Máfia dos Cornos

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Ricardão fugindo da Máfia dos Cornos.

Cquote1.png Você quis dizer: Argentinos Cquote2.png
Google sobre Máfia dos Cornos
Cquote1.png Nem tenho medo Cquote2.png
Ricardão sobre Máfia dos Cornos
Cquote1.png Nem eu Cquote2.png
Tua Mãe sobre Máfia dos Cornos
Cquote1.png Pode vir aqui, o chifrudo já foi embora Cquote2.png
Mulher de um membro da Máfia dos Cornos ao saber que o marido foi se reunir com outros mafiosos

Máfia dos Cornos é uma organização criminosa composta por pessoas traídas pelos respectivos companheiros. São identificadas por terem chifres na cabeça, mas cuidado para não confundi-las com o Clube dos Cornos Mansos. Enquanto estes são seres conformados com a situação, os cornos mafiosos são raivosos, cometendo crimes para se vingarem do mundo.

História[editar]

João e José antes de fundarem a Máfia dos Cornos.
Cornos mansos não são aceitos na família.

Num belo dia (ou não), um goiano chamado seu José (nome fictício para preservar a identidade do sujeito) estava voltando para casa mais cedo, aproveitando que seu chefe havia saído mais cedo do trabalho. Chegando lá, José encontra sua mulher mais o chefe dele e outros 2 desconhecidos na cama praticando as mais variadas posições sexuais.

Sem ser visto por ninguém, José saiu de casa e foi gastar seu suado dinheirinho no bar. Lá, ele encontrou outro corno afogando as mágoas no etanol, chamado João (nome fictício). Como todo goiano corno, os dois resolvem montar uma dupla sertaneja. Compram uma viola e passam a cantar em bares músicas sobre traição, amor, e outros temas semelhantes.

Porém, havia muitas duplas sertanejas do tipo fazendo forte concorrência. Como não dava mais para continuar o ramo, José e João se cansam de ser chifrudos conformados e saem do Clube dos Cornos Mansos para formarem uma organização criminosa e descontarem a raiva dentro deles nos outros. Assim surgiu a Máfia dos Cornos.

Logo a máfia se espalhou por outras cidades e estados brasileiros graças a outros cornos que estavam na mesma situação. Anos mais tarde a máfia aceitou a entrada de mulheres traídas pelos maridos, afinal não são só elas que traem. Hoje o grupo está espalhado por outros países e continentes, sendo uma das maiores organizações criminosas da Via Láctea.

A Máfia se concentrou macivamente na cidade de Maceió no estado de Alagoas, onde é mundialmente conhecida como terra dos cornos.

Atividades[editar]

Corno caçando o maldito que comeu a esposa dele.

A principal atividade do grupo é o sequestro e assassinato de homens ou mulheres que pularam a cerca e seus respectivos amantes. Qualquer um (até você) pode solicitar o serviço da máfia caso descubra o que tudo mundo já sabe sobre sua/seu companheira(o), menos você mesmo; desde que tenha dinheiro para pagar.

A Máfia dos Cornos é acusada de matar mais de 666 pessoas com armas de fogo, armas brancas, queimando armários com as vítimas dentro ou e por aí vai. Recentemente muitos membros do Clube dos Cornos Mansos, cansados de fingirem que não sabem de nada, estão se juntando à máfia para se vingarem dos amantes e dos companheiros

Cquote1.png MWAHAHAHAHAHA! Cquote2.png
Ex-corno manso planejando sua vingança

Outras atividades incluem pirataria, corrupção e tráfico de gatinhos.

Hierarquia[editar]

Reunião da Máfia dos Cornos.

A Máfia dos Cornos é bastante desorganizada. Sua hierarquia foi plagiada inspirada na das máfias italianas. Divide-se em:

  • Corno chefe - O membro com o maior par de chifres é escolhido chefe. Ele é muito importante sabe-se lá porque, não faz nada.
  • Corno vice-chefe - Esse é ainda mais inútil, também não faz nada, sua única função é substituir o chefe quando ele vai para o bar afogar as mágoas de vez em quando.
  • Corno conselheiro - Dá conselhos ao chefe (O RLY?)
  • Corno capo - Dá ordens para os subordinados, e só.
  • Corno soldado - É o único que trabalha na máfia, faz o serviço pesado e puxa o saco dos chefes para ser promovido.
  • Corno associado - Quem?

Ver também[editar]