MC Marcinho

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Barangasdofunk.JPG ♪ DESCE AÍ, NOVINHA!! ♫

Este artigo é sobre Funk Carioca

Cuidado! Você pode pegar AIDS, gonorreia ou
hemorragia auricular lendo este artigo.


A90.jpg

Este artigo discute coisas intrínsecas aos Anos 90's!
Provavelmente ele se refere a coisas daquela época, tais como Mamonas Assassinas, Super Nintendo e Banheira do Gugu.

Emblem-sound.svg.png MC Marcinho
Marcinho no estilo.png
Marcinho depois que ganhou na loteria
Nome Márcio André Nepomuceno
Origem Brasil Bandeira do estado do Rio de Janeiro Rio de Janeiro Duque de Caxias
Sexo Com a mulher dele
Instrumentos
Nuvola apps kcmmidi.png
Voz, arrotos e assovios
Gênero Funk melody
Influências Frank Sinatra e Elvis Presley
Nível de Habilidade Alto Romântico
Aparência Agora está gordo
Plásticas Nenhuma por enquanto
Vícios
Nuvola apps atlantik.png
Sentir saudade da década de 1990
Cafetão/Produtor
Crystal Clear action bookmark.svg.png
Naldo Benny

Cquote1.png Fofo! Cquote2.png
Tua mãe sobre gordura de MC Marcinho.
Cquote1.png Ele fez uma música para mim. Cquote2.png
Princesa Diana sobre a música "Princesa".
Cquote1.png Não, sua vaca! Foi para mim. Cquote2.png
Princesa Zelda sobre citação acima.
Cquote1.png Ops! Foi mal! Cquote2.png
Motorista do carro de Marcinho depois de ter batido.
Cquote1.png Ué? Por que ele não canta sobre tráfico e putaria? Cquote2.png
Favelado indignado por Marcinho cantar um Funk diferente.
Cquote1.png Até que enfim alguém aprendeu com a gente! Cquote2.png
Romantismo sobre MC Marcinho.

MC Marcinho (11 de novembro de 1977) é um funkeiro velha-guarda que ajudou a popularizar o Funk Melody na década de noventa. Ele também é conhecido por te pegado a MC Cacau e ser mais romântico que o Rei Roberto Carlos.

Biografia[editar]

Márcio nasceu dentro da refinaria de Duque de Caxias em uma máquina que destilava petróleo, fazendo a pequena criança adquirir uma cor de pele um pouco mais negra do que os seus familiares e amiguinhos favelados. Ele sempre gostou de dar flores e chocolates para as menininhas da escola, mas nunca conseguia nada por ser um neguinho banguela e feio; no entanto ganhou o apelido de "O Romântico" das meninas, sendo procurado por elas quinze anos depois quando já estava famoso. Marcinho se interessou por música Funk na adolescência, porém devido à grande visão empresarial que possuía, Marcinho quis inovar no mercado e pegar todas as cocotas funkeiras que estivessem disponíveis. O cantor criava então o chamado "Funk Melody"; com temas melosos e batidas mais calmas, este foi o estilo de música que dominou os bailes charmes que existiam no Rio de Janeiro na década de 90. Depois desse grande golpe musical Marcinho fez muito sucesso, porém algo de ruim estava por vim...

Marcinho mostrando até quanto sabe contar.

O acidente[editar]

Em 2006 Marcinho estava indo fazer um show na Casa da Mãe Joana em uma linda madrugada, com os pássaros a cantar e com a Lua como testemunha daquilo tudo. Marcinho disse para o motorista acelerar, pois já estava atrasado e o motorista estava andando á 30 km/h em uma rodovia. O motorista atendeu o pedido, mas o que Marcinho não sabia era que o motorista havia bebido bebidas amarelas feitas à base de cevada e se encontrava completamente mamado. Daí não deu outra: o motorista bateu com o carro e acabou quebrando a perna do MC, fazendo-o cancelar todas as apresentações que estavam agendadas. Depois de dar um especial de porrada no pinguço, Marcinho foi para um hospital particular, mancando, para tentar achar um alívio para suas muitas feridas. Infelizmente ele teve que usar uma cadeira de rodas por alguns meses, deixando todos seus fãs com um dó tremendo do aleijado Márcio.

Época de vacas magras[editar]

Depois que se recuperou do acidente e largou a cadeira de rodas Marcinho se deparou com uma situação deplorável: o cenário musical funkeiro havia mudado para algo mais sensual e as batidas lembravam batidas tribais. Marcinho passou todo o começo dos anos 2000 sem fazer porra nenhuma de música, já que sabia que Funk Melody não emplacaria mais nenhum sucesso. Marcinho teve que se adaptar ao novo Funk e fez músicas com letras com sacanagem leve para não assustar as criancinhas. Duas dessas músicas foram "Vou Catucar" e "Glamurosa".

MC Marcinho te chamando pro fight.

Discografia[editar]

MC Marcinho lançou quatro álbuns de estúdio e um ao vivo.

  • Porque Te Amo (1997) - Feito em parceria com sua namorada na época, MC Cacau, o título seria a interpretação de Marcinho para a resposta da vida, do Universo e tudo o mais.
  • Sempre Solitário (1998) - Feito quando Marcinho estava jejuando no deserto do Ceará e se sentiu muito sozinho.
  • Valeu Shock (1999) - Feito quando Marcinho levou um choque elétrico nas pernas e voltou a ter movimento nelas; ele teria gritado "valeu choque!".
  • Falando Com As Estrelas (2002) - Feito em um momento onde Marcinho viu uma estrela-cadente, mas ela sumiu rapidamente. Então ele comentou com as estrelas normais o acontecido.
  • Tudo É Festa (2011) - Feito ao vivo para milhares de funkeiros suados e funkeiras carentes curtirem o som do Romântico.

Sucessos[editar]

Marcinho é um grande emplacador de sucessos, veja alguns deles.

  • Rap do Solitário - Música que ele usou em uma batalha de funk nos anos 90 e acabou se tornando o hino dos solitários.
  • Princesa - Hino romântico do Funk, onde Marcinho pede encarecidamente para que a mulher volte para ele.
  • Garota Nota 100 - Relata os tempos de quando Marcinho era jurado em desfiles em trajes de banhos e deu uma nota absurda para uma candidata.
  • Favela - Uma versão mais fuleira do Rap da Felicidade.
  • Te Amo Demais - Mais uma música melosa do Marcinho, nada de mais.
  • Glamurosa - Uma música onde ele fala de mulher gostosa.