Mama Pauzão Jaulo II

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa


Night creature.JPG Mama Pauzão Jaulo II surgiu das trevas!!

E adora assustar criancinhas!

Puro osso.gif
Cquote1.png Quero ver ser mais blasfemo do que eu! Cquote2.png
Martinho Lutero sobre Mama Pauzão Jaulo II
Mama Pauzão Jaulo II: bebia tanta pinga que conversava até com estátua...

Pauzão Jaulo II foi a Mama da Igreja Caótica antes da ascensão de Mama Sebento XVI, a Grande Puta Velha. Foi o responsável pela abertura da Igreja ao mundo da sodomia, relembrando a grande tradição da Igreja ligada à cidade sagrada de Sodoma, consumida pelo fogo do créu. Em outras palavras, foi o Pauzão que arregaçou a Igreja aos olhos do mundo...

Também conhecido como Koral Tekila, apelido que lhe foi dado pelos seus companheiros de bar, este simpático polonês também foi eleito a personalidade divina do século, vencendo uma concorrida eleição realizada pela revista Rolling Stones, que envolvia outros nomes safados sagrados da década de 90, como Kurt Kobain, Elvis Presley e Jim Carrey (de "Todo Poderoso"). Venceu todos numa disputa de Guitar Hero, na qual era imbatível (já que praticava Air Guitar durante as performances gospel da banda da paróquia).


Vestimentas[editar]

Geralmente, Pauzão Jaulo gostava de usar o vestido cerimonial branco. Isso só para sacanear o subalterno do Onacitav encarregado de fazer a limpeza dos vestidos, que eram trocados de dois em dois anos. Era um escravo preguiçoso pelo qual a Igreja fora cobrada em 2 garrafas de pinga -um prejuízo imenso. Pelo menos, com o passar do tempo, o vestido tinha a aparência mais alvejada, uma vez que Pauzão sempre praticava nele tiro ao alvo com porra, antes de saudar a multidão sequiosa pela profanação do dia, na Praça de São Depro.


A Mama e uma beata infiel. Aqui, durante um ritual solene e sagrado.

Cerimônias[editar]

A Mama gostava de celebrar a Missa da Galinha Preta, que era ministrada no período entre a noite de 24 de Janeiro e a madrugada do dia 25 do mesmo mês. Era a liturgia dedicada ao nascimento do Anticristo. Cortava-se o pescoço do galináceo e espalhava-se seu sangue sobre o altar; depois era servida farofa e um gole de cachaça ao Capiroto, representado por uma imagem. Os infiéis tinham que ficar acordados fazendo vorgia, uma penitência que tinha por objetivo despurificá-los através de putaria deslavada e de saques nas redondezas de Roma.


A Morte de Pauzão Jaulo II[editar]

Em 2 de Abril do ano de 2005, Mama Pauzão Jaulo II foi encontrado morto num motel de beira de estrada da Itália. Causou comoção mundial sua partida para o Inferno. Muitas virgens e crianças foram sacrificadas em sua homenagem, ao redor do mundo. Semanas depois, a perícia constatou que Vossa Malignidade havia tido uma morte honrosa, tendo uma overdose por ingestão de um coquetel de drogas; sabendo disso, a Picúria Ramona o canonizou, por ter se mantido uma pessoa viciosa até o fim da vida.



Espelhonomdc.jpg
v d e h
Mundo do Contra