Maceió

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Desertsaara.jpg

Maceió é queeeente...

FIRE IN THE HOLE!!!

Clique aqui e veja outros artigos pegando fogo.

Município de Maceió
"Inferno das Águas"
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido Bandeira desconhecida
Aniversário Ninguém se interessa em lembrar
Fundação Algum dia de 1817 (ou não)
Gentílico Curral Eleitoral
Lema "Aqui as 4 estações são bem definidas: verão, calor, quentura, mormaço"
Prefeito(a) Ruim Palmeira
no cargo até o dia de São Nunca
Primeira(o)-dama(o) Não disponível
Localização
[[Imagem:|280px|center|Localização de Maceió]]
° ' " ° ' "
Estado Pernambuco As lagoas
Mesorregião Litoral, também conhecida como aquela que tem água
Microrregião Maceió
Região metropolitana Nenhuma
Municípios limítrofes Benedito Bentes I, Benedito Bentes II
Distância até a capital Os maceioenses pensam que é 0, mas Maceió está longe de poder ser chamada de capital, então até Recife são 203 quilômetros
Características geográficas
Área Uns 500 km quadrados, mas se tirar os Beneditos Bentes da conta, não deve chegar a 200 km²
População 900 mil analfabetos e na elite da cidade alguns poucos hab. 2014
Densidade Excessiva concentração de peixeiras e ignorância por km quadrado, causando uma constante redução no número de hab./km²
Altitude Quando não chove, 2 metros, e quando chove -2 metros
Clima desértico no final e no começo do ano, dilúvio no meio do ano
Fuso horário UTC -3
Indicadores
IDH <0
PIB R$ Podem ser encontrados apenas nos bairros de Ponta Verde e Jatiúca
PIB per capita R$ 1 por cabeça de gado cidadão de Maceió


331px-Longcat.jpg Prepare-se para ler:
Esse artigo é muuuuito grande e pode causar cegueira.
Pense duas vezes e não seja tão idiota antes de ler algo assim
60px-Bouncywikilogo.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Maceió.
Fatos.png
Conheça os fatos sobre Maceió

Cquote1.pngVocê quis dizer: MassaCquote2.png
Google sobre Maceió
Cquote1.pngVocê quis dizer: OxenteCquote2.png
Google sobre Maceió
Cquote1.pngVocê quis dizer: ParaíbaCquote2.png
Google sobre Maceió
Cquote1.pngVocê quis dizer: Recife do SulCquote2.png
Google sobre Maceió
Obs: Totalmente sem graça! As anteriores eram melhores...

Cquote1.png Aí dento, viado! O que o cu tem a ver com as calças? Cquote2.png
Maceioense sobre algo que não faz sentido
Cquote1.png Estamos aqui diretamente da capital de Sergipe. Cquote2.png
Galvão Bueno sobre Maceió
Cquote1.png Eu goXxto de dar no PoXxto 7, é muito legauxXxXx Cquote2.png
Típico Emo de Maceió sobre o ponto de encontro dos emos da cidade
Cquote1.png Óia O Carro Da Fruta. Cquote2.png
Varejista sobre Maceió
Cquote1.png Pocô o cabo do acelerador. Tem que trocar Cquote2.png
Mecânico maceioense sobre sobre cabo partido de um carro
Cquote1.png Tem as praias mais bonitas do Brasil. Cquote2.png
Qualquer maceioense sobre as praias de Maceió
Cquote1.png Mar'num tome banho em nenhuma dar'praia daqui essa semana não, qui tão tudo suja de isgoto! Cquote2.png
O mesmo maceioense para os turistas sobre praias de Maceió
Cquote1.png Na Moral Do Jegue, Tá Foda! Cquote2.png
Pai Sibith sobre Maceió
Cquote1.png Já ouvi falar muito bem da praia do português. Cquote2.png
Oscar Wilde sobre as praias de Maceió
Cquote1.png Cidade mais linda de Pernambuco. Cquote2.png
Alguém sobre Maceió
Cquote1.png Rá-rái... você é lá das Alagoas? Cquote2.png
Sílvio Santos sobre Alagoano
Cquote1.png ai como eu to bandida.... Cquote2.png
valeria vasques sobre assalto em maceió
Cquote1.png Pajuçara, Ponta Verde, Jatiúca, saindo agora... só falta um! Pajuçara, Ponta Verde Jatiúca, aceita vale-transporte, só falta um! Cquote2.png
Taxista sobre transpore irregular em Maceió
Cquote1.png Se é que se pode chamar isso de elite. Cquote2.png
Betão sobre classe alta de Maceió
Cquote1.png Cê traiu Pernambuco, véiu. Cquote2.png
Dado Dolabela sobre Maceió
Cquote1.png O que e isso?? é de comer?? Cquote2.png
Um Pernambucano sobre Maceió
Cquote1.png Picolé Caseiro Caicó, Sabor e Qualidade Cquote2.png
Típico carrinho de picolé com som e alto falante à bateria de Maceió
Cquote1.png Macaxêêêêêêêêêêêêêira Cquote2.png
Vendedor madrugador de mandioca sobre Maceió
Cquote1.png Ô Uéééééééééélitu...vai tumar banho Uéééééééééélitu Cquote2.png
Alguem gritando na vila da Jatiúca, vizinha à venda do seu Severino, todos os dias às 5 da tarde
Cquote1.png Olha o améduim torrado, é 50 o torrado, é na casca o torrado, olha o améduim torrado. Cquote2.png
Conceituado vendedor de amendoim sobre Maceió
Cquote1.png Jota Andrade, Jota Andrade,... X1000000000 Jota Andrade é 11, meia, meia, meia! Cquote2.png
Carro de som de um vereador psicopata sobre Maceió
Cquote1.png Conheço, é perto de Feira de Santana! Cquote2.png
Bira sobre Maceió
Cquote1.png Bem feito, João Lyra perdeu!! Cquote2.png
Eleições em Alagoas
Cquote1.png Bem feito, Eu acho é tome!!! Cquote2.png
Eleições em Alagoas
Cquote1.png Sururu freeeeeeeesco!! Cquote2.png
vendedora de sururu no Pontal da Barra sobre Maceió
Cquote1.png Óia o munguzáááááááá!! Moça bunita num paga, mas tambéin num pode... saboreaaaaar! Cquote2.png
vendedor de munguzá que trabalha pelas bandas de Jatiúca
Cquote1.png Eita Boba da peste! Cquote2.png
tipico alagoano espantado sobre Maceió
Cquote1.png Ah, macetoso fidocabrunco, fidapeste, fi dos sete cranco! Cquote2.png
tipico alagoano sobre alguém preguiçoso de Maceió
Cquote1.png Vende-se frau Cquote2.png
Típica placa na frente de uma casa no bairro do Vergel
Cquote1.png OOOOOOLHAAAAAAAA A BASSSSSSOOUUUURAAAAAA. Cquote2.png
Típica vendedora de vassoura de Maceió)
Cquote1.png É a melhor cidade para se viver. Cquote2.png
Pinóquio sobre Maceió
Cquote1.png Olá, senhores passageiros! Cquote2.png
Típico pedinte em ônibus coletivo de Maceió
Cquote1.png Água mineral, olha a água, geladinha, olha a água... Cquote2.png
M.Lucas, pow mano, eu sou de Maceio!! sobre Vendedor de água no centro de maceio
Cquote1.png Picolé e sorvete Caiiicóooo Cquote2.png
Picolé caro da pêega!
Cquote1.png Lixão do Brasil! Cquote2.png
Gari reclamando

Políticos de Maceió reajustando seus salários, (sanguessugas).
Respeito com as autoridades da cidade.
Típico político da Assembléia Legislativa dando um discurso.
Imagem comum nas ruas do vergel.
Galera de Maceió
Entrada de Maceió, mostrando o que os espera

Maceió (abreviatura de Maceiolândia) é o bairro de Hellcife mais afastado e também a capital do feudo de Alagoas, estado criado apenas para punir Pernambuco por algo que ele fez há muito tempo atrás, em 1817 pra ser mais exato.

Maceió é uma vontade de ser cidade com características de cidade grande, como violência e trânsito caótico. Possui também características de cidade pequena, como ausência de uma agenda cultural que possa agradar pessoas com QI acima de dois dígitos.

Infelizmente a influência do governo de Hellcife foi grande o bastante pra transformar a cidade em mais um ícone do fedor de esgoto. Maceió consegue competir em fedor com Hellcife, mesmo sendo esta infinitamente maior que aquela, o que irrita bastante os pernambucanos, conhecidos pela secular tradição de manter as ruas sujas e fedidas.

É o berço dos maiores políticos filhos da puta que a história brasileira já teve, como por exemplo Fernando Collor de Mello, que apesar de ser carioca foi criado nesta cidade, mas aprendeu a cheirar farinha e usar fio dental no Rio de Janeiro, porque com toda miséria de Maceió - notadamente a maior do país e até os dias de hoje preservada em estado original como se estivéssemos no século XIX - não havia espaço pra esse tipo de comportamento afeminado.

Faz um calor infernal e não adianta tomar banho para sair, uma caminhada de vinte metros é o suficiente pra te deixar suado como tampa de chaleira. Só hoje em dia que vieram alguns decentes em uns bairros da serraria com condominial do Eurrope! Os decentes de lá tem que viver com a escória boca podre e com os que se acham chiques do sul esnobando. Dizem que Maceió é a cidade com mais "caminhonetes" no Brasil, mas isso só se você não levar em conta as cidades dominadas pelo poder paralelo dos maloqueiros, traficantes, assaltantes e projetos-de-zé-pequeno, como Benedito Bentes I e II, Clima Bom, Trapiche e etc.

Recentemente a cidade tem sido assolada por uma seita de ninjas-traficantes-anarko-punks (Com "k" mesmo, eles são analfabetos e escrevem o nome deles assim mesmo) do Vergel, que espalham risos medo na população, deixando sua marca nas paredes, substituindo aos poucos o temível Del Pedófilo. A gangue rival está começando a contra-atacar, com suas mensagens de aviso como "Vamos se unir" e "Xuxa requebra" na parede da SEUNE, sendo esta última, a mais ameaçadora de todas.

O transporte público é administrado pelo sádico Duende Mequetrefe, que retém os ônibus no horário de pico, colocando o popular modelo "Gonzagão" (bi articulado) apenas nos períodos das duas às quatro da tarde.

Os médicos recebem um salário miserável desde os tempos do Collor (que além de pagar apenas um salário mínimo, atrasava o salário em seis meses) e a saúde pública está sempre em crise. A mortalidade infantil continua campeã, apesar de ter parado de quebrar os próprios recordes.

O saneamento básico é mundialmente famoso por não existir. Quem mora na beira da lagoa mora na merda e quem mora na beira da praia vive a beira da bosta.

A parte podre esnobe da sociedade, já não se contenta em ter que dividir o mar que fica em frente aos seus prédios e por isso se isolam em condomínios fechados em praias mais distantes. A propósito, todo e qualquer maceioense falará pra todo e qualquer ser humano da face da terra que sua cidade tem as praias mais bonitas do Brasil, mesmo sendo poluídas por esgotos domésticos, detritos da fábrica Braskem, águas do Riacho Salgadinho (que corta todas as favelas da cidade) e esgotos clandestinos dos edifícios onde moram os grã-finos da cidade. Mas de fato, nem toda essa sujeira do mundo pode competir com as águas barrentas de Sergipe, cheias de tubarão em Pernambuco ou gélidas de Balneário Camboriú ou Rio de Janeiro.

Os prefeitos tem um peculiar gosto por viadutos (o mais recente é o famoso "Tobogã João Lyra"), é o mais próximo que chegam de uma "obra faraônica", dessa forma impressionando os centenas de milhares de miseráveis, restando apenas poucos caipiras de classe média para ter o voto comprado.

Aliás, todas as obras em Alagoas, antes mesmo de saírem do papel já possuem o nome de um político ladrão, principalmente se ele estiver vivo, contrariando a legislação.

Tabela de conteúdo

[editar] Educação

Movimento estudantil da UFAL, muito comum em maceió
Garotas comemorando ao ter passado na UFAL.

Os colégios de Maceió, mesmo aqueles nos quais a elite da cidade estuda, são de baixíssimo nível, por isso, poucos são os maceioenses que entram para a UFAL e os que entraram em outras universidades federais desde que Maceió foi fundada podem ser contados nos dedos.

Por causa da falta de qualidade das escolas maceioenses, todos os estudantes do ensino médio de Maceió (leia-se "analfabetos que passaram por aprovação automática") se inscrevem em vários cursinhos para ter alguma chance mínima de passar na UFAL por cota. Os cursinhos, por sua vez, estão sempre lotados, devido ao desespero generalizado dos que não tem mais de 8000 reais sobrando para pagar as mensalidades do CESMAC, da Fits, da Maurício de Nassau ou qualquer outra faculdade para filhinho de papai que não consegue passar em nenhum vestibular.

Maceió tem o maior número de faculdades de Direito clandestinas de todo o Brasil. São 5 vagas para cada cidadão com renda acima de dois salários mínimos. Os candidatos concorrem apenas contra o tempo e o acaso. Por causa da prova da OAB, a regra dos cursinhos também se aplica a eles.

[editar] Economia

Famoso Trem Bala de Maceió, tem este nome, não por possuir tecnologia em velocidade, mas por ser cravado de balas

Existiam três protótipos de shopping. Um deles faliu, o outro continua fingindo que é shopping. E o outro foi ampliado, sendo promovido a categoria de "aspirante a Shopping decente". Agora, com a conclusão do "Pátio Mancha Azul", o qual foi assaltado na inauguração por usuários homônimos, aguardamos a falência do pseudo-shopping da elite da parte baixa da cidade, o que não é muito provável por causa de seus fiéis frequentadores: coloridos, emos e a mancha azul.

Também foi construído um shopping (de verdade) para a elite maceioense na Cruz das Almas, chamado Shopping Parque Maceió, causando constantes confusões e desentendimentos em relação aos nomes dos projetos de shopping e do shopping, já que eles copiaram os nomes um do outro (Maceió, Pátio Maceió e Parque Maceió). Entretanto, é provável que ele vá a falência devido a falta de pessoas com dinheiro suficiente para comprar sequer uma garrafa de água lá.

[editar] Futebol

Cuidado ao tomar ônibus em dias de jogos, eles podem terminar assim
Mancha Azul Aterrorizando no Trapiche.

Apesar de tudo, Maceió consegue ter projeção nacional no futebol. O CRB, tradicional cavalo paraguaio que sempre escapa na última rodada do rebaixamento, em 2008 amargou a queda para a terceira divisão do campeonato brasileiro, fazendo juz aos times alagoanos!

Maceió recebeu uma final da Copa Commebol, na época em que o Collor comprou boa parte dos juízes. Infelizmente, o jogo de volta, lá na Argentina, ficou caro demais para o nosso Marajá, que assistiu seu CSA perder para o "Talheres". Depois disso, Collor deixou o CSA falir.

O CRB existe graças à incapacidade de seus dirigentes de leva-lo á falência, com 14 participações, escapando do bico do corvo na última rodada. Em 2008, com a prisão dos deputados Taturanas pela Polícia Federal, o CRB não conseguiu mais se manter, pois seus principais colaboradores e o ex-presidente estavam assistindo o sol nascer quadrado, sem direito à tv, nem radinho de pilha e nem pizzafone...

O ASA é o único time na atualidade que da nojo orgulho ao alagoano. Apesar de nunca ter ido a Serie A do brasileiro mais uma emissora afiliada a Rede Globo de Televisão de futebol, vem fazendo bonito na Serie B (também chamado de campeonato argentino), vindo de excelentes resultados, como a derrota para o Figueirense por 6x1.

Outros times do interior não merecem menção neste artigo, os caipiras chifrudos devem criar seu próprio artigo para mencionar seu clube e render homenagens à honestidade e competência de seus próprios empresários e políticos.

Cidade que tem a Mancha Azul, Comando Vermelho e Flamengo do Rio de Janeiro como as maiores torcidas do estado, sendo o Flamengo o maior deles, ganhando em torcida em todos os aspectos. A torcida do Flamengo em Maceió é maior do que a torcida dos dois times juntos. O Maceioense prefere dar valor aos times do Sudeste e Sul, do que os times do próprio Nordeste, reflexo da mentalidade brasileira de vira-lata que é ainda mais forte nessa cidade.

[editar] Culinária

Carangueijo Típico de maceió, da espécie Caranga-Manchazul.
O prefeito como ficou ao ler este artigo

Maceió é uma cidade com um acervo de comidas típicas muito grande, vejamos alguns exemplos:

  • Tapioca
  • Tapioca de manteiga
  • Tapioca de coco
  • Tapioca de queijo
  • Tapioca de queijo coalho
  • Tapioca de queijo e presunto
  • Tapioca de quatro queijos
  • Tapioca de carne
  • Tapioca de carne com catupiry
  • Tapioca de carne do sol
  • Tapioca de carne do sol com catupiry
  • Tapioca de charque
  • Tapioca de bacalhau
  • Tapioca de bacalhau com catupiry
  • Tapioca de charque com catupiry,
  • Tapioca de frango,
  • Tapioca com frango e catupiry
  • Tapioca de camarão
  • Tapioca de camarão com catupiry
  • Tapioca de peixe
  • Tapioca de peixe com catupiry
  • Tapioca de leite condensado
  • Tapioca de peru
  • Tapioca de peru com catupiry
  • Tapioca de presunto
  • Tapioca de presunto com catupiry
  • Tapioca de goiabada
  • Tapioca de chocolate
  • Tapioca de brigadeiro
  • Tapioca de banana
  • Tapioca de doce de leite
  • Tapioca de mel
  • Tapioca com catupiry
  • Tapioca

Na hora do almoço, não tem errada, o prato é: feijão, arroz, bife, salada, farinha e macarrão. Coloca-se tudo em um prato, um ingrediente por cima do outro, então mistura-se tudo utilizando garfo e faca (não esquecendo de cortar o macarrão e a alface), depois mexe até ficar uma massa homogênea e nem um pouco apetitosa, e assim está pronto o almoço diário dos maceioenses, sem esquecer da sobremesa; uma deliciosa tapioca, claro.

Maceió, além de tudo isso traz uma inovação na culinária brasileira, a versão alagoana para o famoso acarajé baiano, "o alagajé", um mini-acarajé frito em azeite de dendê misturado com óleo de soja, e que você ainda pode pedir como recheio: salada, pimenta e camarões invisíveis cozidos com pedaços generosos de batata e chuchu.

[editar] Curiosidades

Veja o artigo principal: Fatos:Maceió

[editar] Lazer

Você pode aproveitar e ter o prazer de matar alguém, tudo isto está presente em pacotes de viagens a Maceió
Belas praias de maceió atraem belos banhistas do Brasil inteiro.
Crianças e bactérias convivem pacificamente, criando um clima familiar, no imundo local.
Olha o que você vai ganhar nas praias de Maceió...
Bairro de Ponta Verde visto do oceano.

Maceió possui uma grande variedade de locais para lazer, como a Praia de Jatiúca, a Praia de Ponta Verde, a Praia de Pajuçara, a Praia de Jaraguá, a Praia de Cruz das Almas, a Praia da Sereia, a Praia do Posto 7, a praia de Jacarecica, a Praia do Pontal e a praia da Avenida; entre outras.


  • Ir à praia
  • Tomar banho de mar
  • Pegar uma doença por tomar banho de mar
  • Tomar sol na praia
  • Tomar sol no mar
  • Surfar
  • Olhar o outro surfar
  • Tomar banho de mar enquanto o outro surfa
  • Surfar enquanto o outro toma banho de mar
  • Olhar as turistas de biquini na praia
  • Tomar uma na praia
  • Fazer xixi na areia da praia
  • Fazer xixi na água
  • Fazer cocô na areia da praia
  • Fazer cocô na água
  • Fazer castelinho de areia na praia
  • Jogar bolas de areia na praia
  • Se enterrar na areia na praia
  • Caçar "Marias Farinhas" na praia
  • Comer tapioca na praia
  • Comer acarajé na praia
  • Comer no Mc Donald's da praia
  • Andar de bicicleta na ciclovia da praia
  • Andar de skate na ciclovia da praia
  • Andar de skate nas pistas da praia
  • Correr na praia
  • Fumar na beira da praia
  • Tomar cachaça na praia
  • Fazer luau na beira da praia
  • Jogar vôlei na beira da praia
  • Olhar as turistas branquelas azedas gostosas tomando sol na praia
  • Dançar forró no Lampião (Bar em frente a praia) com as turistas prostitutas
  • Olhar as desdentadas nicas moreninhas maceioenses tomando sol na praia
  • Bater punheta na beira da praia
  • Transar na beira da praia
  • Ser assaltado na praia
  • Ser estuprado na praia
  • Ser assassinado na praia (Pra falar a verdade você pode fazer isso em qualquer lugar de Maceió)
  • Tomar café na beira da praia
  • Lanchar na beira da praia
  • Almoçar na beira da praia
  • Jantar na beira da praia
  • Malhar na beira da praia
  • Cochilar na beira da praia
  • Dormir na beira da praia
  • Observar a praia na beira da praia
  • Ouvir música na beira da praia
  • Relaxar na beira da praia
  • Jogar lixo na praia
  • Catar lixo (Geralmente apenas os emo-lógicos fazem isso) na praia
  • Comer agulhinha na beira da praia
  • Comer bolinho de bacalhau na beira da praia
  • Comer bolinho de carne na beira da praia
  • Comer bolinho de frango na beira da praia
  • Comer bolinho de chocolate da vovó na beira da praia
  • Não fazer nada na praia

[editar] Filhos da peste ilustres

  • Marechal Deodoro, Militar e politico, tornou-se chefe do Governo Provisorio, Foi o primeiro presidente desta merda do Brasil
  • Mestre Zumbi, Simbolo da Luta e do sonho do negro pela liberdade,
  • Aurélio Buarque, Foramado em direito, se tornou o maior dicionarista do Brasil, "O DICIONÁRIO AURÉLIO DA LÍNGUA PORTUGUESA".
  • Mal. Floriano Peixoto, ex-presidente da República das Bananas, ex-jogador de batalha naval e pai de Florianópolis
  • Cacá Diegues, vagabundo cineasta
  • Pontes de Miranda, construtor de pontes
  • Nise da Silveira, psiquiatra
  • Djavan, músico nascido em uma capela do Farol
  • Sadi Cabral, ator desconhecido
  • Guimarães Passos, grande poeteiro
  • Lêdo Ivo, poeta, escritor, jornalista, cafetão, modelo e atriz
  • Zagallo, pentelho da CBF, ex-jogador e treinador
  • Pierre Chalita, pintor, escultor, desenhista, professor, engenheiro e o diabo a quatro
  • Virgílio Maurício, pintor, médico, jornalista, crítico de arte, ilustre desconhecido e escritor
  • Plinio Affonso de Farias Mello, primo de Fernando Collor de Mello, advogado de porta de cadeia e jornalista do jornal Gazeta de Alagoas (propriedade da família Collor de Mello)
  • Seu Zé, eleito o vendedor de munguzá mais carismático do Brasil.
  • Marta, Jogadora de Futebol, 5x melhor do mundo, nascida em Dois esgostos Riacho
  • Graciliano Ramos Prefeito, Editor, Professor, Diretor da imprensa, Escrito.... e o caralho a quatro, Nascido em Quebrângulo-AL

[editar] Termos do dialeto local

Aí dento - Algo como "no teu cú!"

Abortar o Negão - Defecar

Amarrar o gato - Defecar

Amolengar - Mexer demais

Aperriado - Agoniado

Arengar - Implicar, brigar

Aro - Cú

Arremedar - imitar

Arretado - maneiro, legal. mas também pode ser irritado, invocado

Arrochar - apertar

Arte - subst. masc. ferida, machucado. "Desça daí, ou vai fazer um arte!"

Avíe - Mesmo que você dizer (vamos logo): -Deixe de dormir e avíe minina.

Azogado - Excessivamente empolgado

Azunir - Jogar o que não presta longe.: vou azunir essa bobônica emcima da casa.

Baiacú - Experiência de mulher feita em laboratórios genticamente defeituosa. Mulher das brenha.

Bandida - Em Maceió Mulher Bandida é a Mesma Coisa Que Dizer Que Ela não Vale Nada simplificando: uma puta.

Barrão - Fase adulta do porco gordo, melequento, mal cheiroso e preguiçoso.: -Hoje vou dormir que nem um barrão.

Bebo - Bêbado

Bebo Topado - Muito mas MUITO Bêbado

Benga - Pênis

Bicha - gay

Bicuda - Chute forte com a ponta do pé

Birilo - Grampo de cabelo

Bilôra - Desmaio, passar mal

Bimba - Pênis

Bimba de boi - tipo de chicote usado por vaqueiros (Feito literalmente com o pênis do boi)

Bobônica (com 'o' mesmo) - Exclamação de forte desagrado: "Eitcha bobônica, véi!"

Bocal - Cú.

Boga - Cú.

Bote um murrão, véi - Fume um cigarro grande de maconha, companheiro

Bregueço - Qualuqer objeto que não se lembre o nome na hora.

Brocoió - Idiota

Buchuda - grávida

Bungar - Sujar

Bulir - Mexer nas coisas dos outros, também significa brigar

Bote um - (Expressão) Me consegue um baseado?

Beleléu - Fim do mundo, Lugar da putaria. "Vai pro beleléu!" (Foi pro beleléu = Morreu)

Caba (Também pode ser pronunciado "cabra")- Homem

Caba de Pêia - Homem Safado

Cabuloso - Chato

Cacuête - Gente cheia de presepada. (Tic nervoso)- (tique, em português)

Caga-pau - Gay

Cagado - Sortudo

Caraio - Pênis

Carão - Bronca

Catenga - Lagartixa

Catota - Meleca de Nariz

Catraia - O comboio do inferno. O famoso e conhecido como comboio de fio da peste.

Catrenvagem - Arrumação complexa que provavelmente vai dar em merda

Chibata - Pênis

Chimbra - Bola de gude

Chegando - Saindo

Chumbrego - Namoro pesado (para os padrões de Maceió)

Coisar - Este verbo serve para quando o maceioense, ao contar uma história, esquece ou não sabe conjugar o verbo original (que pode ou não ser mais difícil). Segue a conjugação do mesmo tal como é usado:

Eu coiso
Tu coisa
Ele coisa
Nós coisa
Vós coisa
Eles coisa

Apesar de geralmente ser distinguido facilmente pelo contexto da conversa, há algumas exceções que podem causar confusão. Aqui está o significado verdadeiro para que o turista não passe vergonha:

"Você já coisou?" = "Você já pagou a conta?"
"Eu coisei há dez mil anos atrás" = "Eu nasci há dez mil anos atrás"

Comando vermelho - Torcida do CRB

Cu Azul - Torcida do CSA (Como o Comando Vermelho chama)

Culode - Testículos

Cuxto (custo) - Demora, atraso. "Tá cuxtando di mais!"

Cruso-fona - Poibição articulada das mãos em direção do oposto jogador fixionado por interseção da chimbra bater uma na outra. "apelação pra não perder o jogo".

Condenado - Desgraçado

Dar um tapinha na onça/macaca - Adquirir maconha (será que quem editou isso foi lá perguntar?)

De Rocha - Pode confiar (contém risco de ser enganado)

Derrubar o barro - Cagar; defecar

Descabriado - Envergonhado

Dispense - Deixe pra lá, esqueça.

Emburacar - Entrar de fininho

Envocado, invocado - Pessoa com raiva

Esbregue - Bronca

Esculhambar - Estragar, atraplhar ou quebrar.

Estouro - Murro, queda.

Eu acho é "tôme" - Algo como "que se foda", "bem feito", "você mereceu!"

Emparrecar - sodomizar

Faro - Mentira

Faroso - Mentiroso

Farrapão - Que não tem palavra

Fela - Abreviação de "fela da puta"

Fera - Amigo, cara. - termo "importado"

Fiofó - Cu

Foba - Cu

Foló - Folgado

Fulero - Safado, de má qualidade

Fuleragem - Safadeza

Fuxico - Fofoca - termo "importado"

Futucar - Mexer

Gaba - Bom jogador de chimbra (bola de gude).

Gaia - Chifre (Tomou Gaia = levou chifre)

Gala - Esperma

Galalau - Pessoa alta

Gandáia - Bagunça

Gastura - Passar mal ou agonia

Granganho - Objeto sem importância

Gazear ou gaziar - Matar aula

Gemegueço - Porcaria

Groteiro - Mal vestido, pobre

Iapois - Certamente, isso mesmo

Incangado - pendurado ou junto

Lapa - Fartura "eita lapa de cu!" (bunda grande)

Langanho - excessos materiais indesejados e nojentos

Levar tromba - Sair no prejuízo. "Levou tromba" = "Recebeu troco com dinheiro a menos"

Lomba - ver Resenha

Lomba de cu errada - situação que não faz sentido

Lombrado ou alombrado - chapado, drogado

Lolão - Bestão

Lorde - arrumado, engomado

Mago - Cara magro como se fosse agulha de injeção; homem muito magro de fome

Maloqueiro - integrantes de torcidas organizadas, menino de rua

Malvadar - Maltratar

Mangar - Caçoar

Mariado - Quando se tem água da praia e um bolo de sal dentro do ouvido.

Matuto - Caipira, pessoa natural de Arapiraca. Aplica-se a todos os torcedores do ASA

Miar - Não dar certo. "A festa miou, véi!"

Migué - Historia do bicho, mentira pra se desdobrar.

Môco - Aquele que é ou se faz de surdo

Mocotó - tornozelo

Mode - por causa de, para que. Pode juntar-se às preposições, formando novas variações a cada dia. "Feche a porta modo ar", "Não suba aí, mode não cair".

Moral - No sentido de amigo, ver "pai"; porém mais agressiva e entusiasmante, geralmente usada quando um bandido quer assaltar alguém, perguntando: E aê moral, tem um real aí?

Morgado - Show quando é miado, não deu ninguém, um verdadeiro lixo; desanimado

Mundiça - Pobre mal educado e ignorante ou torcedor do CSA

Munganga - Palhaçada

Mancha Azul - Torcida do CSA

Marica - Típico Torcedor do CRB(como todos chamam, até mesmo os próprios dirigentes)

Muriçoca - Pernilongo

Nego - verbo de negação, usado para se negar alguma coisa " eu nego ir a praia hoje"

No seio - Não sei

Nóia - Substância entorpecente que o resto do Brasil chama de "crack"

Nóiado - usuario de "crack"

Pagando Sapo - Tá Vacilando - (distorção de termo "importado")

Pai - No sentido de amigo. ex: e aê pai = olá amigo

Páia - Ruim

Pantim - frescura

Pêia - Pênis

Peidado - Indignado, brabo

Pega-pra-capá - Confusão

Peba - Ruim

Pegar o beco - ir embora

Perosca - homossexual

Pinga pús - O cú quando tem uma cabeça de prego. Famosa hemorróidas

Pinóia - Coisa desagradável - pode ser usado como sinõnima de "ova" "Uma pinóia!"

Pinotar - Cair fora

Pirangueiro - Pão-duro

Pipoco - Estouro

Pirueta - Pênis

Piroba - gay

Piti/pintigula - chilique

Pitôco - botão, algo pequeno

Pocar - estourar, romper

Possuído (ou "pissuídu") - Pênis

Potoca - Conversa fiada

Poca-fronha - gay

Pocô - estourou, rompeu

Prego - Que não tem palavra, o mesmo que farrapão

Priquita - vagina

Pronto - geralmente dito quando a frase ou pensamento chegou ao final ou após algo inquestionável. "Então ele morreu. Pronto."

Quenga - prostituta, puta

Rachar - Jogar futebol

Rafamé - malandro fuleiro

Raparigueiro - mulherengo

Raputenga - O Mesmo Que Rapariga, puta e Quenga, mas resumidos em uma só palavra.

Reinar - mexer em alguma coisa

Reinão - Traquina

Remela - Sujeira de olho

Resenha - Coisa Engraçada, Interessante ou Fofoca

Roncha - Hematoma

Rumaladisgraça - {Ruma-lo a disgraça} forma de ameaça

Sacudir - Jogar, atirar objeto

Se escalar - querer fazer parte de algum evento sem ser convidado

Se lascar - Se dar mal

Subeijo - Resto de comida

Suporte de pica - Pessoa baixa

Supapo - Saculejo repentino

Tabaca - Vagina

Tamburete de forró - Pessoa baixa

Tamburete de Gandáia - pessoa baixa

Tampa de crush - pessoa boa no que faz ou muito inteligente

Telasa - Pessoa de orelha muito grande.

Tirar onda de ... - zombar de ...

Tóia - Bituca de cigarro

Toco de amarrar jegue - Pessoa baixa

Tônho (a) - pessoa quando erra "Num é assim não, seu Tônho"

Toró - muita chuva

Tiziu - Nêgo amostrado, metido a porra nenhuma que se acha o cara só por causa da cor. Ou Tisiu coisinha feia que a mamãe pegou no rio.

Travoso - Feio

Truçulho - Porcaria

Tucaiar - vigiar

Tumá uma - beber

Vazar - ir embora

Veiaco - Pão-duro, que não paga o que deve

Véi - Velho no sentido de amigo exemplo: Beleza, cara? = Beleza, véi?

Vôte - Variação de ôxe

Vôli - Variação de vôte

VaBeii - O Mesmo que dizer Toma Safada (Tapinha na bundinha) ou então Va Beii de batida. ex: mermão eu tava dando uns tapa no doido ali ai vabeii levei uma estouro (queda).

Valei - Serve para Todas as situações possíveis. Segue a Conjugação do mesmo:

Valei-me Valei-te Valei-lo/la Valei-nos Valei-vos Valei-les/las

in English:

Valei-ME Valei-You Valei-lhe/she Valei-'te Valei-we Valei-You Valei-They

(nota-se acima a ignorância do maceioense em conjugar pronomes ingleses, misturando "me" com "they")

Lembrando que o s antes do t se pronuncia com som de "xis", como "boxta", "cexta-básica", "goxto", etc... A junção de o com u, por exemplo, resulta em um ô, como em "ixtôro". o t antes do o se pronuncia como paulista pronuncia o t antes do i. assim, oito fica "ôitcho" "oitchenta" "biscoitcho", mas não vale pra todas as palavras. o resto é o mesmo de toda essa Bosta do meu Brasil.


Cidades irmãs: Porto Príncipe, Haiti.

v d e h
ALAGOAS
Bandeira Alagoas.png
Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas