Máscara de Gás

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Futton - Kairiki Musou.png Ó O GÁS!!!

Este artigo é gasoso! Ele pode se tratar de algo relacionado a fumaça ou vapor. Antes de ler, use uma máscara protetora, e se você vandalizar, lhe mandaremos para Auschwitz!

Poluicaoatmosferica01.jpg Este artigo está poluído!

Pegue uma máscara de oxigênio e uma garrafa vazia, para carregar ar. COF COF COF...

Aviso indicando a necessidade do uso de máscaras de gás adiante.

Cquote1.png Preciso de uma dessas Cquote2.png
Você sobre itens necessários para entrar no banheiro público
Cquote1.png Também preciso de uma dessas Cquote2.png
Qualquer um sobre itens necessários para sobreviver em alguma metrópole com o ar poluído

A Máscara de Gás é um item utilizado por militares para se protegerem de gases tóxicos e venenosos utilizados pelo exército inimigo. Apesar de ser conhecida como algo usado exclusivamente por soldados, seu uso se expandiu e hoje é utilizada por milhares de pessoas, nas mais variadas situações do dia-a-dia.

Por exemplo, durante uma briga de torcida, é fundamental que os combatentes usem esse item quando forem atacar a polícia se ela estiver armada com bombas de gás lacrimogêneo.

Quem é pobre demais para comprar essa máscara tem que se virar usando panos.

Ela protege principalemtne os orifícios lugares por onde esses agentes tóxicos podem entrar no organismo e fazer mais estrago. Porém, o desenvolvimento de feijões transgênicos e consequentemente o aumento do poder destrutivo dos gases liberados após a feijoada, junto com a máscara devem ser usadas roupas especiais para proteger a pele.

Essa máscara não atua só contra poluentes, servindo como proteção também quando alguém próximo a você está com gripe aviária, Pneumoultramicroscopicossilicovulcanoconiose, cornose ou outras doenças extremamente perigosas para a saúde humana.

Como funciona[editar]

A máscara de gás possui um funcionamento muito complexo, que se baseia no uso de bactérias para filtrar o fedor e os agentes tóxicos do ar. Primeiramente, o ar misturado ao peido/arroto/cheiro fedido entra por buraquinhos na máscara, ficando armazenado no seu interior por um curto período de tempo.

Alguém tomando os procedimentos corretos antes de entrar no banheiro da rodoviária.

Durante esse tempo, o ar entra em contato com microorganismos (mais precisamente bactérias) presentes no interior da máscara. Esse tipo de bactéria vive no intestino humano (portanto possuem alta resistência ao fedor) e se alimenta de gases tóxicos com cheiro muito forte.

As bactérias dentro da máscara absorvem os agentes tóxicos e liberam gás oxigênio, favorecendo a respiração do indivíduo. Depois disso, basta você respirar normalmente e pronto, a máscara de gás funcionou e salvou sua vida dos agentes toxicológicos altamente tóxicos e fedidos.

História[editar]

Não são só peidos os motivos para você usar sua máscara.

Acredita-se que a primeira máscara contra gases conhecida foi inventada no ano de 1800 por um limpador de banheiros públicos. Ele a teria criado para exercer seu trabalho sem a possibilidade de adquirir um câncer de pulmão ou outro tipo de doença nas vias respiratórias.

Um empresário, percebendo a possibilidade de enriquecer com aquele treco, engana o otário cara e faz a patente do produto como sendo sua invenção. A máscara de gás não era muito famosa e as vendas foram baixíssimas, portanto no final quem se deu mal foi o empresário.

A primeira vez em que ela foi utilizada numa guerra aconteceu durante uma batalha entre torcedores do Flamengo, do Corinthians e policiais. A polícia, utilizando bombas de gás, conteve todos os torcedores. Quer dizer, quase todos, porque um foi mais esperto e usou uma máscara para se defender do cheiro.

Desde então as máscaras ficaram famosas, sendo utilizadas em qualquer conflito, caso algum combatente tenha abusado da feijoada e use essa situação como arma contra seus inimigos, ou até amigos que por azar estejam na área de alcance da explosão intestinal.