Magibon

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Melhor.gif AVISO: ESTE ARTIGO É SOBRE UMA FALSA GOSTOSA!

Magibon usa e abusa de Photoshop, maquiagem e propaganda, faz lipo
com frequência, pode ter silicone na bunda e botox na cara.

Mesmo assim, você ainda acha que ela é gostosa!


Pewds Psicopata.jpg Este artigo é sobre uma subcelebridade

e criou um Vlog só pra ficar famoso.

Cuidado: Magibon pode cobrar cachê por ler este artigo.



Com essa piscadinha ela fez muitos nerds chegarem ao orgasmo!

Cquote1.png KAWAII! *-* Cquote2.png
Otaku sobre Magibon
Cquote1.png Que merda de vídeos são esses!? Cquote2.png
Qualquer pessoa com bom senso sobre Magibon
Cquote1.png Bye Bye ^^v Cquote2.png
Magibon sobre uma das poucas frases que sabe falar
Cquote1.png Criança sem cadeia, OBA! Cquote2.png
Pedobear sobre Magibon e sua verdadeira idade
Cquote1.png TARAAAAAADUUUUU! TARAAAAAADUUUU! Cquote2.png
Rogério Skylab sobre quem vê os vídeos da Magibon
Cquote1.png Como ela vai pro japão de graça sem ter feito nada!? Cquote2.png
Otaka sobre Magibon
Cquote1.png Errr ... Cquote2.png
Qualquer um sobre após você falar que se masturba pra Magibon


Magibon é uma guria retardada que por mera falta do que fazer resolveu ligar a Webcam e gravar vídeos onde ela encara timidamente a câmera, sorri, fala palavras em japonês, come pizza com coca cola... ou seja, não faz porra nenhuma mas mesmo assim ela é adorada por milhões de punheteiros e seus vídeos tem mais de oito mil acessos no Vocêtubo. Em um belo dia Magibon foi descoberta por milhares de japas tarados e levada até o japão para pousar para Revista Playboy, participar de eventos e fazer dublagens em animações. Ou seja, isto prova que para as pessoas do mundo atual a falta de talento vende e faz sucesso! Vide outros exemplares como Zina...


Origem[editar]

Magibon querendo sugar sangue de suas veias penianas!

Magibon nasceu na terra do suco de laranja, dos cubanos e do Mickey Mouse e então foi morar na Pênisilvania Pennsylvania ambos nos EUA e tem 23 anos, embora muitos pedófilos se recusem a aceitar tal fato. Um dia, quando estava em sua rotina ocupada de comer, dormir e fazer carinhas bonitinhas sem motivo, razão ou circustância deixou a câmera ligada e então se ela saber foram gravados infinitos minutos dela não fazendo nada de interessante apenas alterando as roupas ou penteado. Vendo que não havia utilidade para aqueles vídeos mas com dó de apaga-los da memória da câmera, Magibon resolveu postar seus vídeos no Youtube - o lar dos vídeos inuteis - e sem querer garantiu a punheta diária de milhões de pedófilos e otakus. Tornando-se uma grande celebridade virtual! (Grande merda...)

Para conquistar tanta fama assim Magibon necessitou de anos de treinamento intensivo, tendo que ficar exposta a criaturas perigosas chamadas de Otaku, onde ela aprendeu a falar milhões de frases em rabisquês enquanto eles babavam em cima de sua carinha de criança sapeca, seus olhos enormes e sua pele branquinha tipica de personagens de anime.

Ela também teve que aprender a como encarar sua Webcam para fazer novos vídeos como modo de garantir uma forma de chamar a atenção de tarados no mundo inteiro, conseguindo assim uma viajem para o país com a maior concentração de punheteiros por metros quadrados: o japão.

Atualmente Magibon tem uma vasta linha de produtos no japão contando com vibradores, gel lubrificante, lingeries e altos produtos de Sex Shop. Magibon além de ter posado para a Playboy do Japão isso mesmo aposto que se ja ta procurando no google, e feito outras inutilidades por lá está planejando fazer um filme pornô produzido pelo ilustre diretor Tikomu Oku, onde ela seria considerada a primeira atriz pornô mirim e iria parar no Guiness Book como "Atriz Porno mais jovem de todos os tempos" através de uma mentira fraudulenta.

Fatos[editar]

Embora seja uma figura meiga e carístimatica (?) da mídia fútil, Magibon esconde muitas verdades dos fãs, inclusive seu verdadeiro nome e sua arcada dentária que já fez com que muitos alienados pensassem que Magibon era uma vampira. Abaixo listamos uma série de fatos esclarecedores sobre essa musa dos Otakus Punheteiros (Só perdendo para a Marimoon)

Magibon mostrando como se usa o Photoshop


  • Ninguém sabe qual é o nome de Magibon pois acredita-se que ela seja um experimento criado em laboratório como forma de atrair pedófilos de forma rápida e prática, sendo que utilizam vídeos da Magibon para verificar se um suspeito de pedofilia é realmente o culpado.
  • Os dentes "maravilhosos" de Magibon podem ter sido causados por manias de chupar o dedo na infância e outras coisas na vida adulta.
  • Os comentários dos vídeos da Magibon se dividem entre "Kawaii *-*" e similares em 51% e "WTF?" e similares em 49%
  • Se você falar que gosta dos vídeos da Magibon todos vão te achar maluco ou tarado!
  • Se magibon soube-se falar "...Ronaldo!", "Vamu cair pra dentru" e "Vo mandar um salve" ela poderia facilmente substituir o Zina do Pânico na TV uma vez que ela tem um visual mais agradável aos olhos humanos e ambos são mestres em fazer porra nenhuma.
  • Magibon usa Photoshop, embora 97% das mulheres pelo qual você se masturba na Playboy também utilizam desse programa miraculoso, então, isto não é novidade.

Eu me masturbo vendo a Magibon, o que eu faço?[editar]

Playboy da Magibon, se você já procurou por ela, tenho más notícias...

Masturbação para a Magibon (Magibunus Pedofilus Punhetus, em Latim) é uma doença comum em países com grande concentração de onaistas: especialmente no Japão e em templos sagrados do Punhetismo, onde inclusive dizem que os monges de tal religião precisam ser infectados com essa doença para ser considerado "puro". Ver mais de cinco vídeos da Magibon e ficar excitado já o suficiente para contrair a doença. Os sintomas da doença são:


  • Falta de interesse em mulheres que não se sejam ou não tenham a aparência de crianças de 13/14 anos.
  • Acesso excessivo ao Youtube.
  • Já tentou procurar a Playboy da Magibon no Google.
  • ACHOU a Playboy da Magibon no Google. (Sintoma Grave)
  • Faz "videozinhos caseiros" de meninas da 7ª Série de Escolas do Ensino Fundamental na educação física.
  • Acessa o 4Chan.
  • Já foi preso por pedofilia e teve o toba arrombado várias vezes na prisão.


Esses são os principais sintomas da doença, há muitos modos de tratar a esta, entretanto, caso o infectado já esteja em um grau avançado da Doença não há nada mais que o mesmo possa fazer, devendo ser cremado imediatamente antes que a doença se espalhe. Veja como evitar a doença e curar-se da mesma caso infectado:


  • Não se aproxime do 4Chan ou do Youtube.
  • Não assista Hentais e não seja Otaku.
  • Não entre na Maçonaria, seu gosto por pedofilia irá se expandir caso entre e então a infecção pela Magibon será inevitável.
  • Não escute nenhuma música do Michael Jackson.
  • Leia a Revista Playboy 200 vezes por dia até passar a gostar novamente de mulheres adultas.
  • Tenha em mente que se estuprar uma menininha de 13 anos devido a sua tara louca pela Magibon, um negão de dois metros de altura chamado "Carlão" irá te estuprar igualmente na cadeia, porém a cada meia hora.
  • Se mate caso necessário.


Seguindo esses passos não existirá perigo de ser infectado pela meiguice da Magibon e você estará salvo do Mal de Pedobear

O Talento de Magibon[editar]

Abaixo veja demonstrações de como fazer carinhas bonitinhas. Método de conquistar uma legião de fãs tarados e ir para o japão sem fazer absolutamente nada.

Cquote1.png Gozei! Cquote2.png
Pedófilo sobre as imagens acima

Vídeos Inuteis[editar]

Se você ainda não consegue acreditar que alguém é capaz de perder tempo fazendo tais vídeos, ou ainda pior, assistindo a eles, veja logo abaixo uma vídeo da Magibon ... apenas tome cuidado para não ficar infectado.

Veja Também[editar]

  • Marimoon - Outra musa dos otakus punheteiros.
  • Maçonaria - Muitos "fãs" da Magibon fazem parte desta seita.
  • Japão - O único lugar onde magibon é apreciada pela maior parte da população.
  • Comunistas - Outro tipo de filhos da puta que comiam criancinhas.


Cquote1.png Bye bye ^^v Cquote2.png
Magibon sobre o fim do artigo