Malufês

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Bandeira do Estado de São Paulo.svg.jpg Salve, mano! Este artigo é paulista: não gosta de gaúcho nem de carioca e se acha um puta trabalhador, né, meu! E não tá completo, pois o vacilão foi tomar um chôps e dois pastel, meu!
Malufês
Malufês "Málúfés"
Falado em: São Paulo
Total de falantes: 10 Milhões (IBGE, 2006)
Classificação genética: Latim
Proto-Itálico
Português Galáctico
Português
Brasileiro

Malufês

SIL: MLF
Cquote1.png Éstúprá, más náó mátá! Cquote2.png
Pessoa falando Malufês desesperada

Cquote1.png Méú ámóóóóórrrrr! Cquote2.png
Outra pessoa falando Malufês
Cquote1.png Sotaque? Paulista não tem sotaque. Cquote2.png
Paulista sobre Malufês
Cquote1.png Duaxx vinas? Cquote2.png
Carioca sobre Culinária
Cquote1.png Você traiu o movimento da Língua Portuguesa, véio! Cquote2.png
Dado Dolabella sobre Malufês

Malufês (Malufêis, Clodovinêis) é o sotaque ou dialeto oficial da cidade de São Paulo e algumas cidades do interior como Catanduva e Elisiário. O Malufês, na realidade não é originalmente falado em Brasília. Mas todo Brasiliense quando passa um tempo na capital, volta para Brasília, mais metido e trazendo consigo esse sotaque do inferno.</ref>, também é um dos dialetos sazonalmente falados em Ubatuba, acredita-se que tenha sido introduzido na região por Clodovil que tinha a língua presa, era surdo e que adorava o número 11 e o próprio Paulo Maluf.

O sotaque está átúálménté passando por mudanças, pois os próprios paulistas, apesar de sentirem orgulho de serem paulistas (aliás, ele acham que tem um anexo em Distrito Federal). O Malufês - ou Málúfés - ainda mantém a versão original, mas estão surgindo algumas váríántés. O Léité qúénté está aos poucos dando lugar para o leiti quenti (ou leitch quentch), que é uma forma menos feia de dizer palavras que terminam em acento. Outro ponto importante no Malufês é que tem mais acentos.

Exemplos de diferenças do Curitibanês moderno para o Inglês e o Português[editar]

Inglês Português do Brasil Malufês
Hot Milk Leitchi quentchi Léíté Qúénté
Boy Mininu Ménínó
Really? Sério? Séríssímó???
Lawyer Adgivogádu Ádévógádó
Hot dog Cachorru quentchi Cáhórrú Qúénté
Snooker Sinuca Sénúcá
Improvisation Improviso(-ação) Ímpróvísú
Chocolate Powder Chocolatchi in pó, ou "Nescau" Chócóláté én pú
Sausage Salsichão de quinta qualidade vendido em mercearias Sálséchá
Idle Ocioso, dgizocupadu Ócíósú
Shorts Calção, bermuda Cálrçá
Blond Lôru (a) Lóírú
Ugly Feio(a) Féió
Etnic Etchinía Éténíá
Nonsense Idiotice Bórrícé
Tangerine Tangerina, Mexerica Méxéríca
Gymnasium Quadra, Ginásio, Campo Cúádrá
Pencil Case Estojo (escolar) Éstójó
Marbles Bolinha de gude Bólínhá dé cúdé
Popsicle Picolé Pícólé

Como descobrir um cara que fala assim?[editar]

Fala pro sujeito pronunciar a seguinte frase: "Quêm fala a sua língua?". Segure o riso e preste atenção. Vai soar mais ou menos assim: "Órá méú ámóóóóórrrrr, é o Málúfé e o Cródóvíl."

Repita a dose com a versão estendida da frase: "Quêm fala a sua língua?".

No entanto, está cada vez mais difícil descobrir dessa forma quem é que fala Malufês e quem é Paulista, uma vez que aparentemente o sotaque também foi copiado lá pelos lados de Goiânia e de Campinas, a ponto de os pesquisadores não saberem quem é quem.

Referências[editar]