Luminárias

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Gnome-searchtool blue.png Luminárias é uma pequena cidade desconhecida.
Você pode estar perdendo seu tempo à-toa ao ler sobre essa joça.
O índice de desemprego lá é 290%.

Sciences de la terre.svg.png


Luminárias é uma cidade de Minas Gerais que fica perto do cafundó do Judas e de outros pontos turísticos muito comuns em lugares como a Antártida e o Acre. A cidade é muito visitada pelos X-Men que mantém a sua base nuclear ultra-secreta escondida em Luminárias. A base é disfarçada de placa de boas vindas, sendo que a entrada fica embaixo da placa de boas vindas em Luminárias. O motivo para isso? Bem, ninguém nunca lê a placa de boas vindas de Luminárias, então ninguém achará a base.

Isto é Luminárias? Isto são luminárias!

História[editar]

Teria começado a história de Luminárias quando um tropeiro estava viajando pelo país, procurando um material que servisse como substituto viável do Chimarrão. O material teria que dar relaxamento e poder se aquecido com líquido, tal como o chimarrão.

Então, quando colocou os pés em terras mineiras, logo veio alguém pedindo para que ele ficasse com a escritura de um município que havia fundado enquanto estava bêbado. O homem (que parecia um mendigo bêbado) gritava para ele pegar o município e que ele havia intitulado de Luminárias.

Como era um noob, o tropeiro aceitou o tal município, foi até aquele lugar e descobriu que fica no meio do nada. Geralmente deveriam ter casas em lugares assim, não? Como Minas Gerais seria um estado da região sul, mas não é por causa de São Paulo, acabou por haver muitas cidades fundadas por pseudo-gaúchos. Como acontece com Luminárias.

Em Luminárias as pessoas passam o dia limpando suas espingardas e olhando um carro com auto-falante ligado no máximo para acordar as pessoas que estão vagabundeando dormindo de tarde. A cidade é bem pacata e por mais irônico que pareça, não existem luminárias em Luminárias, tal como não existe praia em Praia Grande.

Cidade[editar]

No centro se encontra o monumento que governa toda a desgraça que é Luminárias. Aquilo se chama prefeitura. Dentro dela há o carrasco dos cidadãos, conhecido por Sr. Cabelo de Mônica. O prefeito é o encarregado de dar as más notícias para a população como por exemplo:

Cquote1.png O banheiro entupiu... De novo. Cquote2.png
Prefeito sobre uma má notícia

Cquote1.png A água acabou! Cquote2.png
Cidadão Luminarense sobre sobre o dia-a-dia em Luminárias

E a população é obrigada a se reunir no centro da praça e ouvir aquela besteira, fingindo que se importa. É uma cidade bem sem-graça, sendo que nem se deram ao trabalho de construir um hotel que não tenha uma função secundária como por exemplo, hotel-lanchonete-churrascaria.

Atualmente[editar]

A cidade combate uma aglomeração de mendigos, vacas, cachorros e cavalos que descobriram que em Luminárias não há uma lei que permita a exterminação deles. Bem que tentaram aprovar a tal lei, só que o documento foi usado como papel higiênico por um prefeito durante a crise do papel em Luminárias. A cidade passa por um período de ditadura do partido dos leiteiros que obrigam os funcionários públicos a ordenhar as gordas vacas da prefeitura.