Música Industrial

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Ruth lemos01.jpg Esse artigo-igo não tem nenhum valor nunonotri.. nunotritriti... adequado!
Ajude-ude essa página-na idiota-ota a comer um sanduíche-íche... AGORA-ORA!!!


Música Industrial é um termo usado para definir um gênero musical surgido na Inglaterra a partir da Revolução Industrial. A Música Industrial foi evoluindo desde a revolução até os dias de hoje, criando várias vertentes que vão desde o Industrial Clássico, também conhecido como Música Erudita Industrial até o Industrial Myspace.com Eletro Digital do Nine Inch Nails.

História[editar]

A maior banda de música industrial do mundo.

Em 1700, alguém descobre que uma engrenagem ligada a outra faz alguma coisa rodar.

Surgem, então, as industrias. A Inglaterra fica feia, escura e poluída, as pessoas começam a passar fome, a morarem um lugares insalubres, pois, como trabalham 16 horas numa fábrica e dormem 8 horas, completando 24 horas diárias de afazeres, não arranjam tempo pra ganhar dinheiro.

As indústrias eram barulhentas e cheias de ruídos, eram máquinas girando, pessoas berrando, bebês chorando, bulês piando, gatos miando, cachorros latindo, galinhas cacarejando, sapos coachando e essas coisas assim... (tudo indo, ando e ado)

Numa tarde qualquer estava lá Luigi Russolo, irmão do Mário, um autêntico inglês, descendente de italianos, tentando tocar uma partitura de Beethoven no seu piano, disposto no meio de sua industria, no meio de Londres, nesse dia surgiu a Música Eurudita Industrial. Luigi, homem muito rico, estudava num dos melhores liceus de música, o Conservatório de Tatuí, lá ele aprendia, lá tentavam ensinar-lhe música clássica, mas, como um típico burguês, não nobre, era pseudo-inteligente, ou seja, não aprendia absolutamente nada do que lhe ensinavam, sendo assim, Luigi não conseguia executar nada direito.

Baterista industrial executando notas do barulho que são boas pra cachorro !


Luigi naquela tarde inesquecível, teve uma ideia: "vou gravar eu to tocando junto com essa barulhada toda, esse é o som da modernidade! Vou virar história!", gravou uma demo e levou para o conservatório, achando que ia arrazar, mas riram do som do pobre diabo.

A partir dai, foi expulso, deixou o conservatório e começou a tocar nas industrias de toda Inglaterra, diz-se que fez tanto sucesso que tocou até na industria de pênis e vaginas plásticas de alta resistência de Margareth Tatcher.

O piano[editar]

O piano, com o barulho das engrenagens, pistões e todo o resto mexia muito com as pessoas, aflorando todos os desejos e sentimentos mais reprimidos, por um desejo incontrolavel de ver essa música barulhenta exterminada das faces da Terra é que surgiu o movimento ludista quebrando máquinas e destruindo industrias por onde passavam.

Luigi já tinha tudo gravado em fitas k7 e já tinha uma vasta coleção de samplers em seu pc 286, temos que deixar claro que Luigi era contra a digitalidade e gravou seus samplers todos de forma analógica, para ele a tecnologia acabou com o verdadeiro som, a verdadeira música, ele odiava bandas como Combichrist, como o resto do mundo, só que o motivo dele era a digitalidade, dizendo que a banda tinha se vendido à tecnologia, "isso não é música! É barulho!", bradava por todos os lugares.

Com a turma de Karl Marx, surge um grupo denominado Throbbing Gristle, uma banda (eles realmente acreditavam que eram) que surgiu dentro da fábrica de Luigi, eles queriam que Luigi se juntasse a eles como vocalista, mas, um burguês nunca iria se misturar com o proletariado. Throbbing Gristle chama, então, Monte Cazzaza um jovem do suburbio de Londres, muito pobre que por não ter dinheiro andava com as roupas da vó e andava com um gato morto (que morreu por falta de comida, já que o jovem Caaazaza não tinha dinheiro nem pra comprar ração e quando comprava acabava comendo sozinho, sem diviri com o gato, acabou tendo problemas mentais por comer muita ração). Cazzzaaza gritava muito nas músicas pois ninguém conseguia ouví-lo dentro das fábricas. Throbbing Gristle lutava contra as músicas que tocavam na rádio, chamavam-nas de traidoras do movimento proletariado, véio! As chamadas músicas Mainstream eram condenadas pelos Throbbing Gristle e Karl Marx e Monte Cazzaza.

Quando perguntaram a eles porque faziam aquele tipo de música respondiam: "Fazemos música industrial para pessoas proletárias". Fundaram a Industrial Records, que lançaram muitos artistas industriais, alguns tão famosos que apareciam até na MTV de vez em quando, como o emo\grunge\raivoso\psicopata do Trent Reznor, a biba faz tudo do Nine Inch Nails, assim como a conhecida atriz de filmes hollywwodianos, casada com Charles Manson, o assassino, a cantora Marylin Manson, que fazia um tipo de Rock-Industrial-Gótiquinho-Coisa-do-Capeta.


Objetivo Artístico[editar]

A Música Industrial sempre teve a industrialização, poluição do mundo e desenvolvimento tecnológico não sustentável como tema principal de sua conduta. Como podemos ver o grupo Throbbing Gristle fascinado pela evolução, transferiram suas mentes para notebooks HP com processadores Intel Quad Core, deixando de existirem como carne e existindo como máquinas, hoje em dia, quem puder comparecer a alguns show deles vera no palco somente 4 notebooks, sendo 2 deles azuis (os homens da banda) e dois pinks (as mulheres).

Um dos estádios do rock industrial mais famoso do mundo a Indústria PAUlistana

Luigi Russolo e Throbbing Gristle abriram o caminho da Música Industrial pelo mundo e depois disso, tudo virou uma putaria criando dezenas de milhares de sub-gêneros musicais. Dos quais nós vamos citar os principais, para que os leitores desse artigo possam se defender desse tipo de música.

Tipos de Música Industrial[editar]

  • Industrial Erudito Clássico - É a mistura de música clássica como Beethoven, bateria de escola de samba, betoneiras, morcegos, britadeiras, Ctrl+C e Ctrl+V. Exemplos de músicos: Luigi Russolo, William Burroghs, Francisco Matarazzo e muitos outros ingleses, descendentes de italianos que faziam parte do movimento futurista.
  • Industrial-de-indústria - Um gênero extremamente original. Ouvindo esse tipo de música, o drogado usuário sente-se exatamente numa indústria. Muito recomendado e usado para tratamento de metalúrgicos desempregados. Exemplos de bandas:
  • Metal Industrial -
  • Plástico Industrial -
  • Pvocê Industrial -
  • Rock Industrial -
  • EBM - Electronic Bode Music, estilo criada pelos vatapowers para pregar o rascismo e o ódio ao Throbbring Gristle dentro da cena Industrial.
  • Industrial-Super-Gótico - Geralmente se vestem de preto.
  • Industrial-Menos-Gótico - Geralmente se vestem de cinza.
  • Industrial-Neo-Folk-da-floresta - Geralmente não se vestem, apenas se cobrem com folhas.
  • Industrial Eletrônico - Ctrl+C, Ctrl+V.
  • Eletrônico Industrial - Ctrl=C, Ctrl+V ao contrário.

Ver Também[editar]

Estilos Musicais
Arband.jpg
CHIMBINHATHEMASTER.gif

Arrocha | Axé Music | Axé Sueco | Blues | Bossa Nova | Brega | Celtic Punk | Country | Cumbia | Dance Music | Dark Psytrance | Deathcore | Disco | Dubstep | Emocore | Emogore | Flashback | Forró | Forró Russo | Frevo | Funk Americano | Funk Carioca | Gospel | Grindcore | Hardcore | Hip-Hop | House | Indie | Jazz | J-Rock | J-Pop | Kuduro | Lambada | Mambo | Mangue Beat | Maracatu | Metal | Música Celta | Música Industrial | Música Erudita | Música Pop | Música psicadélica | MPB | New Age | Pagode | Pagode Norueguês | Punk | Punk Acreano | Pop Punk | Psy | Rap | R&B | Reggae | Reggae Finlandês | Reggae Nazista | Rock | Samba | Salsa | Satanejo | Sertanejo | Sertanejo Romântico | Sertanejo Universitário | Swingueira | Tango | Techno | Tecnobrega | Trance | Trap