Magical Mystery Tour

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Charlemagne-4.jpg Este artigo se trata de um álbum

E você baixa da internet porque não tem dinheiro.

Conheça o resto da playlist clicando aqui.


Cquote1.png Você quis dizer: Contunuação do Sgt. Pepper's Cquote2.png
Google sobre Magical Mystery Tour
Cquote1.png Esse disco é tão louco que minha vó me proibiu de ouvir Cquote2.png
Fã de Beatles sobre Magical Mystery Tour

A capa do álbum desenhada por um Desciclopediano altamente treinado no Paint
Na Trilha Mágica Misteriosa, tudo funciona perfeitamente!

Magical Mystery Tour foi um disco dos Bítous que inaugurou um novo conceito: o do rock infantil. O disco foi lançado com o objetivo de ser a trilha sonora de um filme muito ruim estrelado por eles (que mania eles tinham hein!).

Após o sucesso de Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band, os Beatles tiveram a ideia de criar o inverso: um disco horrível, seguido de um filme ainda pior. Assim nasceu Magical Mystery Tour, que na verdade é um plágio do famoso trabalho do Beatallica, Masterful Mystery Tour, que seria também plagiado pelo Metallica quando do lançamento de Master of Puppets. Foi um disco que causou muita confusão porque no Reino Unido foi lançado em EP (Entediante Player), porém o povo dos EUA teve preguiça de fazer isso e o lançou em LP. O resto do mundo vendo a idiotice dos americanos o lançou no formato inglês mesmo.

O álbum foi composto em meio a uma viagem de ácido e outras cositas más de uso proibido de John Lennon, o que explica o fato de 101% das músicas serem ininteligíveis, terem uma melodia totalmente idiota e a mais completa ausência de sentido.

Magical Mystery Tour, o Filme[editar]

Este filme ao ser lançado teve o objetivo de ser engraçado e psicodélico, porém falhou miseravelmente. Nele o coitado do Ringo e sua tia Jessie do Pokémon compram uma passagem para a cidade de Tangamandápio, mais ou menos do tamanho de Nova York. Durante a viagem pelo sertão mexicano, considerada mágica e misteriosa, eles encontram um mol de criaturas esquisitas, como o Chaves por exemplo. Como não poderia deixar de ser, o Ringo se ferra no filme.

Outros dizem que a tal viagem mágica e misteriosa é na verdade para descobrir porque nos Beatles estava faltando um integrante.

Criação do Roteiro do Filme[editar]

Após os quatro integrantes cheirarem muitos gatinhos, um deles teve a ideia de criar um filme falando sobre um lugar magico, mais especificamente, um lugar Hippie onde eles poderiam fumar e cheirar gatinhos a vontade, foi aí que John pegou um caderno velho e começou a escrever o roteiro, mas durante o processo, dizem que Paul McCartney (ou seu sósia, talvez) teve a ideia de colocar enigmas sobre sua suposta "morte", e então como o George era o loucão, disse que então, Paul (ou William) deveria ser a morsa no filme, pois na cultura indiana, a Morsa significa morte e bla bla bla... Então eles começaram a compor umas canções louconas, tipo I Am the Walrus, que não tem o menor sentido...


Integrantes[editar]

Músicas[editar]

Paul durante as gravações de Magical Mystery Tour

Os Beatles estão te convidando insistentemente para a tal turnê mágica. Vá! Não precisa sair do lugar, basta pegar uns comprimidinhos que vêm no encarte de 28 páginas que dá para colorir.

  • The Fool on the Hill

Canção preconceituosa que mostra o Paul em cima da montanha, mostrando que ele tinha o dom de voar lá no mundo de Lucy. Ou seria William Campbell em cima da montanha?

  • Flying

Uma musiquinha instrumental que mostra os integrantes voando em mais uma viagem provocada pelas dorgas, manolo!

  • Blue Jay Way

Canção muito mais muito tensa, conta quando Jay-Z comprou seu primeiro filme em Blu-Ray. Adivinha qual era o filme?

  • Your Mother Should Know

Sua mãe já sabe que você vê putaria escondido na internet. Então fuja para a Turnê Mágica Misteriosa! Ou talvez ela pesquisou no Google e descobriu que o Paul morreu de fato.

Canção escrita durante uma overdose de ácido de Lennon. Não tem o menor sentido e fala sobre porcos fugindo de um 3oitão, ele mesmo sentado num floco de cereal esperando a van da escola, policiais em fila com a calcinha abaixada, um cachorro morto, essas doideiras aí. A música lembra uma sirene de polícia, que foi a última coisa que ele viu após ser preso por estar drogado pela enésima vez. Além disso, Lennon ainda acaba falando da maldita Lucy e na música Glass Onion ele diz que a Morsa era Paul. tsc tsc...

  • Hello Goodbye

Continuação da viagem de ácido anterior. Música totalmente idiota que fala que Paul sempre diz tudo ao contrário da mulher dele. Toda vez que ele diz oi, ela diz tchau... É como se diz por aí, um bêbado nunca sabe o que está dizendo.

  • Strawberry Fields Forever

Homenagem de John a um orfanato encantado cheio dos campos de florzinhas, embora na Colômbia haja esses campos aos montes. Foi aqui que começaram a usar o tal do Mellotron, o piano do Elton John.

  • Penny Lane

Uma canção composta por Paul onde ele fala de uma rua de Liverpool onde tem uma enfermeira, um banqueiro e um barbeiro que fica dando oi para todo mundo. E provavelmente vendendo dorgas aos transeuntes.

  • Baby You're a Rich Man

Música onde John fala que seu macho é um homem rico e guarda seu dinheiro em uma mala dentro do cu zoológico, junto de seus irmãos. Se diz que por aí que essa música é dedicada a Brian Epstein, seu miguxo preferido.

John explicitando o verdadeiro sentido da vida: o sexo amor...


Veja também[editar]