Maicon Sisenando

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Michael Douglas Sisenando
Sami Khedira.jpg
Foto de Maicon em 2014, dentro do bolso do Candira
Apelidos Cara que comeu o Elias
Nascimento 26 de Julho de 1900 e lá vai pregas, as pregas do Elias no caso
Novo Hamburgo, RS
Nacionalidade Bandeira do Brasil Brasil
Altura 1,84
Peso Acima do que deveria ser
Posição Espectador dentro do campo
Direito, mas ele tem dois pés esquerdos
Clubes Atualmente está sem clube, reflexo de seu talento
Estilo de Jogo Cachorro castrado, nunca vai no fundo, e quando tenta ir, não cruza
Gols Em falta
Prêmios "Pior jogador da Copa 2014", teve que se esforçar demais considerando o esforço feito pelo alergia nas pernas
Influências Eduardo Ratinho, Fabinho Capixaba
Vícios Sumir quando o time precisa


Michael Kirk Douglas Sisenando (Novo Hamburgo Brunswick, 1 de Abril de 1500) é um ator norte-americano que nas horas vagas atua como lateral-direito Brasileiro. Jogou vários ânus anos pelo Football Club Internazionale Milano e é casado com a atriz maria-chuteira Catherine Zeta-Jones.

Maicon nasceu em Novo Hamburgo, na Argentina do Norte, porém ele sabia que Novo Hamburgo é uma cidadezinha muito esquecida para se nascer um ator e pseudo-futebolista, por isso quando criança ele e sua família se estabeleceram em New Criciuwick, no estado estadunidense sulista de Mittëlregion. Até hoje sua família mora lá, porque mesmo ganhando muito dinheiro Maicon não teve coragem de tirá-los da pobreza, mas nas férias Maicon sempre manda uns trocados pra família.

O pai de Maicon sempre quis que ele seguisse a carreira de Futebolista, e a mãe sempre quis que o filho fosse ator. Para agradar as duas partes Maicon resolveu ser ator e futebolista ao mesmo tempo, em ambas as carreiras ele obteve sucesso, o bom de ter essa dupla função é que ele sempre acaba conseguindo fazer uma cena em um lance de agressão e o árbitro sempre acaba marcando a falta mesmo que a mesma não aconteça.

Maicon foi apelidado de "pingo de merda", quando ainda jogava no Grêmio, por ser pequeno e ser uma merda jogando futebol. Quando chegou no Cruzeiro removeram esse apelido escroto dele pois disseram que "pingo" é nome de viado. Na europa ele é conhecido como Fórmula 1 por ser muito rápido.

Carreira[editar]

Cquote1.png Quem quer ser hexa campeão coloca o dedo aqui, que já vai fechar o abacaxi Cquote2.png
Maicon na seleção brasileira

Maicon iniciou sua carreira no cinema com o filme Cast a Giant Shadow, mas só ganharia renome com o filme "Um estranho no ninho" foi com esse filme que Carlos Aberto Uveira conheceu o jogador e resolveu convocá-lo para sua seleção de mentirinha em 2004, pois ele precisava de um jogador que cavasse faltas fazendo simulação, porque sua seleção só sabia fazer gols de bola parada. Como ninguém lembrou de expulsá-lo da seleção brasileira ele continua por lá até hoje, atualmente na seleção do Dunga na Copa do Mundo de 2010. É importante lembrar que Maicon só é ator e jogador de futebol por causa de mandingas feitas por seus pais: o pai de Maicon enterrou o cordão umbilical dele em um campinho várzea onde jogava bola quando jovem e pediu para que seu filho seguisse a carreira de parteiro, mas o seu filho acabou se tornando jogador de futebol, talvez porque ele não tenha tomado conhecimento que estava enterrado o cordão umbilical de seu filho em um campo de futebol[1]. Para não ficar atrás no quesito macumba a mãe de Maicon resolveu enterrar fitas K7 no fundo do quintal de sua casa, tudo para o filho ser atordoado.

Maicon era irmão do também ator Marlon Brando, morto em 2004.

No Futebol[editar]

Maicon começou sua carreira profissional no Cruzeiro, em 2001, mas antes de chegar no clube mineiro jogou nas categorias de base de vários timecos de futebol falido, inclusive no Grêmio onde o treinador das categorias de base falou que ele não tinha porte físico para jogar no time (10 anos depois esse técnico tomou um OWNED com a convoocação dele para a Seleção Brasileira). No Cruzeiro ele conquistou três títulos sem importância (Campeonato Mineiro, Copa do Brasil e o Prêmio da Academia) depois disso ele teve uma pequena passagem elo Mônaco e finalmente foi para o clube que sempre sonhou em jogar, o Inter de Milão

Na seleleção[editar]

Maicon participou da Copa América de 2004 e da Copa das Confederações de 2005, mas não foi convocado na seleção vergonhosa de 2006. Porém foi lembrado por Dunga na Copa de 2010, onde marcou o primeiro gol do Brasil na competição, contra a fraca Coréia do Norte. Não adianta, Maicon vai ficar marcado para sempre por ser aquele jogador que só consegue evoluir em linha reta e como uma das decepções de 2010. Sorte dele, porém, que não ficou notado no Mineiraço 4 anos depois...

Títulos[editar]

Cruzeiro

Seleção

Mônaco

  • ???

Inter de Milão

Referências