México

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Doritos.jpg ¡¡¡Eeeeee, puto!!!

Esta es más una de las porquerías que viénen del México, como la Televisa, El Chavo del Ocho, Thalía y Moderatto. Lo autor está en una cantina en Chihuahua comiendo tacos con jalapeño y guacamole.


●Mēxihco
●Estados Hundidos Mexicanos
●México

Flagge Mexiko.png Mexico emblem.JPG
Bandeira Brasão
Lema: ¡Fue sin quierer quierendo!
Hino: ¡Es tudo culpa del chavo!
!0Mexico.png
Capital Tenochtitlán (executiva)
Tangamandápio (legislativa)
Acapulco (judiciária)
Maior cidade Vila do Chaves
Língua Espanhol
Tipo de Governo Pimenta Democrática
Presidente Seu Madruga
Heróis nacionais Chaves, Chapolin Colorado, Donald Trump Plácido Domingo (ou não), Julio Iglesias, Alexandre Pires, Thalia, Luis Miguel, Jared Borgetti, Pancho Villa, Emiliano Zapata, Ligeirinho, Jorge Campos e Rafa Márquez
Independência 5 de maio de 2003
Moeda Peso mexicano, mas de acordo com Chaves, Cruzeiro e Cruzado
Religião Cultos astecas pagãos
População 90 milhões de indiozinhos, com 1,70m, todos de cabelos com gel, penteados prá acima (penteado germânico) que só comem taco com pimenta, indiazinhas com maus peinados (não assuma que são e também esqueceu entre tantas gerações, não são de suas etnias e também são imitados da loiras que aparecem na televisão), e 24 milhões de brancos muito duros para ser brancos e brancas muito putas.
Área 1.958.201 dividido em: 90% de deserto e 10% de maconha (1% (Cancun e Acapulco)% de água)
Analfabetismo 101%
PIB per Capita Muita exportação de pimenta; 100.000.000.000 USD/hab.
IDH 0.12+12=emo gay
Fuso Horário 1+1=3
Clima Quente, e com um granse índice de pimenta relativa do ar.
Site do Governo Governo Democrático da Pimenta com Taco
Cquote1.png Você quis dizer: Meche o cu Cquote2.png
Google sobre México

Cquote1.png Isso,Isso,Isso,Isso Cquote2.png
Chaves sobre sobre a frase acima
Cquote1.png Minhas vacas! Cquote2.png
Mexicano vendo as vacas sendo abduzidas
Cquote1.png Pipipipipipipipipipipipi Cquote2.png
Chaves sobre falta de graça desse artigo
Cquote1.png Já chegou o disco voador! Cquote2.png
Código mexicano que alerta a aproximação dos agentes da receita
Cquote1.png Quem foi o descobridor do México? Cquote2.png
Professor Girafales sobre México
Cquote1.png Ora, o descobridor foi Tarcísio Meira! Cquote2.png
Quico respondendo à pergunta acima
Cquote1.png Gata, me liga, mais tarde tem balada, quero curtir com você na madrugada... Cquote2.png
Dilma Rousseff xavecando a primeira-dama do México, Angélica Rivera
Cquote1.png Eu Amooo o RBD!!! Cquote2.png
Adolescente mexicano influenciado pelo capitalismo sobre México
Cquote1.png Atchim!!! Cquote2.png
Porco Mexicano sobre Gripe suína

O México é oficialmente o 52° estado dos Estados Unidos da América (porque o 51º é o Canadá), seu nome origina da palavra asteca "mexecu" que no idioma local significa "balança rabo".

História[editar]

Primeiros povos[editar]

Bill Gates anuncia o lançamento do Windows Vista no palanque de Teotihuacán.

Os primeiros habitantes do México já estavam ali em 2300 a.C., enquanto os romanos ainda nem tinham descoberto a roda a avançada civilização olmeca já havia inventado o omelete de coruja, cujos nutrientes garantiram vantagem substancial para os soldados olmecas que dominaram toda a Veracruz por séculos, até o dia que a receita secreta de omelete caiu nas mãos dos cuecas e a hegemonia olmeca entrou em decadência.

Os astecas tinham uma religião muito sangrenta...

Por volta de 300 a.C. Teotihuacán era o novo império dominante pois havia descoberto as vantagens de construir pirâmides, além de ser bom para o turismo o povo da época adorava dedicar uma vida inteira a ficar lapidando e manejando pedras colossais. Os teotihuacán estabeleceram pirâmides em Tikal, Copán e Kaminaljuyú, e se certificou de não fazer tudo muito perfeito, o aspecto de ruína seria mais benéfico para o turismo. Teotihuacán dominou todos zapotecas, caratecas, petecas, hipotecas, e bibliotecas e mobilizou todo esse povo para trabalhar no estudo do alinhamento das pirâmides com o solstício e nas horas vagas aproveitar para produzir lembrancinhas artesanais para os turistas.

Teotihuacán entrou em decadência, e no ano de 700 os toltecas que haviam estabelecido uma aliança com os chichimecas, melecas, e xiximelecas, com seu time de matemáticos, astrônomos, e sarcedotes advinhdores do futuro através do alinhamento dos astros conseguiram estabelecer um terror psicológico e religioso no povo da Mesoamérica, constituindo assim a primeira lavagem cerebral através de religião que ocorreu em toda América. Foram os toltecas que construíram o famoso Chichén Itzá, um imenso caixote em forma de pirâmide utilizado para arrancar no altar as tripas de sacrifícios humanos.

No ano de 1400 os astecas e sua macabra cultura de arrancar corações dominou o México. Na época Montezuma teve uma visão do Monstro Espaguete Voador, e introduziu esta deidade para o panteão junto a Huitzilopochtli, Quetzalcóatl, Mictlantecutli e Seumadrugacoatl. A nova capital Tenochtitlan (Cidade do México) foi estrategicamente construída sobre um pântano e sua rotina foi fielmente reproduzida no filme Apocalypto.

Conquista espanhola[editar]

Francisco Javier Mina quando era militante do ETA. No México foi um dos mais selvagens em combate.
...com a chegada da "civilização"... continuou tudo igual...

No ano de 1519 chegam os espanhóis se achando os donos do mundo, e Tenochtitlan após 8 meses de cerco foi conquistada graças a uma aliança entre espanhóis, tlaxcaltecas e panquecas. Naquele ano Hernan Cortés foi confundido com Quetzalcóatl Apesar da supremia bélica e tecnológica espanhola, os astecas lutaram bravamente, usavam a seu favor areia movediça e bonecos vudu, mas após 1 ano de intensas batalhas os astecas não resistiram uma pandemia de varíola e AIDS e morreram todos.

Sob o domínio espanhol, o México foi transformado em "Nova Espanha" cujo regime governamental se baseava nos preceitos da Inquisição Espanhola que pregava o saque de todo ouro para pagar o batismo forçado dos poucos índios que haviam sobrevivido e agora trabalhavam como escravos. Os indígenas estavam um pouco incomodados em terem sido escravizados por um exército que chegou do nada, serem batizados por um grupo de frades. Estes nativos planejavam organizar uma resistência, mas sempre tinham alguma coisa para fazer e adiavam a revolta para o dia seguinte, e quando se deram conta havia se passado 300 anos. A capital da Nova Espanha era Tangamandápio, o que explica essa cultura de querer evitar a fadiga.

Independência[editar]

Ministros dos Estados Unidos e México discutem a divisão territorial.
O Dia da Independência versão Mexicana

O México se tornou dependente independente muito cedo. Com a Crise Cactaceae em 16 de setembro de 1810 o mercado internacional de cactaceanos, surgido um ou dois dias antes, fechou as portas para a tradicional monocultura mexicana, o cacto. Beirando o colapso econômico o então proprietário da Cactos S. A., Juan Rúan Miguel Hidalgo, decidiu que seu país deveria ser independente com a frase "Si el mundo no quiere los cacsitos, los cacsitos no quierem el mundo", uma espécie de "Independência ou morte" por lá. A guerra de independência, conhecida como guerra da independência, durou 11 anos e terminou quando as tropas mexicanas, que tinham como uniforme um sombreiro e, se possível, alguma roupa, desistiram de tentar convencer os Estados Unidos a aceita-los como a 14ª colônia e optaram por serem um país próprio já que a Espanha não os queriam mais de volta.

Surgia assim o Empório Mexicano Império Mexicano e ironicamente o proclamador do império era Agustín de Iturbide, um espanhol. O Império durou dois anos até quando as negociações de integração aos Estados Unidos falharam e a população decidiu autoproclamar o México um estado dos Estados Unidos sem o consentimento dos mesmos, nascia os Estados Unidos do México. O primeiro presidente foi eleito em 1824, o ano não foi escolhido por acaso já que Félix Fernandez mudou seu nome para Guadalupe Victoria, a Charmosa assim que assumiu que era gay o cargo.

Guerras contra os Estados Unidos[editar]

Os mexicanos não gostam de trabalhar e são os vagabundos conhecidos pelos Estados Unidos internacionalmente, alguns dizem que os baianos tem descendência mexicana. Aproveitando-se desse fato, os Estados Unidos conquistaram o México simplesmente porque os mexicanos tiveram preguiça de se defender. Em 1836 houve um fato marcante na história do México, a Batalha do Álamo onde rebeldes texanos tomaram um antigo forte espanhol e inocentemente afirmaram que, dentro daqueles muros, era território estadunidense. O governo mexicano entendeu isso como uma provocação e decidiu provar que mexicano que é mexicano e tem cojones entra em território dos Estados Unidos onde quer que seja. Em um primeiro conflito os mexicanos obtiveram seu objetivo, mas pouco tempo depois, em abril do mesmo ano, a Imigração chegou e pôs todo mundo para fora.

Revolução Mexicana[editar]

Maximiliano vs. Benito Juárez na batalha derradeira pelo México.
Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Revolução Mexicana.

E o México segue em paz e sem graça até 1910, quando o então presidente Porfírio Diáz vê estar prestes a perder a reeleição para Francisco Madero, que em campanha prometia unir o México aos Estados Unidos, e assim começa a Revolução Mexicana. Mesmo com Francisco Madero preso no Texas pela Imigração, as forças revolucionárias de Pancho Villa obtiveram sucesso contra o exército federal composto apenas por Diáz, afinal todos mexicanos queriam se juntar aos Estados Unidos. Mesmo após a vitória formal da revolução ainda houve por um tempo alguns conflitos armados entre os mexicanos que acreditavam que a Califórnia era o melhor lugar do mundo contra os que acreditavam que a Florida é que era o melhor lugar do mundo.

Governo Seu Madruga[editar]

Antecedentes[editar]

Uma cena clássica do UFC entre o presidente Madruga e a coronel Florinda

Um pouco após a revolução, os membros do Partido Comunista do México, criado oito ânus antes, resolveram botar em ação seu plano maléfico, com o apoio do Partido dos Trabalhadores, das FARC e dos White Power. Por causa do Chaves, o país começou a sofrer uma puta escassez de sanduíches de presunto, e os comunistas não tinham o acompanhamento na hora de comer as criancinhas, eles usavam sempre o presunto, para representar os porcos capitalistas[1]. Então os comunas revolucionários iniciaram a milionésima Guerra Milico-Comunista, a primeira no México. Os comunistas começaram trocando toda a mercadoria de chapéus, sapatos e roupas usadas por camisetas do Che Guevara e começaram a colar cartazes com montagens da coronel Florinda vestida de Adolf Hitler e do tenente-coronel Madruga vestido de Che Guevara.

Quico, o filho da coronel Florinda começou a rir escandalosamente do retrato de Che Madruga, e Madruga saiu correndo atrás de Quico para dar-lhe uns cascudos. Os comunistas aproveitaram e fuzilaram o chefe-de-estado Chapolin Colorado. A coronel Florinda concluiu que era a hora da intervenção, o problema é que não dava pra todos os militares tomarem o poder ao mesmo tempo, apenas um. Então eles pensarem em formas de como escolher um militar para expulsar os comunistas e tomar o poder. Até que encontraram Madruga metendo a porrada em Quico. A coronel ficou furiosa e estapeou Madruga. Porém, ao verem o resultado da surra que Madruga deu em Quico, o escolheram para tomar o poder e expulsar os comunistas. Madruga saiu distribuindo Madruga's Crush-A-Head's Obliteraition em todos os comunistas, os comunistas foram pra Cuba chorando. Madruga ocupou a antiga cadeira de Chapolin, dando início ao seu governo.

Madruga no dia da posse

Em 30 de fevereiro de 2002 se instala o tão esperado regime Madruguista. Madruga pretendeu criar um império que serviria de exemplo ás demais nações do mundo, embora apenas cinco países tenham seguido tal exemplo: Espanha (Francisco Franco), Chile (Pinochet), Argentina (Jorge Rafael Videla), Uruguai (Alberto Demicheli) e Brasil (Emílio Garrastazu Médici). Embora Madruga não gostasse da Florinda, o Florindismo era tolerado. No início, a base governamental (DEM (DEmocracia Madruguiana), PMDB (Partido Madruguista Democrático Bestial) e PMN (Partido do Madruga Nacional)) dava de graça ao público mexicano um UFC entre a coronel Florinda e o presidente Madruga, com uma boa dose de gentalha! gentalha! no final. Isto deformou a cara de Madruga, que ficou com a cara de chimpanzé reumático que todos conhecemos. Madruga então, acabou com o espetáculo, deixando alguns políticos da base governamental com raiva, juntos eles criaram uma dissidência, o PFM (Partido Fora Madruga).

Madruga deportou todos para os Estados Unidos, daí nascendo a onda antimexicana nos EUA. Para substituir o evento, Madruga preparou a Noite da Gentalha em 2003, que seria um baile cheio de sanduíches de presunto. Porém, pouco antes da festa, os sanduíches sumiram misteriosamente, Madruga ficou puto e deportou Chaves para a África. Os africanos eram fãs do menino do oito e curtiram a ideia de tê-lo no continente. Porém, Chaves, esfomeado, comeu toda a pouca comida que havia no continente, sendo condenado a morte. Voltou para o México correndo pra caralho.

Guerra com George W. Bush e perseguição aos Chompiras[editar]

Mas Madruga cagou pra isso, pois estava preocupado com Chiquinha, que estava na cama com trinta e nove[2]. Madruga passou três meses convencendo sua filha á tomar seu remédio. Durante os três meses Madruga tomava uma colher, dava tchau pro espelho, cuspia pela janela, acertava a cara do Quico, mandava a Chiquinha tomar e a Chiquinha falava pra ele tomar um gole pra mostrar que é gostoso. Em meio á estas 500 cuspidas, Madruga, ao invés de acertar Quico, acertou George W. Bush que foi ao México perguntar se Chaves e Quico foram á distribuição de cérebros, a reação de bush foi a seguinte:

Cquote1.png Eu não gostarr de cuspidas em minha carra Cquote2.png

Bush declarou guerra ao México. Madruga mandou todas as suas tropas para a fronteira, onde ficaram tacando tornas na cara de Bush, como Bush não gostar de tortas, ele mandou suas tropas tacarem Mises mísseis em Madruga. Os mísseis acertaram o fatídico bigode de Madruga, que ficou puto e foi até George W. Bush e encheu sua cara de bolachas. A guerra acabou ali. Madruga, ao invés de descansar após tamanha batalha, foi diretamente aplicar as reformas políticas que, por incrivel que pareça, foram bem sucedidas. Madruga aumentou o comércio exterior de sanduíches de presunto. Isso deixou Chaves um tempo com fome, pois não tinha mais sanduíche de presunto. Como resultado, Chaves mudou o seu nome para Traveco Chaveco e começou a traficar sandubas com o irmão gêmeo de Seu Madruga, Peterete.

Como resultado, os dois passaram a ser perseguidos pelo governo de Madruga, o exército madruguense ficou dias caçando Chaveco e Peterete. Os dois foram achados e condenados a trabalhar sem direito a férias ou remuneração. Foi então que Peterete resolveu entrar em greve, junto com Chaveco, que não queria porque no trabalho forçado tinha sanduíche de presunto. O exército madruguense novamente os perseguiu, dessa vez, cagando para as leis de jurisdição, caçando-os não importante os lugares em que estivessem. Em contra-ataque, Chaveco e Peterete criam a Operação Presunto, que visava roubar todos os sanduíches de presunto e enfiar no cu dos generais do exército madruguense, porém o plano deu errado porque Chaveco comeu tudo. Fodeu, sobrou aos dois fugirem para a Venezuela.

Cquote1.png Vamos embora Chaveco, esperar não é saber. E dá próxima vez eu enfio o presunto no SEU cu Cquote2.png
Peterete

Madruga não deixou por menos, ordenou á Bush (agora seu subordinado) e ao recém-eleito Paul Martin para que cercassem as saídas da América do Norte. Peterete e Chaveco correram para o mar.

Cquote1.png Pronto, fudeu, não sei nadar... Cquote2.png
Peterete

Chaveco soltou sua frase clássica, de quando ainda se chamava Chaves:

Cquote1.png Que burro, dá zero pra ele Cquote2.png
Deixando claro que ele falou isto para ninguém, já que só havia os dois no mar.

Peterete parou de nadar e penteou o cabelo de Chaveco, preparando-se para lhe dar um soco, mas quando ia fazê-lo, afundou. Mas foi salvo e preso pelo exército madruguense. Um dia, Madruga tirou sua roupa de militar e vestiu uma roupa comum, o exército o confundiu com Peterete e encheu o coitado de bolachas. Madruga cortou as cabeças de todos os militares, e os prendeu junto com Peterete e Chaveco. Os militares descontaram em Peterete, e Peterete descontou em Chaveco, usando seu rosto como cinzeiro.

Política econômica[editar]

Não há nada mais trabalhoso do que viver sem trabalhar, por esse motivo, todos trabalham, pois como não há nada mais trabalhoso do que viver sem trabalhar, viver trabalhando não é trabalhoso. Os vagabundos podem descansar de seu serviço trabalhoso e fazer um trabalho não trabalhoso. Isso aumenta o PIB em 200%, porém, vai tudo para pagar os 14 meses de aluguel para o Seu Barriga. Madruga também iniciou o processo de exportação de Tequila, Nachos, Tacos, Sombrero e claro, sanduíches de presunto. Madruga, inspirado em Augusto Pinochet, modernizou o México, o transformando no segundo maior produtor de comidas mexicanas no mundo, perdendo apenas para os Estados Unidos. Como o McDonald's estava proibido no país, Madruga criou uma estatal para gerar

0140740072274423868 empregos no país (duas vezes mais do que a fatídica lanchonete): a Televisa. Além da forte agricultura de pimenta. A economia estava ótimo, mas Madruga queria torná-la ainda melhor, então criou as seguintes metas:

  • Ampliação da Vila do Chaves para cenas externas. Isso ia dar mais audiência.
  • Construção de outro banheiro no Restaurante da Dona Florinda. Pois sendo o primeiro dividido entre dammas e caballerros, rolava altas potaria no local, por isso o mesmo nunca foi mostrado. Isso faria com que o mesmo fosse melhor frequentado, dando mais lucro.
  • Venda de sistemas de segurança que alertam a hora em que chegará o disco voador.
  • Corte de gastos com distribuição de cigarros, visto que todos seriam desviados para a casa do Madruga.
  • Venda de balões.

Política externa[editar]

A política externa de Madruga era agressivamente madruguista. Madruga podia ver o Caribe de sua casa. Madruga criou bases mexicanas em todos os países que falavam espanhol. Com isso, alguns mexicanos foram para Cuba e Venezuela, onde foram expulsos por Fidel Castro e Hugo Chávez. Os mexicanos estavam no centro da ilha, e tinham três segundos para cruzar a fronteira (fronteira?) senão Fidel metia bala. Isto levou a grande maioria a óbito. Madruga, ao ficar sabendo do fato, jogou mísseis feitos de sanduíche de presunto á Cuba, porém, antes que os mesmos pudessem explodir, os cubanos avançaram e os comeram, pois estavam ânus sem comer porra nenhuma. O míssil explodiu dentro dos cubanos. Alegre ao ver que não ia precisar gastar bala em fuzilamentos, Fidel levantou os seguintes dizeres:

Cquote1.png Obrigado, Madruga! Cquote2.png
Fidel ao ver que os mísseis de Madruga o fizeram economizar bala

Já na Venezuela, aproveitando a zorra total feita pelas FARC, os mexicanos foram direto para a base madruguiana (sim, madruguiana, não mexicana), achando que ali poderiam detonar as FARC visto que tinham um forte poder e influência. Eis que um dia, depois de um farto almoço com nachos, um mexicano gordo tem um piriri e vai ao banheiro. A merda (que coisa, a merda) é que não tinha papel higiênico. Então ele pediu para que os outros fossem comprá-lo. Eles foram...e não voltaram. O mexicano está até hoje sentado na privada...morto. Não por não ter conseguido se levantar para comer, mas pelo cheiro fétido daquela coisa que ele mesmo fez.

Madruga então, anexa todos os países que continham bases mexicanas e cria a América Latina.

Oposição[editar]

Na oposição tinhamos o ADPF, partido criado pela coronel Florinda, uma dissidência do PFM. O partido era social-feminista e buscava lutar contra o governo machista de Madruga. O partido é fortemente antimadruguiano. O antimadruguianismo é uma ideologia política fundada por Florinda que prostituía constituía dos seguintes segmentos:

  • Não se misturar com a gentalha.
  • Dar bofetadas no Madruga.
  • Mandar a todos fazerem merda com as suas avós.
  • Dar bofetadas no Madruga.
  • Chamar seus filhos de tesouro.
  • Chamá-los de Frederico quando os mesmos tiverem feito merda (e você tenha visto).
  • Dar bofetadas no Madruga.
  • Dar xícaras de café aos professores.
  • Dar bofetadas no Madruga.
  • Não tirar seu bob na cabeça.

Era, de facto o único partido na oposição. O mesmo constituía de:

Mas Madruga deixou o partido em paz, pois:

Cquote1.png A vingança nunca é plena, mata a alma e envenena Cquote2.png
Lispector, Madruga

O governo acabou quando Seu Madruga morreu de câncer...

Fatos recentes[editar]

O México atual, onde as mendigas são supostamente lindas e gostosas.
  • Alguns insistem em dizer que o México é uma organização sem fins lucrativos criado a partir da parceria entre os Estados Unidos e Silvio Santos, cada um com um interesse.
  • Para os Estados Unidos o México é onde são treinados os escravos trabalhadores estrangeiros que ao atingir a idade certa se mudam ilegalmente e desempenham tarefas essenciais a nação, como fazer hambúrgueres, limpar pratos e lavar banheiros. É também o local de férias preferido pelos americanos por causa das belas putas praias e da tequila.
  • Silvio Santos usa o local como fábrica onde são produzidas todas as merdas atrações exibidas no SBT.
  • Atualmente o México possui o maior muquífo urbano do mundo, sua capital Ciudad del Mexico i del Estados Unidos. O México também possui um lema que é "Nuestra Historia, Nuestra Lucha" que se refere as suas inúmeras tentativas de se anexar aos EUA.
  • Existe no México atual uma guerrilha, um movimento, contra a subordinação de seu país aos Estados Unidos. Estes guerrilheiros pregam a anexação completa, formal e incondicional de seus país aos estadunidenses e não somente "como se fosse".

Geografia[editar]

97% do país é coberto por plantações da pimenta-ay-caramba, cujo responsável por 92% da produção nacional é Bart Simpson, filho do Presidente americano Homer Simpson. Como quase todo o território é coberto por plantação de pimenta, todos os seus 80 trilhões de habitantes moram na Cidade do Méxicu é devastada por epidemias. As novelas mexicanas são as mais frequentes e fatais. Também é onde tem a maior e exclusiva produção de Feijões Puladores Mexicanos, que ajuda a manter a alimentação básica da população quando, fato raro, conseguem ser pegos por alguém, já que os mexicanos não gostam de se mexer muito.

Subdivisões[editar]

O México subdivide-se em 31 estados (apenas 6 para os americanos, por causa da fronteira) e 1 estado ultramarino (Flórida), como uma tentativa desesperada de copiar os Estados Unidos como federação. Infelizmente o México não tem nenhum "Acre" para ser zoado.


Economia[editar]

Um mexicano orgulhoso por seu país.

Atualmente o México é o maior exportador de mariachis, tequila, novela mexicana, sombrero, Taco, pimenta e imigrantes ilegais. Recuperou seu mercado de cactos e tornou-se o segundo em produção e consumo de comida mexicana, só atrás dos Estados Unidos. E quando se achava que não tinham nada de pior do que as novelas mexicanas para exportar, resolveram mandar para o resto do mundo a gripe suína.

  • A principal fonte de emprego no México são os trabalhos na Televisa.

O consumo anual per capita de pimenta é de 19,87 toneladas, e o consumo anual per capita de feijões saltadores mexicanos é de 17 gramas. E o nível de novelas produzidas é de 49,52/dia, cuja novela mais reprisada é Maria do Bairro. As duas maiores invenções do México são a pimenta para disfarçar o gosto de merda das comidas, e a Tequila para disfarçar o gosto de merda das mulheres feias.

População[editar]

Mexicana em seus trajes típicos, que une a necessidade climática com adereços culturais para uma boa dança castelhana e quilos de intervenções cirúrgicas afim de deixar a mulher com o máximo de artificialidade possível.
  • 60% da população mexicana são astecas ou maias (ameríndios) que vivem em vilas pré-históricas e plantam pimenta-ay-caramba em suas chinampas. 40% são imigrantes ilegais que fizeram filhos com brancos nos USA.
  • 99% das mulheres se chamam Señora Consuelo. Metade dos mexicanos tem Gonzalez como sobrenome. A outra metade é Chávez. Outros são casados com um dos dois.
  • 100% da poupulação como pimenta.
  • Metade dos mexicanos editam a Wikipédia para escrever sobre suas vidas, e a outra metade edita a Inciclopedia para falar mal do México.
  • Homens não podem sair de casa sem 2 sombreros, (caso 1 estrague por causa dos níveis elevados de pimenta no ar), 3 kg de gel no cabelo e 1 kg de taco, com 500g de pimenta, para uma fome recorrente. E as mulheres sem 3 kg de maquiagem. A qualquer hora do dia ou da noite.
  • Todo, todo, mas TODO homem, já nasce com um bigóde de 10 cm, e pela lei criada pelo seu mero presidente seu madruga, os homens e mulheres só podem raspar seus bigodons em anos bissextos.

Política[editar]

O país México pode ser considerado um Rio de Janeiro só que em nível nacional. Corrupção, tráfico, sequestro, roubo, ... Enfim... São 78,125 revoluções por dia. E 90% são a favor da liberação da maconha, proveniente da flor de pimenta, criada por um cientista mexicano com descendência jamaicana. Outra coisa a notar é que no México os pobres é o que está no governo, por isso tantas decisões ruins.

Cultura[editar]

  • O México é conhecido mundialmente por causa da banda RBD com suas cantoras que honram o nome do seu país. Outro grande sucesso mexicano é o seriado Chaves e suas piadinhas que não envolvem mulher pelada, uma raridade.
  • Mulheres devem ser obrigatoriamente batizadas com dois nomes próprios, por exemplo: Maria Consuelo, Joana Guadalupe e assim por diante...

101% da população usa "ARRIBA" como ponto final das frases, ARRIBAAAAAAAA!

  • Uma característica essencial dos mexicanos é a mania de ter que pedir a mesma coisa mais de uma vez para que ela saia e, às vezes, nem isso é suficiente.
  • Único país do mundo onde a primeira-dama era protagonista de novela mexicana!

Esportes[editar]

Principais partidos políticos do México.

O México marca presença em qualquer esporte que seja, principalmente quando jogam contra o Peru, no clássico México-Peru. Normalmente se dão mal por serem vagabundos. Mas o esporte considerado nacional é a Luta livre onde dois ou mais "indiozinhos", super desenvolvidos, com máscaras, capas, fantasias, seminus, se pegam num rinque que nem duas bichas no cio.

Outro esporte muito praticado no México é a corrida El Paso ao Texas. É basicamente uma corrida onde os competidores saem correndo de El Paso e tem que chegar ao ponto extremo do Texas. Há vários obstáculos para complicar a corrida, como o deserto, o calor e a polícia. A recompensa, não poderia ser melhor: você pode continuar nos EUA! Isso se a polícia não te achar (esse é um obstáculo permanente). Tem também o baseball mexicano, cujo treinamento principal é quebrar piñatas.

Religião[editar]

A igreja católica conseguiu mais do que seu intento: Todos mexicanos são adoradores de Nossa Senhora de Guadalupe.

Turismo[editar]

As principais atracções turísticas são as pirâmides importadas do Egito, os índios também como os egípcios e cidades e territórios que foram importantes na época da colônia espanhola que têm grandes abadias espanholas (e estas são abandonadas). O animal típico é o coiote, abundante nos desertos do país onde procuram papa-léguas para se alimentar.

Referências

  1. Hurrr durrr
  2. Cabem todos???
Mirror2.jpg Conheça também a versão oposta de México no Mundo do Contra:

Espelhonomdc.jpg
Flag map Mexico.png México
HistóriaPolíticaSubdivisõesGeografia
EconomiaCulturaTurismo
Americasulroupa.jpg
América
v d e h

Países: Antígua e Barbuda | Argentina | Bahamas | Barbados | Belize | Bolívia | Brasil | Canadá | Chile | Colômbia | Costa Rica | Cuba | Dominica | Equador | El Salvador | Estados Unidos | Granada | Guatemala | Guiana | Haiti | Honduras | Jamaica | México | Nicarágua | Panamá | Paraguai | Peru | República Dominicana | Santa Lúcia | São Cristóvão e Nevis | São Vicente e Granadinas | Suriname | Trinidad e Tobago | Uruguai | Venezuela

Territórios: Alasca | Anguilla | Aruba | Bermudas | Bonaire | Curaçao | Groenlândia | Guadalupe | Guiana Francesa | Ilhas Cayman | Ilhas Falkland | Ilhas Geórgia do Sul e Sandwich do Sul | Ilhas Turcas e Caicos | Ilhas Virgens Americanas | Ilhas Virgens Britânicas | Martinica | Montserrat | Porto Rico | Saint-Barthélemy | Saint Martin | Saint-Pierre e Miquelon | Sint Maarten

Flag of OCDE.jpg
Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico
v d e h

Países membros: Alemanha | Austrália | Áustria | Bélgica | Canadá | Chile | Coreia do Sul | Dinamarca | Eslováquia | Espanha | Estados Unidos | Finlândia | França | Grécia | Hungria | Irlanda | Islândia | Itália | Japão | Luxemburgo | México | Noruega | Nova Zelândia | Países Baixos | Polônia | Portugal | Reino Unido | República Tcheca | Suécia | Suíça | Turquia