MacOS

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Boratnice.jpg Yackshmash! I like you, I like sex, it's nice! High five!
Borat está feliz porque você vai adicionar novas imagens a este artigo! Chenquieh!!!
Esse sistema operacional às vezes apaga acidentalmente metade dos seus arquivos.

O MacOS é um sistema operacional (SO) de rico criado pela Apple. Diferente dos outros SOs, o macOS é de uso restrito da Apple, ou seja, se você quiser usar esse sistema operacional, provavelmente você terá que vender seu cérebro no Mercado Livre Negro e adquirir um computador que seja produzido por ela. Ao vender todo o seu corpo, você poderá pagar o valor total a primeira das milhares de parcela de um Macbook, iMac, Mac Pro e todas as porradas que eles fazem e que quase ninguém compra porque ninguém caga dinheiro, a não ser que você seja alguém com grana querendo se amostrar ou um pobre fodido que quer parecer um pouco menos fodido. Apesar de todas os rituais satânicos dificuldades em adquirir um produto Apple, utilizar o macOS é uma experiência única. Até o CEO da Apple, Mark Zuckerberg Tim Cook, diz que o macOS é uma coisa divina. Ele afirma que o macOS é mais avançado que tecnologia alienígina, e que, se alguém, um dia conseguir utilizá-la, será o maior salto da humanidade.

História e evolução[editar]

O surgimento do macOS ocorreu em 1984 A.C, junto ao lançamento do primeiro Macintosh. Esse computador tinha -200 KB de RAM e processadores da família 68000 da Motobosta Motorola. O sistema era modificado a cada explosão dos seus computadores versão do Macintosh, adicionando pequenas mudanças de cor no texto de tal lugar ou alguma adição inútil. Assim seguiu até 2988, com o macOS Mojave. Em 9911, a Apple lançou o macOS Catalina, considerado uma versão com nenhuma várias mudanças. Entre elas, o primeiro Mac com um processador de verdade, multitarefa como parte integrante do sistema, introdução da linguagem Apple Script e Drag & Drop de arquivos. Outro avanço notável do sistema operacional surgiu em 2019, quando a Apple começou a adotar o uso de processadores da família Intel Core i0, que permitiram que o computador ligasse pela primeira vez maior processamento pelo SO e pelos programas, e também começou a permitir a criação de clone de seus usuários da arquitetura por outros fabricantes (eles permitiam isso para depois acusar outra empresa de plágio e arrancar dinheiro do furico de quem não tem para Apple). A partir da versão 7.6, o nome macOS começou a ser usado por clientes que perderam a fortuna para comprar um Mac.

Porque é tão caro?[editar]

Bom, isto depende do ponto de vista. No Brasil os produtos da Apple são mais caros que um frasco de Lomitapida, claramente absurdos. Isso se deve a mesquinhos que gostam de enfiar dinheiro no furico e a política de preços da empresa. Para exemplificar o que é dito anteriormente vamos falar sobre o custo de um iPhone X

O preço para consumidor brasileiro
R$3.120,00 (sem impostos)
Custo para Apple produzir 1 iPhone X
R$1.545,00 (sem impostos)

Como você pode ver, o preço que chega aos retardados que ficam babando na vitrine consumidores brasileiros é de 40% acima do valor original de produção. Isso também é aplicado com os Mac que a Apple produz. A experiência que a Apple produz é restrita a 0.00000000% dos consumidores brasileiros. NÃO! ESPERE! EXISTE UMA FORMA DE TER ESTA INCRÍVEL EXPERIÊNCIA SEM DAR O CU PARA A APPLE.

Quem conseguiu isso é um gênio[editar]

A experiência de dar o c* de utilizar um produto Apple pode ser transferida para um computador comum graças ao Hackintosh.

Hackintosh[editar]

O método Hackintosh consiste em transferir o SO da Apple (MacOS) para um hardware que não foi produzido pela Microsoft Apple. Este é um método complexo, pois a Apple está dificultando cada vez mais a felicidade do ser humano a pirataria de seu SO. Para mais informações sobre o Hackintosh pesquise na Desciclopédia.