Magnésio

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Metalman.jpg Este artigo é metálico!

Ele é revestido ou banhado a algum metal ou liga que se encontra na tabela periódica. Se você corroer este artigo, Mordekaiser vai exterminá-lo!

Magnésio é um elemento químico, conhecido por sua baixa auto-estima, pois o magnésio apesar de ser muito importante todo mundo só conhece o alumínio, seu irmão, só por causa de míseras latinhas de cerveja, e o magnésio fica esquecido apesar de ser o responsável por toda a atividade de coenzimas de ATP (se você não entendeu, é basicamente o fato de te fazer viver).

O magnésio é um metal alcalino-terroso, um dos elementos mais abundantes do Planeta Terra, só é lembrando na hora que você está correndo para o banheiro devido ao laxante que tomou.

História[editar]

O magnésio foi descoberto por Platão a muito tempo atrás na região grega conhecida como Magnésia, enquanto o filósofo estudava formas de curar a ressaca, descobriu no magnésio o laxante perfeito, muito melhor que ENO.

Características[editar]

Maneira errada de se usar magnésio.

O magnésio é um metal resistente e leve e apesar de abundante não é encontrado livre na natureza mas apenas combinado das mais diversas formas com quase todos os outros elementos, o magnésio como um átomo muito sociável, forma até 600 minerais diferentes.

Seus isótopos são suados em datações geológicas, pois são uma espécie de alumínio da terceira idade.

Outro fato curioso do magnésio, é que ele pode ser encontrado na clorofila, o sangue das plantas que as permite fazer a fotossíntese a partir da reação do magnésio com os raios ultra-violetas do sol.

Aplicações[editar]

Dica: Não tome magnésio antes de se casar.

O mais popular uso do magnésio é na fabricação de ligas metálicas em combinação com o alumínio. Na verdade o alumínio puro seria melhor, mas como isso é impossível, o jeito é quebrar o galho com o magnésio mesmo.

O magnésio também é presente nos filmes fotográficos, é responsável por dar a eles as suas características explosivas e inflamáveis.

No trabalho de fogos de artifício, o magnésio é usado para dar a coloração de cor-de-burro-quando-foge-da-roça aos projéteis pirotécnicos.

Acha que acabaram as utilidades do magnésio? Não! O pó de carbonato de magnésio é usado por ginastas para cheirarem e conseguirem um maior desempenho físico passarem nas mãos e não deixar nada escorregar, sendo esse pó portanto o completo oposto da vaselina.

O magnésio também tem grande uso na medicina. O leite de magnésia é o melhor laxante do mundo, tomou cagou. A sua alta reatividade com a água lubrifica os intestinos e as fezes saem como se estivesse passando manteiga no pão, sem fazer cara feia.

Organismo humano[editar]

O magnésio é encontrado em alimento que ninguém come, como vegetais e cereais. O magnésio é essencial para o organismo humano, sendo responsável por mais de 300 metabolismos enzimáticos diferentes, sendo portanto o responsável pelo controle do desejo por doces, controle pelo desejo de carnes, controle pelo desejo de sexo, diminuição do inchaço, diminuição do stress, diminuição do pênis, melhora da disposição física e da performance na prática de esportes (doping), aumento da sensação de prazer, aumento da sensação de poder e aumento da sensação de loucura e dupla personalidade.

A ausência de magnésio no organismo pode causar agitação, anemia, insanidade psicotrópica alterada reversa, anorexia, asma, ansiedade, mãos e pés gelados, insônia, loucura, irritabilidade, náuseas, vômitos, prisão de ventre, incineração espontânea, fraqueza, fadiga, tremores musculares, nervosismo, desorientação, alucinações, pedras nos rins, dengue hemorrágica , taquicardiaco e morte instantânea.