Método Científico

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Método científico)
Ir para: navegação, pesquisa
Night creature.JPG Método Científico surgiu das trevas!!

Always lurking... Always in the darkness...

Puro osso.gif
Cquote1.png Meus estudos estavam conforme o método científico Cquote2.png
Josef Mengele sobre os grandes avanços medicinais que contribuiu à humanidade
Maior rival do Método Científico.

Método Científico é uma série de passos e requisitos que asseguram alcançar a verdade verdadeira, absoluta, precisa, realista, fascista, perfeita, excelentíssima, sistemática, irrefutável, exata, total, homogenia, infinita, sexualmente segura e inquestionável, de maneira que qualquer um que se atreva a criticar seus resultados correrá sério risco de ser reconhecido como "burro", e de passar o resto de sua miserável vida patética amargando uma existência idiota[1].

Lembrando que através do método científico podemos afirmar que o método científico é absolutamente correto, e ninguém tem direito de criticá-lo nunca!

Existe um grande inimigo épico do método científico, é a Igreja Católica, que persegue os cientistas que passam anos estudando, pesquisando e debatendo sobre uma razão lógica, realista, racional e elegante para o Big Bang, enquanto os católicos, que geralmente não estudaram e sobrou para eles apenas um resquício desesperado de fé, falam de uma teoria que vai contra toda a lógica do método científico, o Gênesis. E assim os cientistas criaram a NASA e forjaram que o homem esteve na Lua para provar sua superioridade sobre a igreja.

História[editar]

Antigo filósofo grego e inventor do método científico.

O Método Científico foi inventado pelos antigos filósofos gregos, de maneira que ninguém tivesse coragem de refuta-los ou questionar as suas teorias que não faziam o mínimo sentido como Parmênides que afirmou que a vida surgiu do ar depois de observar que o cheiro de enxofre do sovaco de sua esposa o fazia desmaiar. Aristóteles por sua vez dizia que os objetos mais pesados tinham maior velocidade que os objetos mais leves depois que a tartaruga ganhou a corrida do coelho, e que a Terra era plana depois que caminhou por 5.000 km e não encontrou nada. O povo, maravilhados com o método aristotélico e sua sabedoria inquestionável a prova de contestações ficaram felizes e isso proporcionou avanços científicos transcendentais que permitiu a raça humana dominar e destruir o mundo.

No Antigo Egito cientistas, astrônomos e cafetões baseados no método científico construíram enormes triângulos tridimensionais com o objetivo de ter uma noite romântica com uma das concubinas do faraó, este que agora teria um lar. O sucesso foi tamanho que a empresa foi contratada para construir suas pirâmides no México e Guatemala também.

Durante a Idade Média a humanidade passou por imensos e vertiginosos avanços científicos como o feudalismo, e também... hmmmm... deixe-me ver... Eeehmm... hummmm... teve a peste negra... hummm... Eerrr... ah é!!! Nessa época a Igreja Católica dominava o planeta, e quem ousasse desenvolver algum tipo de método científico (a.k.a. negação a Deus) era condenado a morrer na fogueira, pois Deus deseja isso.

Algo de terrível acontece, caso você negue o método científico.

Após o fim do catolicismo durante a Revolução Francesa, quando 95% da população mundial se torna ateu e adepto do método científico, o mundo volta a ter avanços científicos.

Robert Koch foi o pioneiro no método científico na área da saúde, cujas teorias foram adaptadas e aperfeiçoadas por Dr. House, grande filósofo, que assim como Josef Mengele aplicou de maneira empírica seus métodos voltado à saúde humana.

Isaac Newton foi uma grande figura do estudo do método científico. Depois que uma jaca (maçã nos contos de fadas) caiu em sua cabeça e ele ficou pirado, divulgou e oficializou o método científico de modo a guiar a criação dos livros escolares e o tudo o que deveria ser divulgado na televisão com a tarja indicativa "Baseado em Fatos Reais".

Passou-se muito tempo, e todos estavam enjoados das razões erradas de Aristóteles e então se decidiu chegar a uma nova conclusão de quem tinha a razão, e assim surgiu a wikipédia.

Elementos do Método Científico[editar]

  • Caracterização - Pode parecer óbvio, mas o cientista precisa saber o que ele está estudando, para não ter problemas de estar pesquisando sobre sua avó e descobrir a camisinha
  • Hipóteses - Depois de observar o cientista escreve tudo que observou.
  • Previsões - Consultando sua bola de cristão, é feito uma previsão sobre o que acontecerá no experimento.
  • Experimentos - Teste empírico que em 99,9999% dos casos frustra todo o trabalho que houve nos 3 passos acima.

Aspectos do Método Científico[editar]

Isaac Newton tentando provar que é maluco, ao usar um cabelo extremamente ridículo.
  • Observação - O objeto de estudo deve ser observado de acordo com as CNTP e ao vácuo para torná-las o mais fora da realidade possível.
  • Descrição - O experimento precisa ser reproduzido, do contrário não vale nada, nem que tenha-se que construir um LHC.
  • Previsão - Outra vez é preciso fazer uma previsão meteorológica que está errada em 80% das vezes por motivos desconhecidos.
  • Controle - Os experimentos tem que respeitar normas de controles éticos (humanos não podem ser mortos ou humilhados, só ratos) ou então normas de segurança, que o experimento não corra o risco de produzir uma singularidade que se contradiz ao próprio espaço-tempo e destrua o universo instantaneamente.
  • Falseabilidade - Todo experimento é por pressuposto falso, uma vez que a burrice humana não tem limites.
  • Explicação das Causas - Desenvolvimento da teoria através da Identificação das Causas, a observância da Falta de Correlação dos eventos e a inexistência de Ordem dos eventos.

Tipos de Método Científico[editar]

  • Método Empírico Direto - Método que consiste em observar detalhes de um fenômeno qualquer nunca antes estudado por não haver existido ninguém suficientemente ocioso para consumir seu precioso tempo observando, para depois desenvolver alguma teoria demente que explique todos os detalhes do fenômeno, e ser aceita pela comunidade científica. Como grande exemplo há Darwin, que observando que observando que temos uma cabeça, dois olhos e um nariz, igual aos macacos e iguanas, teorizou que somos a evolução desses seres, tal qual o Charizard é para o Charmander.
Criador da Lei de Murphy segundo os métodos científicos empíricos.
  • Método Empírico Indireto - Método que consiste em observar um fenômeno com aparatos e técnicas sofisticadas que permitem a análise dos fenômenos sem as ilusões dos sentidos ou a sua falta de percepção. Como por exemplo ao se usar um microscópio urológico em Fernando Lugo descobre-se que ele não era um católico casto.
  • Método Experimental - Método que consiste em expor o fenômeno a situações absurdas e artificiais para buscar a maior quatidade de teorias erradas. Esse experimento pode ser detectado quando por exemplo, Clodovil vai a um bar gay tentar colocar pra fora todos seus sentimentos reprimidos.
  • Método Gráfico - Método que consiste no uso de ferramentas de pesquisas e votos para atingir um número democraticamente indubitável, pois já dizia Oscar Wilde, a unanimidade sempre é burra.
  • Método Matemático - Método científico que visa expor em fórmulas matemáticas gigantes e sem sentido a realidade do mundo. Como por exemplo a fórmula:

X = Anônimo = INDIOTA Sendo que:

N = Unidade de medida de idiotice

Para saber o quanto imbecil é Anônimo devemos dividir X pela unidade de medida de idiotice:

X/N = INDIOTA/N = IDIOTA

O acidente[editar]

Não é muito raro que descobertas científicas sejam descobertas através de acidentes, se já foi discutido que a burrice humana não tem limites, muitas das descobertas surgem do acaso, como por exemplo a penicilina, descoberta acidentalmente por Alexander Fleming quando este, errou na fabricação de ópio e usou fermento de pão. Outro exemplo clássico foi a União Soviética, que descobriu a bomba atômica após o acidente de Chernobyl.

A hipótese[editar]

O método científico nos permitiu saber os componentes de uma sopa de verduras.

A ideia de hipótese é muito interligada à definição de método científico, apesar de não passar de um pequeno supositório, existem muitos cientistas que sentem prazer em usá-lo.

Curiosidades[editar]

  • Todos que usam o método científico acabam tornando-se nerds em algum ponto de suas vidas.

Notas[editar]

  1. Afirmação segundo o Método Científico!