Malandrops

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Corcovado.jpg Imposto é roubo

Aí, mermão, este artigo aqui, ó, é brasileiro, tá ligado? Só fala de futebol, come feijoada, exporta diplomatas e prostitutas, puxa o saco de políticos e de picaretas em geral, paga imposto pra caralho e põe a culpa no governo pela corrupção e pelo alto custo de vida.

Cquote1.png Rááá!!! Glú-Glú!!! Ié Ié!!! Rááá!!! Cquote2.png
Sérgio Mallandro após consumir uma pequena dose de Malandrops

Cquote1.png Isso talvez eczista Cquote2.png
Padre Quevedo sobre Malandrops
Cquote1.png Yeah Yeah Cquote2.png
Botas depois de chupar uma malandrops
Cquote1.png Eu vo da porrada nesse cara Cquote2.png
Maguila sobre Malandrops
Cquote1.png Eu agarântio! Cquote2.png
Seu Creysson sobre Malandrops
Cquote1.png God save the malandrops! Cquote2.png
Inglês sobre Malandrops
Cquote1.png Malandrops - o drops que vem na mala! :( Cquote2.png
Zorra Total sobre Malandrops
Cquote1.png Na União Soviética, o Malandrops chupa VOCÊ!!! Cquote2.png
Reversal Russa sobre Malandrops

MALANDROPS - o drops do nerd que se acha fodão

Malandrops, conhecido como "O DROPS DO NERD QUE SE ACHA FODÃO" é uma substância altamente enérgetica e volátil (contrário de "vem cá sobrinho") em forma de pastilhas conhecidas como "drops"; dizem as lendas que se você consumir uma quantidade acima de 25 unidade/dia, você pode se tornar tão engraçado quanto o Serginho Mallandro, e acabara sem emprego indo de programa em programa fazer palhaçada para não sumir da mídia.

Malandrops e a Alquimia[editar]

Um forte indício de que os Malandrops tenham surgido como resultado de um processo alquímico é o fato deles aparecerem no anime Full Metal Alchemist. Neste dramático desenho japonês, é contada a história da busca pela Pedra Filosofal, a qual daria poderes ilimitados a quem a possuísse. A pedra, embora isto não seja declarado explicitamente, é na verdade o próprio Malandrops!

Os dois irmãos alquimistas que protagonizam a série passam os episódios em busca de tal objeto, mas acabam desistindo de seu intento ao descobrirem que para se produzir o Malandrops a Pedra Filosofal, deveriam sacrificar inúmeras vidas de emos, praticando assim um ato contra sua própria espécie.

Atualmente, com a alquimia em desuso, acredita-se que os Malandrops sejam produzido através do processamento da rapadura, que consiste em sua fusão, mistura com o misterioso Moranguinho Mallando, o molho especial e ingredientes desconhecidos, com sal a gosto, choque térmico e posterior aplicação de alta pressão resultando em sua solidificação na tradicional aparência de bolinha deformada.

Consumidores[editar]

Segundo informações supostamente veridicas passadas pela Revista Veja, o Malandrops sabor vagina da Rainbow Dash menta extra-fresh se apresentaria nesta embalagem.

Os principais consumidores são gordinhos e CDFs que juram ser engraçados, verdadeiros Malandrinhos. Bons exemplos de consumidor são o Boça e o Diogo Mainardi, que ficam na malandragem, ligados em tudo à sua volta, com vários amigos, conhecido em todos os lugares (por seus atos periculosos).

Quem Toma Malandrops

Posologia, superdosagem e contra-indicações[editar]

Malandrops de goma com toda a essência da [[putaria]] malandragem.

Atenção: Estas orientações levam em consideração a Lenda da Bala.

  • Malandrops deve ser ingerido de 8 em 8 minutos, sempre no trezentos e sessenta e seistésimo dia de cada ano bissexto primo divisível por 17, exceto naqueles cuja soma dos seus números seja inferior a PI (aproximadamente 3.1415abcdefghijklmnopor.quers).
  • Casos de superdosagem, infelizmente, não possuem tratamento. Nota-se que o paciente passa a realizar travessuras em programas de TV, até atingir o status de andarilho da mídia.
  • Contra-indicações: emos não devem ingerir Malandrops durante a gravidez, sob o risco de não poderem chorar mais. Nasceria, então, a temível raça híbrida "Emalandro".


Efeitos colaterais[editar]

Publicidade[editar]

Cápsulas de Malandrops

Malandrops é a pílula da malandraj'h que aumenta a malandroglobina nu sangue! Pois intão, qué sê um malandro? Malandrops na veia! Adiquira como? Simples, tem em todos os lugares, é só pedir; - Garçon! Me ve um dose dupla de malandrops com gelo e limão. hauihauhuiaihia. E como seu cú se diz, SALVEM AS BALEIAAAAAAAAAS \o/

(Como você pode ver, o publicitário tomou Malandrops)

Ver também[editar]