MC Pikachu

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Emblem-sound.svg.png MC Pikachu
Mcpikachu.jpg
Visual estilo Beatrix Kiddo
Nome Matheus Sampaio Correa (pelo menos é o que ele diz)
Origem Favela
Sexo link={{{3}}} Masculino
Instrumentos
Nuvola apps kcmmidi.png
O piru que dá choque no cu
Gênero Funk paulista
Influências MC Bin Laden
Nível de Habilidade Segundo o Times, alto
Aparência Delinquente juvenil
Plásticas Por enquanto nenhuma
Vícios
Nuvola apps atlantik.png
Dar choque no cu
Cafetão/Produtor
Crystal Clear action bookmark.svg.png
DJ R7

Cquote1.png Eu queria ser romântico, mas romântico não posso ser, pois romântico manda flores, e eu só quero te f*, te f*, te f* (100x) Cquote2.png
MC Pikachu sobre si mesmo

MC Pikachu, nome artístico de Matheus Sampaio Correa, é um pseudo-time de futebol dos maiores prodígios e jovens talentos que a música popular brasileira já pôde oferecer, sendo capaz de criar, mesmo com pouca idade, grandes obras de arte como "Chupa Logo Essa Porra" e "As Cachorras".

História[editar]

Matheus sempre teve aptidão para o funk, desde os tempos em que era só mais um moleque perdido qualquer da periferia de São Paulo. Escreveu suas primeiras letras aos 9 anos em uma declaração de amor para uma garota que gostava, com destaque para os versos Cquote1.png Baba na minha piroca/Baba na minha piroca/Baba na minha, baba na minha/Baba na minha piroca Cquote2.png, que captavam com firmeza os sentimentos sinceros e apaixonados do autor. Matheus não só conquistou a mina, como também a engravidou e virou pai de família um casal de gêmeos, mostrando que sua vocação de funkeiro estava dentro e fora do âmbito musical.

Carreira musical (Se é que eu posso chamar o que ele canta de "música")[editar]

Anos depois, Matheus assinou contrato com uma gravadora para dar... início a sua carreira de MC e escolheu como nome artístico Pikachu, já que lembrava uma coisa que ele gostava muito (Pika no cu). No início, como ele ainda não tinha muitas músicas e não queria que acontecesse o mesmo que aconteceu com a Melody e o funkeirinho com nome de galã, Pikachu aparecia apenas como homem-bomba dançarino mirim nos vídeos do Bin Laden, dançando o "Bololo Haha", "Sinal do Ronaldinho", "O Faraó Sai da Tumba" ou qualquer outro passo de dança escroto.

Mais tarde, ele tomou coragem e passou a cantar sozinho, apresentando seu repertório de músicas baseadas em suas experiências de vida, como "Tava na Rua" e "Lá no Meu Barraco". Graças a esses e outros sucessos, ele se tornou um dos moleques mais zicas do funk ostentação paulista, formando junto a Bin Laden, Brinquedo e 2K o grupo dos "Quatro Cavaleiros do Apocalipse", que viriam para a terra com o objetivo de promover o perigo e o caos a desgraça e destruição auditiva com a qualidade de suas músicas.

Em 2016, Pikachu lançou aquele que seria um de seus maiores hits, "Vai Toma", música que tornou-se célebre devido a complexidade linguística e rebuscamento lírico. O próprio Pikachu afirmou em entrevista que a canção foi tão complicada de se escrever que ele precisou da ajuda de outro emici: Fioti, que também teve dificuldades e os dois passaram um bocado de tempo até finalmente conseguir pensar em um dos versos. Depois Pikachu foi para a Gera Seis Filmes e Fioti se juntou a Caio Alexandre Cruzes, o MC Lan, para continuar sua carreira.

Grandes hits[editar]

  • Vai Toma - Em parceria com Fioti, foi grande sucesso não só no Brasil, como também no Paraguai, onde a música chegou pensando-se ser uma batida de funk raiz, mas é simplesmente um funk falsificado, como tudo que é sucesso no Paraguai.
  • Lá no Barraco - Singela música que conta uma brincadeira de criança entre Pikachu e sua vizinha. Ou melhor, entre o piru e a xaninha.
  • Tava na Rua - O dia em que ele trocou um baseado por um boquete. Quem nunca? O verso original era pra ser: "Tava na esquina fumando um baseado, chegou a polícia e me levou pro delegado, eu falei assim: vamos fazer um acordo", mas Pikachu decidiu não por isto na letra.
  • Choque - "Ai meu cu caralho". Só essa introdução já mostra bem como é a música.
  • Cadê o Beck? - Pikachu tinha um beck de formato estranho que ele vivia botando na boca. Até que um dia uma maria-droguinha achou que era um beck de verdade e quis fumar.
  • Vai Gostosa (Safada) - Parceria com o mito MC Brinquedo numa canção onde os mesmos não mediram as palavras, parsa. Detalhe para o clipe que foi gravado na escola onde ambos foram expulsos alunos.

Ver também[editar]

Cheese.png MC Pikachu é obeso(a), ou está "acima do peso"

E pretende ser lutador de sumô.

Clique aqui para conhecer outros elefantes, se ainda sobrar espaço...