Magnitude aparente

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Zorak.jpg
Você está entrando em um mundo desconhecido nas imensidões da escuridão, onde
ninguém pode ouvir seus gritos!
Agora, viajar pelo espaço ficou mais fácil depois que inventaram a Coca-Cola.
Se aconchegue em sua nave e vá tomar um "chazinho" com o E.T. de Varginha.


Clique e venha fazer parte de nosso projeto!!
Projeto Desconhecimento

Este artigo de Ciências ganhou nota B, sendo considerado de Boa qualidade

Visite a discussão do artigo ou o projeto e Conheça-nos

Magnitude aparente é a única "coisa de medição" que presta na astronomia, já que ela foi capaz de criar "genialidades" como a Ascensão reta e a Declinação que pode até ser útil para manobrar a terra de vez em quando. Puxa vida, que ideia mais fantasiosa. A única "ferramenta imaginária matemática" que tem lá a sua importância evidente é essa aqui.

Apesar de que ninguém sabe disso.

Tabela de conteúdo

[editar] Surgimento

A Magnitude aparente é confusa: Quanto mais longe menos aparece, mas ao mesmo tempo a estrela é a mais luminosa do Universo (a qual você não pode ver mesmo assim), e a Magnitude aparente aumenta quando você está a olho nu mas quando você olha de telescópio ela diminui e...

Essa "ferramenta" surgiu na Grécia antiga (está aí a qualidade... Ou não apesar das constelações duvidosas dessa civilização) formado por um Mendigo Filósofo chamado Hiparco, que praticamente ninguém conhece.

Hiparco admirava muito Sócrates que era considerado o pai da lógica lançando coisas do tipo: "Nós só enxergamos pois os nossos olhos lançam partículas no ar e então essas partículas, que são menores que poeira, e então o nosso ar é infestado delas" ou "A Terra é o centro do universo pois o Sol gira em torno dela" e foi assim que a Idade Média durou mais que o esperado.

E Sócrates conseguiu atrasar a ciência em 2000 anos.

Mas, isso não vem ao caso, Hiparco queria ser astrônomo como tantos outros daquela era. Para isso ele decidiu observar as estrelas pois foi isso que o seu professor mandou observar.

Então ele começou a pensar "essas estrelas estão há quilometros de distância, vou medir". Para manter o experimento em segredo, ele chamou um escravo e disse para ele: "Acenda uma fogueira quando estiver daqui quilometros!".

O que ele queria fazer? Ora, saber a magnitude das coisas! Você, intelectual (ou não), está com raiva de eu ter escrito uma história que não existiu, mas como é que o Gênio que era esse Hiparco ia conseguir definir a distância das estrelas? Como não dava pra enxergar depois de alguns metros ele inventou as medidas.

Porém, ele nunca foi reconhecido como astrônomo, anos depois a ciência montou uma coisa (a ciência, não a astronomia) parecida com a do pobre Hiparco, começaram a medir as estrelas do jeito que ele fazia: pela luminosidade.

E então hoje se usa a "Magnitude Aparente".

[editar] Plantando isso na sua cabeça-oca.

Veja bem, para você conseguir assimilar isso na sua cabeça: "Magnitude" vem de "Complexidade", "Aparência" ou algo assim, acha que eu sou o quê? Um dicionário? Tá bem... Depois vem a "Aparente" que significa Aparência também "Aparecer" ou qualquer coisa parecida.

Então vamos somar:

Magnitude + Aparente = Coisa que mede a luminosidade da estrela... Ou algo do gênero


[editar] Exemplos práticos

Olha só o que acontece quando a estrela é perceptível. Não entendeu? Os gregos faziam constelações pelas estrelas brilhantes, então deu nessa suruba aí... É mesmo, e a Magnitude aparente tem lá culpa disso?

O artigo da Wikipédia dessa "unidade de medida" é o mais "entusiasta" de toda a Wikipédia pois é o único artigo a usar um ponto de exclamação, que é algo raro por lá.

Mas enfim, consiste em você olhar uma estrela, ver o quão luminosa ela é e... hã... Ver a luminosidade.

Tá certo, essa coisa não é a coisa mais "clara" do mundo (apesar da ironia pois mede a luminosidade e... Piada de astrônomo, não tente entender). Afinal, como eles medem a luminosidade dessas estrelas? Além de que quando eles medem é estranho. Por exemplo, o Sol possui uma luminosidade negativa para eles.


E a estrela mais luminosa do universo é uma coisa que nós nem podemos ver à olho nu.

Bem, então é assim: Quanto mais perto da Terra menos "conta" a Magnitude aparente e quanto mais longe maior, então vamos raciocinar:

  • Quanto maior a Magnitude aparente maior a distância e menos a luminosidade MAS ELA CONTINUA SENDO A MAIS LUMINOSA DO UNIVERSO!
  • Quanto menor a Magnitude aparente quer dizer que o corpo celeste está próximo e é visível MAS ELE NÃO É O MAIS LUMINOSO
  • E quando médio... Foda-se...

[editar] Exemplos Práticos

  • A Magnitude aparente do Sol é... Quente.
  • A Magnitude aparente da Lua é... Perto.
  • A Magnitude aparente da Sirius Star é... A menor de todas (isso porque Sirius é foda).
  • A Magnitude aparente de Las Vegas é... Luminosa.
  • A Magnitude aparente de várias estrelas menores é... Grande pra caralho!
  • A Magnitude aparente do restante visto de telescópio é... Igualmente minúsculo já que você precisa mesmo é de um trabalho de 2 andares pra enxergar.



Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas