Makoto Naegi

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
The-last-jedi-rey.jpg Este artigo trata de um protagonista

Provavelmente sua história leva seu próprio nome.

E você está cansado de ouvir falar dele(a).

Goku Ferido.jpg
Winner 2.jpg Este artigo é sobre um(a) VENCEDOR(A)

Ganhar medalha de ouro é rotina, pô!

Veja outros campeões aqui.


Makoto Naegi
Danganronpa.Makoto-Naegi-Magic-THL-W8-wallpaper.1080x1920.jpg
Nome completo Makoto Tsunayoshi Tsukune
Azarado Sawada Aono Naegi
Idade 12 anos
Título Super High School de Nível Good Luck Hope
Família Tem um pai e uma mãe que já estão mortos
e uma irmã ainda viva (Komaru Naegi)
Amigos Sayaka Maizono (primeira namoradinha)
Kyoko Kirigiri (pseudo-namorada atual),
Byakuya Togami,
Aoi Asahina,
Sakura Oogami,
Yasuhiro Hagakure,
Enoshima Junko (só ficou
na vontade de pegar
)

Inimigos Monokuma
Comida Preferida Sayaka Maizono
Estado Atual Vivo
Sonho pegar a Maizono (o que não foi possivel,
então ele se conforma com a Kirigiri)
Frase preferida "Isso está errado!!"

Cquote1.png Você quis dizer: Tsunayoshi Sawada Cquote2.png
Google sobre Makoto Naegi
Cquote1.png Isso está errado!! Cquote2.png
Naegi sobre sua frase preferida
Cquote1.png Naegi-kun, eu serei sua ajudante e ficarei com você pra sempre *risadinha* Cquote2.png
Maizono se declarando para Naegi
Cquote1.png Maizono-san... Cquote2.png
Naegi com cara de bunda sobre o comentário acima
Cquote1.png Afinal, você vai me comer ou não? Cquote2.png
Kirigiri sobre a falta de atitude de Naegi
Cquote1.png Fala sério, esse cara é mais azarado do que eu... Cquote2.png
Espio sobre Naegi
Cquote1.png Ele é dos nossos!! Cquote2.png
Yakuzas sobre Naegi
Cquote1.png Se ferrou otário! Matei a sua namoradinha Cquote2.png
Leon sobre ter estragado o caso de Naegi com Maizono
Cquote1.png Maldito! SPOILER!!! Cquote2.png
Nerd sobre comentário acima
Cquote1.png Sou mais o Hinata do que esse protagonista froxo e bosta! Cquote2.png
Otaku fã de Super Danganronpa 2 sobre Naegi
Cquote1.png AFASTEM-SE SUAS VADIAS!!! ELE É SÓ MEEEEUUUUU!!!! Cquote2.png
Junko sobre Naegi

Makoto Naegi é simplesmente o personagem principal e pistoleiro número 1 do famoso Visual Novel da Sony chamado Danganronpa, e como a maioria dos protagonistas de anime, é aquele típico personagem cara-de-bunda e vacilão em quem todos resolvem depositar a sua confiança (principalmente quando se trata de suas próprias vidas). Seu título é Super High School de Nível Good Luck (Sortudo) embora ele seja o mais pé-frio de todos os personagens dessa budega.

História[editar]

Midna é humana! ALERTA DE SPOILER GAMÍSTICO!

Este artigo gamístico pode conter spoilers que revoltam os nerds, como o fato de que:
Ghirahim morre no final!!

Portanto, leia com cuidado.

Naegi e sua gangue de mafiosos
Naegi fazendo pose de protagonista esperançoso, determinado, babaca e mais-ou-menos inteligente

Sua história de vida é contada ainda muito cedo. Quando ele tinha 7 anos, Naegi largou a família e os estudos e foi seguir caminho na companhia de arruaceiros, onde se envolveu com trafico de drogas paraguaios transportando maconha estadunidense para o México. Anos mais tarde, entrou para a máfia dos Yakuzas onde ganhou a vida fazendo o que sabia de melhor: vender drogas é claro. Por fim, quando já estava dando muito desgosto pra sua família, resolveu se endireitar na vida, tomou vergonha na cara e pela primeira vez na vida fez concurso público no Brasil pra entrar pra uma escola.
Com quase três anos de espera, ele foi comunicado que havia passado no concurso, mas infelizmente só havia vaga em um colégio particular japonês chamado Academia Topo da Esperança (já que as universidades brasileiras estavam todas em greve). Achando que tinha tirado na loteria e já mais do que cansado de ficar ouvindo reclamações de seus pais (que lhe tachavam de vagabundo), Naegi foi pra essa joça de escola, e lá deu no que deu que acabou mesmo foi indo participar de um BBB ordinário com mais 14 trouxas que caíram no golpe do baú de Silvio Santos Monokuma.

Sua vida como Super High School (nada) Sortudo[editar]

O único momento realmente foda na vida de Naegi
Cquote1.png Você está ERRADO!! Cquote2.png
Naegi plagiando Phoenix Write condenando mais uma pobre alma desgraçada

Depois que entrou pra esse colégio dos infernos, a primeira coisa que Naegi tentou fazer foi entrar em contato com os Yakuzas para tira-lo de lá, só que seu celular havia sido roubado e nisso o moleque quase teve um chilique (afinal quem não teria se fosse roubado dentro de uma escola completamente vedada, e o pior, sem drogas para consumir?), no entanto se acalmou depois que encontrou uma amiguinha de infância que ele havia feito antes de largar os estudos: a Sayaka Maizono e passaram a ficar por três míseros dias, até que começa uma matança de merda dentro dessa joça e Naegi acabou sendo o otário escolhido para dar um basta nessa viadagem.
Sem contato com a máfia e só tendo a ajuda de uma guria gótica metida a Sherlock Homes e um mauricinho filhinho-de-papai arrogante, Naegi passa a resolver esses mistérios desgraçados quase sempre se fudendo durante o processo, mas em compensação sempre descobrindo quem foi o filho (ou a filha) da puta que cometeu mais um assassinato nessa birosca. Contudo sua maré de azar logo veio com tudo pra cima dele, onde ele acabou sendo considerado culpado por um crime que não cometeu e mandado direto pra Execução, no entanto (por ironia do destino) ele consegue enganar a morte e sai dessa com vida, e depois junta-se novamente com sua amante mafiosa Kyoko Kirigiri para descobrir quem é o sujeito mal-comido que está controlando o Monokuma e tentou mata-lo.
Por sorte (coisa muito rara se tratando do Naegi) ele acaba encontrando o infeliz responsável por tudo isso, que era ninguém menos que a puta da Enoshima Junko, onde no final das contas só teve o seu título mudado de Super High School de Nível Good Luck para Super High School de Nível Esperança, tudo por ter sido otimista até o final dessa merda.

Vida pós-colegiado: A Nova Organização Mafiosa![editar]

Atualmente Naegi, Kirigiri e Togami trabalham pra agência dos Homens de Preto.

Depois de terem saído da Escolinha do Professor Raimundo Academia Topo da (Des)Esperança, Naegi rompe com os Yakuzas e juntamente com Kirigiri, Togami e todo o resto da cambada sobrevivente resolvem se unir a uma nova sociedade mafiosa secreta para ajudar pobres almas que venham a cair na próxima pegadinha do Mallandro que Monokuma fará (já que o primeiro jogo/anime mostra que esse infeliz também NÃO morreu). Assim eles se afiliam a Pitacus Lori e outros ex-fundadores da Reforma Protestante Academia Topo da Esperança formando a Future Foundation, que tem como missão descobrir a receita de ressurreição do Goku para salvar idiotas que tenham sido assassinados ou executados nesses BBB do Capiroto Monokuma.

Iniciando novas tretas[editar]

Asahina sendo vítima de uma das acochadas de Naegi (aspira só se fode mesmo)

Mal Naegi havia entrado pra esse novo grupinho e uma nova desgraceira acabou se concretizando em sua vida medíocre esperançosa: a fundação resolve prende-lo por ter andado agindo escondido ajudando outros estudantes fracassados que havia caído em mais um golpe do Monokuma, além dele também ter andado agarrando algumas piguetes da nova máfia que se diziam "compromissadas". Até ai tudo bem (afinal como diz o ditado popular "quem nunca?"), porém os tais estudantes eram conhecidos como Ultimate Despair, a turminha responsável por mergulhar toda a humanidade no completo caos desgracento desesperador que o mundo está vivendo atualmente, e as tais quengas começaram a dizer que estavam se sentindo... "gordas". Nisso Naegi é levado preso até a sede principal da fundação (também conhecido como Palácio do Planalto), acompanhado por suas putinhas coleguinhas Kirigiri e Asahina, onde os principais políticos nomes da organização iriam juga-lo.
Como desgraça pouca é bobagem, todos os que se reuniram lá pro tal julgamento acabam presos e empurrados para a terceira edição do BBB a lá jogos mortais do maldito e imorrível Monokuma. Todo mundo está equipado com uma pulseirinhas coloridas de sexo estranha que libera uma poção do amor letal caso façam o que está escrito nela, enquanto brincam de "cidade dorme" e um traidor no meio deles mata um pobre coitado do grupinho. Para sobreviver a essa nova suruba, eles terão que descobrir o traidor e parar o assassinato, e nem é preciso dizer que 99% da galera acha que o traíra é o nosso amigo Naegi, né? Sem dúvida o sujeito mais sortudo de todos.
Após uma série de matanças de novos coadjuvantes, plot-twisters, perseguições por parte de um líder-maníaco e quase perder a garota que ele gostaria de levar para a cama, Naegi recebe ajuda de Hajimi Hinata e sua trup da Ultimate Despair, dando fim a toda essa tabacudice. Depois disso, vendo quanto bila Naegi havia tomado nesse último BBB, Hinata resolve assumir a culpa por todo o joguinho de matança, fazendo de Naegi o grande ganhador do BBB herói da parada. Nisso ele dá fim a toda essa putaria de organizações mafiosas e resolve começar a ter uma vida decente como diretor escolar da reformada escolinha do Professor Raimundo Academia Topo da Esperança ao lado de sua esposa Kirigiri (sim! até hoje ele vive como gigolô).

Casos amorosos[editar]

Sayaka Maizono[editar]

Cquote1.png Vem comigo que te jogo na cama, te enfio a banana e te faço se sentir mulher!! Cquote2.png
Naegi chamando Maizono pra uma inocente "brincadeirinha" (e pela cara ela gostou da proposta)

Maizono era uma garota alegrinha (ou quase isso) que foi a primeira putinha por quem Naegi se familiariza e consequentemente se apaixona, como um bom trouxa que é (sendo que a guria também fica jogando verde pra ele), isso porque Maizono era a líder de um grupo musical de patricinhas nacionalmente populares pra que Naegi vivia batendo umazinhas, tanto pra ela quanto pras demais vadias que faziam parte do grupo. Na verdade Maizono e Naegi já era coleguinhas na antiga instituição onde estudavam, o que fez com que ele realmente achasse que ela tava tão na dele.
No começo ela servia como par amoroso do protagonista (e consequentemente resultando na sustentação de hentais para o mesmo), só que como em qualquer história de mistério e suspense que se presa, a guria acaba fazendo merda logo no começo da porra do jogo/anime e acaba sendo assassinada pelo babaca do Leon que tinha inveja do Naegi por este tá comendo a Maizono (coisa que ele – Leon – não havia conseguido naquela budega), o que fez com que todas as esperanças do Naegi de perder a virgindade se dar bem com uma garota pelo resto dessa merda irem por água a baixo.

Kyoko Kirigiri[editar]

Naegi e Kirigiri prontos para mais uma noite de mil tretas.

Com essa aqui, por incrível que pareça, as coisas alavancaram mais do que com a primeira (ou quase isso), embora muitos achassem que Kirigiri nunca fosse ceder pra ele por acha-lo um completo otário. Depois de ter sofrido a beça e chorar feito um emo a morte de sua ex, Naegi resolveu se concentrar mais em tentar sair da porra desse Colégio infernal, e para isso percebeu que a melhor forma seria se aliando a Kirigiri, tanto por ela dar uma de fodona em relação aos demais quanto pelo fato de ser uma das poucas gostosas que lhe restou (Mas e a Asahina? Ele não quis, pois era racista... com exceção do Bad Final desse estúpido visual novel).
Nisso os dois passam muito tempo juntos e Naegi começa a pagar pau pra ela na esperança que no fim das contas ela o recompensasse com atos de luxúria (o que nunca acontecia para seu azar), mas depois que ele quase perdeu a vida na forçada execução pra cima dele, ela começa a acha-lo menos idiota e mais... interessante. Com isso os dois acabam ficando juntos, pelo que se sabe, até depois de uma nova treta se iniciar... mas com uma outra geração de noobs (finalmente um pouco de sorte na vida desse infeliz!).

Mukuro Ikusaba[editar]

Sim! Acreditem ou não a irmã mais velha da vilã-puta-maior Enoshima Junko também foi uma das peguetes do Naegi. Na verdade ela sempre esteve mais pra uma stalker do que pra uma peguete propriamente dita. Em seus tempos de colegial Ikusaba ficava seguindo Naegi de longe enquanto batia siririca vendo o seu amado dando uns amassos na Maizono. É revelado em uma das estúpida light novels de Danganronpa, que Naegi até chegou a ter um caso as escondidas com ela, já que a FDP da Junko resolveu transforma-lo no seu brinquedinho sexual, pois estava ficando enojada de ver a ninfomaníaca da Ikusaba se mijando tesão em serviço enquanto ficava gritando o nome do cidadão.
Pra piorar as coisas, Junko começou a fazer de Naegi seu cobaia para testar as drogas de perda de memória, onde o coitado era obrigava a fuder com Ikusaba, onde logo depois tinha suas memórias apagadas para iniciar uma nova fodelância em outra ocasião. Essa puta falta de sacanagem só teve fim depois que Naegi e sua turma acordaram na prisão escolar do Monokuma, onde essa vadiazinha foi uma das primeiras a morrer, deixando Naegi livre para novas experiências amorosas (ou de friendzone).

Cquote1.png Esse é o sujeito azarado da história? Porra! Onde que conseguir pegar toda essa mulherada é azar mermão?! Cquote2.png
Você após ler sobre os casos amorosos de Naegi

Mistérios desvendados por Naegi[editar]

Naegi e seu harem (mentira, falta o resto dos personagens).

Eis agora uma pequena lista de casos desvendados por Naegi (sendo que grande parte foi Kirigiri que resolveu... Naegi só fez ir no embalo pra passar a falsa impressão de que ele não era um inútil):

  • Descobriu que quem matou Maizono foi Leon por pura inveja que ele tinha dele ter enrabado ela;
  • Descobriu que Fukawa e Genocider Syo são a mesma merda de pessoa Mentira! Foi o Togami que descobriu isso!;
  • Descobriu que Celestia tinha parentesco com Hagakuri e que devido a isso mudou de nome;
  • Descobriu que seu pai era o diretor desse Colégio maldito;
  • Descobriu que a Fujisaki era homem (OMG!);
  • Descobriu que Kirigiri era a Super High School de Nível Detective Outra mentira! Ela descobriu isso sozinha!
  • Descobriu que nada mata Seiya... ha não ser Chuck Norris;
  • Descobriu que quando se morre, não se volta mais a vida;
  • Descobriu que Monokuma é um robô que tem parentesco com aquele ursinho do filme I.A.;
  • Descobriu que Junko era a filha da puta por trás de toda essa bagaça;

Ver também[editar]

Broken Mirror.jpg Credo, larga de ter azar!

Este artigo traz relatos de uma criatura azarenta que só se estrepa no dia-a-dia.

Vandalize o artigo e você terá não sete, mas setenta vezes sete anos de azar...