MC Sabrina

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Barangasdofunk.JPG ♪ DESCE AÍ, NOVINHA!! ♫

Este artigo é sobre Funk Carioca

Cuidado! Você pode pegar AIDS, gonorreia ou
hemorragia auricular lendo este artigo.

Emblem-sound.svg.png MC Sabrina
Sabrina pouca roupa.jpg
Sabrina adora um ventinho nos países baixos.
Nome Sabrina Lindalva da Cruz Credo
Origem Brasil Bandeira do estado do Rio de Janeiro Rio de Janeiro Rio de Janeiro
Sexo Feminino
Instrumentos
Nuvola apps kcmmidi.png
Voz e violão de uma corda só
Gênero Poluição sonora
Influências Tupac e Bob Marley
Nível de Habilidade Médio-cre
Aparência Peituda, porém não tão bonita
Plásticas Nas orelhas
Vícios
Nuvola apps atlantik.png
Crack
Cafetão/Produtor
Crystal Clear action bookmark.svg.png
Tati Quebra-Barraco

Cquote1.png Minha filha. Cquote2.png
Tati Quebra-Barraco sobre MC Sabrina.

MC Sabrina é uma cantora de músicas para favelados do Rio de Janeiro. Ela é considerada uma das grandes estrelas do cenário feminino do Funk e uma das poucas que não se tornou totalmente puta (só um pouqinho).

Biografia[editar]

MC Sabrina em uma fase Miley Cyrus

Sabrina nasceu e cresceu na primeira favela do Rio, o morro da Providência no centro da cidade; tendo sido aconselhada várias vezes para não entrar no nebuloso mundo do Funk. Criada por uma mãe fanática religiosa e um padrasto tarado Sabrina teve vários problemas com sua mãe tentando exorcizá-la e seu padrasto dando espiadinhas enquanto ela trocava de roupa, coisas que deixaram a menina profundamente traumatizada.Como uma forma de dizer "foda-se" para tudo Sabrina começou a ir para bailes funk mesmo sabendo que isto era uma blasfêmia e tentação do Diabo, alcançando um grande reconhecimento entre as cachorras do funk o pessoal da Providência. Com o tempo Sabrina deixou de frequentar a igreja e se dedicou totalmente para a vida musical (se é que Funk é música) tocando também fora da Providência. Sabrina se tornou um grande nome entre os favelados, contudo sua mãe ainda achava que ela iria para o Inferno por ter largado a casa da moeda igreja.

Sabrina tirando uma sessão de fotos em cima de sua laje.

Lucky ladies[editar]

Para consolidar sua carreira Sabrina precisava fazer alguma coisa ridiculamente ridícula para que a mídia não tirasse o foco dela, e foi o que ela fez. No começo ela cortou o cabelo de forma bem curta para parecer um sapatão chamar atenção da mídia, mas o que abalaria o mundo do funk e seria um dos maiores golpes midíaticos que o mundo veria. A MC foi convidada para participar do Lucky ladies, uma espécie de programa feminista para falar de mulheres de "sucesso", com outras cachorras funkeiras. Na vez de Sabrina falar asneiras o seu "relacho" ela falou que perdeu um filho porque tinha fumado muito crack durante a gravidez. Essa revelação comoveu a todos que souberam disso, com muitas prestando solidariedade pela morte do filho de Sabrina e oferecendo vagas em clínicas para recuperação de dependentes.

Sucessos[editar]

  • Sapinho Vai Te Pegar - Seria uma continuação do sucesso internacional "Sapo Cururu".
  • Todo Mundo Crazy - Sabrina comprova que tem sua sanidade mental em perfeitas condições por meio dessa música.
  • Erva Venenosa - Uma cópia descarada da música de Rita Lee.
  • É o Bonde Que Tá Passando - Frase dita pela MC quando viu que em Santa Teresa passavam bondes.
  • Todos da Humildade - Sabrina dizendo que é obrigação de todos os favelados serem humildes.