Mairiporã

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Caboco.jpg Bem-vindo à selva!

Este artigo é sobre algo ou alguém localizado no meio do mato e vai te levar para o Lado Verde Escuro da Força. Se vandalizares, Rambo vai descarregar a metralhadora no meio da tua fuça!


Cenário comum em Mairiporã.
Município de Mairiporã
"Terra de Loucos!"
Aniversário Mairiporã nunca fez aniversário
Fundação Não disponível
Gentílico Lobisomem, Roceiro, Indigena
Lema Para Trás Sempre
Prefeito(a) Nhô Cida
Estado São Paulo
Mesorregião Reinos do Norte
Microrregião Fim do Mundo
Municípios limítrofes Frango na rocha, Zona Norte, Absinia, Joanópolis, São Paulo e Roraima.
Distância até a capital 600 anos luz km
Características geográficas
Área É grande rapaz! km²
População 250 hab. IBGE, 200AC
Idioma Não disponível
Densidade 0,000034 hab./km²
Altitude 9 mil metros acima do everest metros
Clima Nevasca com nevoeiros PQP
Fuso horário UTC Alaska
Indicadores
IDH 0,900 nos condominios da serra, 0,150 no resto da cidade 300 AC
PIB R$ -1.000.000 IBGE/345 AC
PIB per capita R$ 0,04 IBGE/345AC

Cquote1.png Você quis dizer: Mundo Perdido Cquote2.png
Google sobre Mairiporã
Cquote1.png Você quis dizer: MairiPorão Cquote2.png
Google sobre Mairiporã
Cquote1.png Agora quero ver quem vai conseguir sair daí Cquote2.png
Concessionária da Fernão Dias sobre o pedágio
Cquote1.png Essa aldeia é tudo de bom amiguinha! Cquote2.png
Palmirinha sobre Mairiporã
Cquote1.png Ah é verdade, já passei por lá quando fui para Atibaia! Cquote2.png
Morador de São Paulo sobre Mairiporã
Cquote1.png Olha só papai eles tem uma masmorra Cquote2.png
Turista ao desembarcar na rodoviária
Cquote1.png É uma cilada, Bino! Cquote2.png
Pedro assustado com o pedágio da entrada da cidade
Cquote1.png Uma vez me sequestraram e fui parar ali! Cquote2.png
Morador de mairiporã há 40 anos
Cquote1.png Só tem buraco! Cquote2.png
Turista de São Paulo circulando pela cidade
Cquote1.png Parece coisa de Supernatural!!! Cquote2.png
Turista perdido perto do 5 Lagos sendo atacado por lobisomens e indigenas(moradores)

História[editar]

A pequena cidade de Mairiporã
Mairiporã, extremamente dominada pela civilização

Quando o Brasil foi colonizado os portugueses encontraram Mairiporã e vendo que era uma merda largaram mão de lá para encontrar as Indias... Anos depois algum português burro achou Mairiporã e começou a lançar esgoto nas águas de seu rio que logo depois virou represa e essa água absalmente suja abastece boa parte da capital de São Paulo. Mairiporã foi um reino muito rico por alguns anos governada por coronéis e politicos corruptos quando sediava a hollywood brasileira e ganhava dinheiro servindo de abrigo pra gente rica (o que ainda acontece, mas não dá mais dinheiro). Essa civilização desapareceu misteriosamente quando a represa alagou tudo e hoje os indios dominam novamente a região. Os indios se locomovem por uma rodovia chamada InFernão Dias que serve pra ligar São Paulo com BeAgá, mas com a construção do pedágio na entrada da aldeia o governo espera que os índios de Mairiporã deixem de sair da cidade, é uma maneira de preservar as ruínas da civilização e isolar os selvagens para que não invadam a metrópole. Mairiporã também é conhecida pela cidade que só aparece na TV quando acontece desgraça, a mais famosa foi a queda do avião dos Mamonas Assassinas. Mairiporã é cercada de muralhas e favelas-cidades como Franco da Rocha, Morato e Perus. Para se proteger da civilização Mairiporã Inaugurou um mega portão chamado pedágio, o que impede a circulação por meios naturais, continuando assim a perpetuação do lema anti progressista da cidade.

Habitantantes[editar]

Uma casa chiquerrerima de Mairiporã.
Uma das muralhas de Mairiporã (?)

Mairiporã tem um inacreditavel número de 250 habitantes... sendo 50% índios nativos 25% estrangeiros pobres que não podem voltar a seu país por causa da imigração. 2% de pessoas que gostam de mato e saíram da Grande São Paulo 23% de mato e bichos selvagens que sofreram mutações nos últimos 50 anos por beberem as águas da represa.

O tipico cidadão de Mairporã é escroto, burro, ignorante, não respeita o direito alheio. Nessa cidade existe um sentimento de posse estupido enraizado na cabeça de seus habitantes nativos.

Mairiporã[editar]

Mairiporã atualmente encontra-se fechada para visitantes devido ao recem inaugurado super pedágio! O que impede a população de manter contato com a cidade grande e com qualquer outra criatura viva.

Mairiporã é conhecida como o lugar em que judas largou as botas e nunca quis voltar para pegar... Conhecida também como a sede oficial do churrasco VDM!

Conhecida também pelas tempestades extra tropicais que assolam a região e deixam a rodoviária no chão e mais barro (se é que é possivel) pelas ruas.

Mairiporã caracteriza-se por formar uma dimensão diferente de tudo o que existe na terra, basta atravessar o tunel da mata fria que o mundo vira do avesso. Ex: chove em são paulo, em mairiporã o céu fica aberto. É batata, pode escrever.


Mairiporã é ainda famosa pela quantidade de seres sobrenaturais que vagam pelos vales tentando sair da cidade e pela quantidade de corpos achados (ou não) anualmente, cuidado para não achar ninguem boiando na represa. Ou os mamonas assassinas vagando por aí...

Mairiporã no auge de sua civilização...
  • Fatos:

Os mercados de mairiporã são os mais caros do estado, acredite !

Mairiporã tem linhas de Onibus, só não espere que eles passem quando você estiver nos pontos, alias, pelo preço é melhor ir a pé, os Onibus são tão sujos, pelo barro que são pintados de marron para desfarçar a imundice da cidade. 80% das pessoas que moram em Mairiporã trabalham em outras cidades e pagam pedágio que nem trouxas pra soberviver, os outros 20% são politicos, mendigos e bebados que certamente não trabalham.

Mairiporã é um zoológico bizarro, com animais geneticamente alterados, algumas espécies predominantes são: RATUSPOLITICUSCORRUPTUS GIGANTE' habita geralmente cargos públicos e é eleito pela espécie POPULOSIGNORANTUS RURAL animal inferior desprovido de intelecto, e memória, habita os mais remotos inóspitos buracos da região. Há tambem o VAGABUNSBEBUNS SILVESTRE uma raça muito conhecida que habita a região central de Mairiporã,tem hábitos vulgares e nogentos como coçar o saco e arrotar. O ADOLESCENTUSIDIOTUNS é uma espécie em cresciemnto na região anda em bandos de 15 a 20 individuos, tem hábitos próprios de idiotice cronica e vadiagem grupal, as fẽmeas da espécie tem o hábito de dançar Funks para atrair os machos no período de acasalamento que podem ser individual, em duplas ou em grupos, evoluí (ou não) para POPULOSIGNORANTUS RURAL após o longo período de acasalamento, período que distrói seus já escaços neurônios.

Mairiporã destruiu uma igreja pra construir uma rodoviaria, quem vive em mairiporã tem uma noção contraria de progresso. O lema de Mairiporã é "Para trás sempre !"

Depois a rodoviaria foi demolida para novamente se reconstruir uma igreja, que virou lar de bebados e mendigos!

Diversão na cidade[editar]

Uma diversão: Escalar. O problema depois é como descer

[...] Mairiporã:

  • Não tem cinema
  • Não tem lanchonetes e restaurantes decentes
  • Não tem shopping
  • Não tem pistas de skate decente (se é que tem alguma indecente mesmo)



A única "diversão" da cidade é uma praça...

Mairiporã não tem porra nenhuma...

Ou melhor tem sim, VAGABUNDOS, CAFETÕES, CORRUPTOS, SEQUESTRADORES, MAFIOSOS, ESTELIONATÁRIOS, LADRÕES E CORONÉIS SÁDICOS DISFARÇADOS DE POLITICOS, aos montes !

Bora beber pra esquecer que nao tem porra nenhuma pra fazer!

ou como se dizia nos anos 80,época que uma geração de antigos jovens, hj um bando de idiotas decrepitos dizia: Vamos beber para a cidade ficar legal!