MC Koringa

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Barangasdofunk.JPG ♪ DESCE AÍ, NOVINHA!! ♫

Este artigo é sobre Funk Carioca

Cuidado! Você pode pegar AIDS, gonorreia ou
hemorragia auricular lendo este artigo.

Emblem-sound.svg.png MC Koringa
Coringa1.jpg
Koringa dando as cartas.
Nome Fábio Luiz de Jesus Amém.
Origem Bandeira do estado do Rio de Janeiro Rio de Janeiro Petrópolis.
Sexo link={{{3}}} Masculino.
Instrumentos
Nuvola apps kcmmidi.png
Só sabe cantar.
Gênero Pop e o Pancadão.
Influências Pepê e Neném e Reginaldo Rossi.
Nível de Habilidade Alto
Aparência Tem uma boca muito grande.
Plásticas Redução de lábios.
Vícios
Nuvola apps atlantik.png
Filmes do Batman.
Cafetão/Produtor
Crystal Clear action bookmark.svg.png
DJ Marlboro.

Cquote1.png Eu conheço ele! A música dele passou na novela. Cquote2.png
Telespectadora da Globo sobre MC Koringa.
Cquote1.png Féla de uma puta! Cquote2.png
Robinho sobre Koringa ter feito uma música zoando ele.
Cquote1.png Vou pro baile, vou dançar... Cquote2.png
MC Koringa sobre o que vai fazer no baile.

Fábio Luiz de Jesus Amém, mais conhecido como MC Koringa (31 de dezembro de 1979) é mais um das centenas de funkeiros que perturbam a população carioca. Ele conseguiu o sucesso depois de dar a cagada de suas músicas aparecerem em novelas da Rede Glóbulo.

Biografia[editar]

Koringa escutando Mozart no headphone do Darth Vader.

Ele nasceu em Petrópolis em um dia chuvoso e ventoso, um vento tão forte que carregou partículas mutantes que causou uma má-formação na boca do pequeno Fabinho. O bocudo menino era caçoado pelos coleguinhas da escola e acabou recebendo a carinhosa alcunha de "Coringa", o que o deixava terrivelmente emputecido. Por causa das constantes provocações Coringa esperneou para que seus pais saírem daquela cidade de garotos bobos, chatos, feios e cara de mamão e pudesse viver tranquilamente em outra cidade com sua boca de vinte centímetros. A família se mudou para o Rio de Janeiro onde Coringa foi crescendo e se contaminando com a pervertida cultura local, daí que Coringa começou a esboçar certo interesse pelo inteligente Funk carioca.

Carreira musical[editar]

Koringa no especial de Ano-Novo da Globo.

Coringa colocou um "K" em seu nome artístico por querer se diferenciar do personagem do Batman e por ser pobre e querer se mostrar por ter nome com letra estrangeira. Koringa tinha muita difculdade em compor músicas pois era muito burro ocupado com seu emprego de açougueiro que demandava muitos cortes de seu tempo como músico. As coisas começaram a mudar quando ele estava assistindo Pânico na TV e viu uma matéria em que ele viu uma coisa inacreditável: um pedala Robinho. Aquilo foi tão surpreendente que Koringa deixou de ser burro teve inspiração para compor uma música com mesmo tema, lançando-a em 2005.

Depois do sucesso inicial Koringa só precisou puxar o saco de donos de casas de shows e diretores de novela para que suas músicas fossem veiculadas de tudo quanto é jeito, sendo inclusive tornando-se trilhas sonoras das babaquices novelísticas da Globo. Com o dinheiro da carreira, Koringa conseguiu comprar uma televisão á cores, coisa que ele nunca teve.

Sucessos[editar]

  • Pedala Robinho - Música que faz apologia para a violência dos pescotapas em inocentes jogadores de futebol. Até hoje Robinho não recebeu direitos autorais por ter seu nome falado na música.
  • Tamborzão tá Rolando - Uma música cuja a única informação importante é: Ela tá dançando, ele tá dançando.
  • Pra me Provocar - Fala sobre o que deixa Koringa com cara de bunda: chamá-lo de bocudo.
  • Dança Sensual - Koringa é adepto da dança da minhoca para sensualizar.