursos do planeta gelado eram piores que a de um hospital público.

Treinando no matagal com Yoda[editar]

Luke Skywalker sendo encoxado por Yoda

Chagando em Dagobah, os sintomas ficaram ainda piores e logo Luke começou a ver até gnomos num bosque encantado, que na verdade era o seu médico se preparando para o consultar. Na visão do Skywalker seu doutor era um filhote de anão verde que mais parecia a cruza do Grinch com o Muppet Show e se chamava Mestre Yoda, com quem ele passou a fazer várias consultas e sessões de fisioterapia usando poder da mente e sabres-de-luz a fim de melhorar do baseado, vencer o império e se tornar um cavaleiro jedi. Depois de se recuperar e de tantas novas experiências, Luke (se achando mais forte) resolveu optar por ingerir drogas mais caras e pesadas, onde descobre que o maior contrabando de LSD da galáxia ficava em Bespin, e resolveu partir pra lá para ver até que ponto seus novos poderes poderia fluir (afinal, poder que é poder só sai do cara quando este fuma todas). Depois de um prévio negociamento com o doutor gnomo e o fantasminha camarado do seu eis treinador, Luke embarca em mais uma emocionante suruba aventura.

Cacete na cidade de Bespin (e seu primeiro fight!)[editar]

O combate mortal entre Darth Lukius e o Mestre Skywalker.

Chegando em Bespin, Luke encontra todos os habitates do lugar mais do que chapados além de seus miguxos sendo onwados por Vader, e é ai que ele resolve testar seus poderes cósmicos e fenomenais, numa mera briguinha com o Lord Sith. A princípio Lukinhas teve de se ver com um bando de stromtroopes noobs, caçadores de prestígios, uma porrada de badniks alugados do Dr. Eggman e até o Maloqueiro Popaye para finalmente encontrar o dito-cujo Exu de capa preta com peixeira vermelha.
Em sua primeira e empolgante lutinha com sabres de luz, Luke apanhou mais que um protagonista de anime e pra piorar ainda perdeu uma das mãos que foi decepada pelo Vader, onde sabre de luz que Obi-Wan lhe tinha dado de presente foi pro saco também, isso sem mencionar que depois teve de voltar para Dagobah gastar mais grana com um implante de mão mecânica feita pelo Dr. Yoda bem como construir por conta própria numa nova peixeira alumiada.

Luke, eu sou seu pai![editar]

Luke e Darth Vader na capa da Revista Yoda! comentando numa entrevista o fajuto teste de DNA

Depois de sua lutinha fajuta com o Lord Sith, Luke fica sabendo do maior spoiler da história do universo (que até hoje deixa nerds em todos os cantos do planeta completamente pasmos), onde após ter derrotado Lukinhas, Vader segue com o seguinte diálogo: Cquote1.png Luke, venha paro o lado ruim da força! Você não pode resistir ao poder do lado sombrio! Obi-Wan nunca lhe contou o que aconteceu com seu pai? Cquote2.png
Darth Vader
Cquote1.png Claro que ele me contou, seu caveirão asmático! Você matou o meu pai!! Cquote2.png
Luke Skywalker
Cquote1.png Não, EU SOU O SEU PAI!!! Cquote2.png
Darth Vader
Cquote1.png NÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!! Cquote2.png
Luke Skywalker
Cquote1.png Sim Luke! Busque os seus sentimentos, meu filho! Venha comigo e juntos vamos dominar a galáxia como pai e filho!!! MWAHAHAHAHAHA! Cquote2.png
Darth Vader

Depois dessa insana revelação, Luke tentou suicídio se jogando do precipício onde estava, mas por mera ironia do destino ele acabou caindo dentro da banheira de Solo que estava sendo pilotada por Lando Calrissian, na companhia de Chew, Leia e os robôs noobs dessa joça. Em meio a isso ele conta pra Leia tudo o que aconteceu e com medo de ver o projeto mal sucedido de jedi entrar em depressão, a princesa patricinha resolve leva-lo pra cama a fim de dar uma animada no garoto (pelo menos nisso Luke se deu bem).

Resgate na corte de Jabba[editar]

Luke se preparando para mais uma treta
Nem todos sempre levaram Lukinhas muito a sério em suas batalhas

Depois dessa bagaça, Luke ficou sabendo que seu bofe Han Solo não estava com eles por ter sido congelado e mandado para o planetinha fudido de um tal Jabba Vasconselo the Hutt. Dai toda a galera vai pra lá afim de tentar resgatar o infeliz, mas acabam mesmo se fudendo nas mãos do político corrupto.
Passadas essas bostinhas, Luke vai até Jabba tentar negociar seus comparsas no velho método dos "molhar a mão com cinquentinhas", mensalão e dinheiro na cueca, só que Jabba (como qualquer bom político que se preza), recebeu a verba e depois mandou Luke tomar naquele lugar. Devidos as persistências do moleque, o nosso político honesto resolveu dar um fim logo nesse povo desgraçado que não o deixava roubar, só que em meio a todo esse trololó, Luke e seus miguxos deram a rasteira em Jabba, metendo o famoso golpe de estado e ferrando com o balofo mafioso e seus empresários corruptos de uma vez por todas.

Fumando muitas na floresta de maconha em Endor[editar]

Com o fim da puta sacanagem de Jabba no governo brasileiro, Luke volta pra Dagobah pela zilhionézima vez para se diagnosticar com Yoda e terminar o seu maldito tratamento no PROERD bem como sua terapia pra virar um cavaleiro jedi. A essa altura do campeonato ele já estava bem mais pocado, já batEndo que nem homem além de ter conseguido uma nova peixeira alumiada feito com os cristais de maconha que ele roubou do mestre gnomo.
Com isso ele conta ao anãozinho toda a suruba que rolou até então, e este por sua vez diz que Luke já está completamente tratado e pronto para fumar todas o quanto quiser sem ficar dopado, mas lhe diz que ele só será um autentico maconheiro cavaleiro jedi depois que matar o Vaderzinho. Dai rola um momento muito emotivo entre o novo-projeto-mal-feito-de-jedi, o E.T. de vagina e o fantasma de Gandolf até que Luke toma vergonha e decide fazer o que deve ser feito.
Antes de ir pra nova Estrela da Morte, Luke e sua trupe de maloqueiros passam pela alucinante terra dos bosques encantados fumegante de Endor, onde puxou mais fumaça que toda a tribo dos caiporas para elevar o seu KI e não bestar na frente do pai. A tragada foi tamanha que ele acabou ficando mais doidão do que de costume e saiu fudendo tudo pelo meio desse mundinho fantasioso, pra onde levou Leia e lhe mostrou sua nova e mais potente espada laser e também começou a voltar a ter suas alucinações, agora vendo ursinhos carinhosos na forma de gremilins e chupa-cabras. Por fim, acabou sendo encontrando quase tendo um derrame pelos capangas de seu papai, onde foi levado pra Estrela da Morte a fim de ser convertido pelo Papa Bento XVI fuder com a jararaca de vez.

A última treta contra Darth Vader[editar]

Última treta entre Luke e Vader na versão lego (notem que Luke ficou bem macho desse jeito do que no filme propriamente dito).
Cquote1.png Filho, eu te imploro, vê se vira homem, caralho!! Cquote2.png
Últimas palavras de Vader pra Luke

Depois de tantas reviravoltas, Luke finalmente conheceu a mente diabólica por trás de toda essa budega: o Imperador Palpatine, que assim como seu querido papai, queria atraí-lo para o lado Rosa da Força, mas Luke, após tantos e tantos treinamentos rigorosos com o baixinho Yoda na traumática tentativa de levá-lo para o lado Azul da Força, finalmente tomou postura de macho e disse que nunca iria fazer parte dessa viadagem com o Império Fashion Galático. Com isso, Palpatine bota Luke para assistir a derrota dos rebeldes no espaço a fora um filme pornô distribuído pela Rede Globo onde seu pai e o imperador se pegavam no pior estilo Pai de Família, isso com o propósito de alienar despertar em Lukinhas o seus sentimentos mais enrustidos, mas no fim das contas só deixou o garoto muito puto da vida ao ponto de sair no quebra pau com sua peixeira alumiada contra Vader.

Depois de uns tapinhas na cara umas briguinhas fajutas e sem graça, Vader apela para a ignorância dizendo que sabe sobre Luke ter uma irmã que ele havia levado pra cama, e como chantagem fala que se ele não vier pro seu lado, iria contar pra toda a galáxia sobre seu incesto e seduziria Leia para trabalhar como quenga num bordel miserável visitádo só pela escória da favela da rocinha. Foi aí que Luke perdeu a cabeça (metaforicamente), entrou numa pancadaria daquelas com Vader e o fez perder a mão (literalmente). Após essa pequena demonstração de masculinidade, Palpatine decidiu ferrar logo com o garoto fazendo-o se contorcer de dor feito uma bichinha usando seus raios da conversão feminazi, mas pra sorte de Lukinhas, Vader começou a perceber como tudo o que ele tinha vivido até então era uma baitolice sem tamanho, e com isso mata o imperador e salva a pele de seu filhinho. Depois dessa, Luke, vendo que tudo já estava mais que fudido pro seu papai, resolve tirar logo o capacete do coitado, matando-o logo de vez e dando um fim nessa porra por completo.

Visual ao decorrer de sua vidia e obria[editar]

Sswlukeruna.gif Padawan - Foi o primeiro visual noob de Luke, que consistia num macacão de banho branco com uma faixa de karatê cheia de bugingangas. Usando uma calça folo e botas que mais parecem um rolo de papel-higiênico remendado em suas pernas, é considerado o visual mais emo dele, já que também foi durante o tempo que ele usou esse roupão ridículo que Lukinhas ficava entrando em depressão todo santo dia, ouvindo RBD e tentando deixar suas tendências ao lado rosa da força (razão porque Ben Kenobi lhe deu um sabre azul, sendo que ele preferia a pistola);
Luke78834 photo.gif Piloto X-Wing - O segundo visu de Luke consistia em nada mais do que o seu traje de trabalho na liga dos rebeldizinhos. Seu estilo um tanto mais fashion era formado por uma roupinha laranja colante de zelador (infelizmente) cheia de bolsinhos extras para ele entupir com mais bugigangas. O traje também vinha com um capacete e uma navezinha de brinde, mas isso não tem importância, já que ele como qualquer jovem delinquente saia em seu trambolho sem capacete vivendo no limite de sua vida medíocre. Pelo menos ele aqui já estava mais acostumado a usar sua peixeira alumiada;
Sswrotjlukerun.gif Cavaleiro Jedi - O último modelito de Luke que ele mantem até hoje. Bem menos noob que os anteriores, seu novo visu consiste numa roupa preta com caveira (simbolo dos rockeiros e metaleiros revoltados), bota de couro e usando unicamente como arma o seu sabre de luz verde (já que o idiota perdeu o azul por mera frescura). Esse novo visu conseguiu fazer Luke mudar de atitude e agir que nem homem, seguindo nas trincas todos os ensinamentos de moda estabelecido por Obi-Wan (no quesito assessórios), Yoda (no quesito estilo simples) e Darth Vader (no quesito cor do modelo). Foi o único visual aprovado por Capitão Nascimento e Dr. Roberto;

Vida pós-traumatica[editar]

Depois de vária tretas, reviravoltas, surubas e a compra da Disney pelo direito da Lucasfilms, a vida de Luke se dividiu entre dois universos alternativos para que tantos fãs puritanos da velha casta quanto novinhos frustrados da geração nutella pudessem acompanhar o destino do herói que salvou a galáxia sem precisar assistir o Você Decide! na Globo. Assim fica a vida dele nessas duas budegas:

Universo faz de conta Legends[editar]

Luke em sua esposa Mara Jade numa de suas fotos do Orkut Facebook.

Luke agora é o líder da Academia Jedi em Yavin 4 Sobradinho da Nova República e também da maior plantação de maconha na face do universo. Como Luke já deixou de ser emo (ou não) e virou hominho, dando uma olhada nas antigas regras, viu quanta viadagem havia nelas e começou a ditar novas condutas com um resultado mais viril e menos boiola. Um exemplo de modificação foi extinguir o celibato-jedi, onde agora os Jedi poderiam se casar e ter filhos, ou seja, fim da frustração dos pobre eunucos tarados que vivivam dentro dos templos descascando o sabre-de-luz escondidos do padre-pastor-mago-reverendo. Com isso uma porrada de pessoas entram pra essa joça e Luke acaba virando uma celebridade local. Entre alguns de seus discípulos temos Kyle Katarn (um playboyzinho de vida medíocre), sua mana Leia Barbie Organa e seus sobrinhos (filhos de Leia com Solo, ou talvez até semi-filhos dele com ela) Jacen, Jaina e Anakin Solo, que só entram para essa budega porque foram forçados pelo gênio estérico da mãe.
Como cedo ou tarde alguma merda tinha que acontecer, alguns noobs que trabalhavam para o Império tentam reavivivar o período da ditadura militar invocando os fantasmas de Bento XVI e Getulho Vargas, o qual passam a se chamar pelo estúpido nome de Imperial Remanescentes. No meio dessa nova putaria, uma aprendiz de sith gostosa que trabalhava para o Imperador, chamada Mara Jade, depois da morte do Papa Bento, recebe a missão de matar Lukinhas, mas de tanto que os dois ficam se pegando em tantas e tantas batalhas resolvem fuder com os planos do papado e acaba mesmo é se aliado bem como se comendo pelo resto da vida. Do meio dessa pouca vergonha, os dois acabam se casando e tendo um filho tão emo quanto Luke era chamado Ben Skywalker, em homenagem ao seu primeiro treinador Ben Kenobi Coronel Ben Justino.
Depois de novas tomações no brioco, novas ameaças, novas tretas e novas tragadas, Luke acaba por ser só mais um Mané que envelheceu e foi esquecido pelas atrocidades que fez no passado (como se unir a gentalha, sair nas ruas quebrando autoridades militares na porrada, tocar fogo em ônibus espacial e explodir câmaras do senado ditatorial) e ficou fazendo bico em HQs e videogames de quinta categoria baseados em filmes, além de atualmente ter desaparecido dos contos alucinógenos de Guerra nas Esteiras. Ao que parece ele se aposentou da carreira de jedi-protagonista-que-apanha-pra-cacete, já que havia perdido este cargo para seus descendentes sem escrupulos de moralidade (família Skywalker... vai entender), e decidiu virar humorista em séries noobs como os Muppets e contando piadas em stand up comedy aos fins de semana.

Universo Reboot Cânone[editar]

Assim como no anterior, Luke também virou aqui o mestre de uma nova Academia Jedi naquilo que seria a Nova República, onde começou a treinar um novo grupinho de adolescentes problematicos emos que só viviam de filmes musicais horríveis da Disney, e como ex-emo deveria tira-los do Lado Rosa da Força para se tornarem os novos Power Rangers guardiões da galáxia, o que fez dele um respeitado Mestre Jedi alem de uma celebridade local. Entre alguns de seus discípulos temos sua mana Leia Barbie Organa (que desistiu do treinamento no primeiro dia) e seu sobrinho Ben Solo (filho de Han com Leia), que estava a fim de virar um Sith Jedi. Rumores apontam que Luke também meteu seu sabre de Luz em uma gostosa tendo um filho (ou filha talvez...), mas nada comprovado até o momento, pois ninguém nunca compareceu no Programa do Ratinho pra fazer o teste de DNA (além de terem inventado uma nova história pra contornar os fatos).

Luke na terceira idade: tá velho, barbudo pra cacete, parecendo um sósia do Papai Noel Ben Kenobi, mas ainda mantem seus cabelos hidratados com Clear Men Anti-Caspas.

Contudo, logo as coisas começaram a desandar pro lado do nosso ex-herói juntamente com seus coligados, pois acabaram sendo oprimidos por um tal de Snoke que, juntamente com toda a cambada restante do Império (que equivalia a 3/4 da galáxia), criou uma nova ditadura galática agora batizado de Primeira Ordem e se alto-intitulou Líder Supremo Snoke fudendo com o novo governo que voltaram a ser a velha gangue dos Rebeldes, agora com o nome de Resistência pra provar que não são mais aborrecentes revoltados e tem uma pinta de brasileiros por não desistirem nunca. Enquanto isso Luke resolve partir pra treta com seus discípulos, mas viu que entre eles o seu sobrinho Ben estava ficando cada vez mais trevoso e gótico (adolescentes... vai entender) além de poder fuder com tudo por estar ficando tão fodão quanto vovô Vader. Nisso Luke pensa em mata-lo quanto o garoto dormia, mas volta atrás e não mata como um bom arregão Jedi, o moleque acorda com medo (quem não ficaria com um velho barbudo empunhando um sabre de luz rígido e ereto atrás de você?) e interpreta a cena errado, uma tragédia acontece e seu sobrinho mimado e estressado (que já estava muito puto com ele) acaba caindo na lábia de Snoke. Assim Ben chacina todos os seus coleguinhas de musical teen padawans, muda o nome para Kylo Ren e vai pro Lado Negro da Força de vez, fazendo Luke ter recaídas de emisse se sentindo responsável pela conversão do sobrinho pro lado malvado, fechando assim sua Academia Jedi e deixando a Liga Rebelde da Resistência (já que ele não havia "resistido").

Depois que virou mestre, Luke resolveu descontar as acochadas do seu tempo de aprendiz na coitada da Rey (padawan só se fode...)

Ele ficou tão desgostoso e depressivo que decidiu se refugiar em uma ilha remota de um planeta remoto (reza a lenda que partiu em busca do Santo Graal antigo Templo Jedi), mas colocou um mapa imcompleto no R2-D2 com a localização dele para, quem sabe um dia, o encontrassem e o impedissem de pular de um penhasco. Muitos anos se passaram até que Luke acabou desistindo de pular do penhasco pra voltar a sua estúpida vida de fazendeiro, tirando leite verde da teta de antas-gigantes, pescando com bastão olímpico de salto em vara e obrigando persuadindo pobres lavadeiras desencéfaladas a ficarem lavando sua roupa suja (há quem diga que ele também continuou estudando mais sobre a Força e não largou seu vício em maconhas pra falar com fantasmas de seus antigos mestres, mas isso não vem ao caso). E assim ele seguia sua rotina nada emocionante quando do nada lhe apareceu uma fulana chamada Rey para lhe entregar o seu antigo sabre de luz que antes pertencia a Anakin (justo aquele que Obi-Wan queixou na Vingança dos Sith e que depois Lukinhas perdeu no Império Contra-Ataca), só que Luke pouco se fudeu pra isso, jogou a espada no mato e continuou sua rotina sem graça. Depois de muitos dias com a garota no seu cangote implorando para que ele a comesse treinasse, o velho Skywalker resolveu atender ao pedido e fazer o que ela queria (mais por uma apelação do R2 lhe mostrando o holograma sensual da Leia no pau-da-quenga do que pela novinha lhe enchendo a paciência). Nisso treino vai e treino vem, até que Rey o confronta pra que ele vá com ela peitar Kylo Ren, mas vendo a merda gigante que isso poderia dar Luke lhe manda um belo NÃo na cara, o que não impediu Rey de tentar persuadi-lo de todas as formas (até pra cama ela foi com Luke), mas nada lhe fez mudar de ideia. Já muito fula da vida Rey parte pra luta enquanto Luke resolve fumar umas e jogar papo fora com o Yoda enquanto tacam fogo na árvore mais antiga do lugar.
Enquanto isso a Resistência se fudia nas mãos do Kylo Ren e da Primeira Ordem, até que quando tudo parecia perdido Luke aparece com pinta de Fuck Yea, bloqueia um monte de tiros pra mostrar que é foda e resolve sair na porrada com seu sobrinho. No final da luta, Luke dá uma de Ben Kenobi Coronel Justino dizendo que Kylo Ren é um filhinho da mamãe e que ele nunca irá vence-lo, o que deixa Kylo muito puto e o faz partir pra cima de Luke com espada e tudo para mata-lo... Só que Luke lhe dá um grande TROLLEI! já que o rapaizinho revoltado estava enfrentando todo esse tempo era apenas a projeção em datashow astral do Luke (enquanto este ainda estava chapadasso no seu planetinha apenas usando seu holograma via Força). Com isso a Resistência escapa, Kylo Ren fica puto da vida, Rey se torna a última Jedi e Luke, depois de ter fumado todas, morre depois de pular do penhasco acaba virando uma alucinação ao lado de seus antigos Mestres e seu querido papai. O resto é lenda pra boi dormir.

Cquote1.png Lukinhas é o caralho! Meu nome agora é Mestre Skywalker, PORRA! Cquote2.png
Luke sobre como devem chama-lo agora

Kakashi hello.jpg
Luke Skywalker morreu...
MAS VOLTOU!!!

E nem agradeceu a Shen Long...

Clique aqui pra ver os que deram a rasteira na morte.


Técnicas que Luke sabe usar[editar]

Aqui vão alguns dos golpes milenares que Lukinhas aprendeu durante seu processo de padawan, piloto-noob e finalmente cavaleiro já dei Jedi. São elas:

Sswrotjlukeswingup.gif Espadada básica - É o clássico e idiota golpe que todo besta que carrega uma espada em mão sabe fazer, ou seja, pau nele.
Sswrotjlukeswing.gif Ataque baixo - É quando ele mete uma espadada bem na zona delicada de seus inimigos.
Sswrotjlukeforcesaber.gif Peixeira voadora - Quando ele lança o Sabre de Luz na direção de qualquer noob a sua frente.
Sswrotjlukeidlea.gif A "Força" - O duvidoso poder mistico exercido por qualquer maldito jedi.
Sswtesblukedoublejumpa.gif Giro do caralho - É um plágio do Spin Dash; ao que parece Luke jogava muito Sonic quando criança e resolveu executar essa técnica.
Sswtesblukerunb.gif Correr pra caralho - Ele sabe fazer isso desde o tempo de guri quando sofria bully no colégio.
Sswtesbtauntaunrunlukeb.gif Cavalgagem - Por que você acha que ele hoje é chamado de Cavaleiro Jedi?

Curiosidades[editar]

Luke e seu falecido papai relembrando os velhos tempos em um joguinho pra Preisteixon.
  • Luke só sabe contar até dez;
  • Vader estava disposto a matar seu filho quando soube que ele era emo, mas mudou de ideia depois de uma pequena olhada em sua espada de luz no Episódio VI;
  • Depois que Luke faliu, abriu uma academia sem licenciatura para jovens baderneiros que eram viciados em ervas místicas;
  • Leia até hoje lamenta todas as noites que transou com Luke;
  • Depois que Luke matou Vader ele passou a ser o sujeito mais odiado de Star Wars;
  • Luke furtou os cristais verdes alucinógenos de Yoda para fazer um novo sabre de luz depois que perdeu o seu primeiro;
  • Atualmente Luke faz terapia para deixar de usar as drogas que começou a se viciar no passado;
  • Após matar Darth Vader, Luke voltou à Terra, indo diretamente para Gotham City, porém acabou tendo um acidente químico se tornando o Coringa.
  • Han Solo, que é um personagem semi-secundário da saga, tem mais fãs que Luke, que é o protagonista;
  • Depois que sua carreira no cinema acabou, Luke teve de fazer bico em jogos da série como Star Wars: Masters of Teräs Käsi e Star Wars: Battlefront II;
  • 90% da população nerd prefere Anakin ao invés do Luke no quesito de herói;

Ver Tambem[editar]

Precedido por
Anakin Skywalker
O Jedi Escolhido
1977 - 1983
Sucedido por
Ben Skywalker Rey