Mana Khemia

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Virtualgame.jpg Mana Khemia é um jogo virtual (game).

Enquanto isso, Kain bebe o sangue de mais um condenado.


Cquote1.png Você quis dizer: Manicômio Cquote2.png
Google sobre Mana Khemia

Cquote1.png Nya, esse jogo é sugoi!o_ov Cquote2.png
otaku sobre Mana Khemia

Cquote1.png Punipuni puniinii! Cquote2.png
Puniyo sobre seja lá o que for

Cquote1.png Minha irmã disse que ficou deprimida depois de ler esse artigo e vai se pendurar numa cord...O QUÊ!? Cquote2.png
Puni Taro traduzindo a frase acima

Cquote1.png É que nem Shin Megami Tensei e Tales of, dizem que existe, mas nunca vi nem joguei Cquote2.png
um gamer normal que não curte tosqueiras niporongas sobre Mana Khemia

Mana Khemia é um jogo muito violento, perturbador e realista, como vocês podem ver.

Introdução[editar]

Não, isso não é uma propaganda do "Anime <insira adjetivo otimista em inglês aqui>"...

Mana Khemia é uma série de RPGs para Playstation 2. Ela só tem dois jogos até agora,e em ambos você tem que controlar um emo depressivo e revoltado que resolve ingressar em uma escola de Alquimia chamada Al-Revis. Entretanto, no MK2, você pode escolher jogar com uma típica loira burra viciada em bichinhos fofinhos ao invés do emuxinho metido à anti-social. Hmm, decisão difícil...

Origem[editar]

Essa tosqueira foi criada depois que uma outra série também com elementos de alquimia, Atelier Iris, fez um relativo sucesso. Então o pessoal da GUST (softhouse que fez o tal Atelier Iris) pensou:"Já que a gente conseguiu lucrar um pouco criando RPGs com qualidade gráfica e enredos de qualidade discutível,por que não darmos uma reformada na fórmula? Dessa vez algo no estilo "Escolinha do Barulho""! E assim surgiu Mana Khemia.

Um pouco dos dois games da série[editar]

Mana Khemia:~Alchemists of Al-Revis~[editar]

Turminha da pesada,sempre aprontando muitas confusões,em meio a muita diversão!

O protagonista é um garoto (eu acho...) chamado Vayne Aurelius. Ele era um órfão autista que vivia nas montanhas com o seu gato preto de estimação Sulpher. Até que um dia,um professor de alquimia chamado Zeppel o convida para entrar na escola Al-Revis, e quem sabe, fazer uns abiguenhos por lá. Com o passar do tempo,ele acaba fazendo amizade com: uma garota que só consegue fazer as coisas explodirem e tem uma doença rara e incurável; uma furry tarada metida a Hanna Montana; um bombadão autista obcecado por sentai e tokusatsu; um encosto que adora coisas fofoletes; uma espadachim assassina precoce; um viado metido a mago nerd; e por fim, um alien fofuxo que voa num caldeirão,e seu nome,ainda por cima é Muppy (provavelmente quando o cara inventou esse personagem, ele tava tomando um mupy de morango). Pouquinha gente pra lembrar, não?

Mana Khemia 2:~Fall of Alchemy~[editar]

Professor Lambisgoia Toni tá, ele nem é tão feio assim, é que estou sem ideias mesmo...

Nessa continuação,a escola Al-Revis, e todo o território ao seu redor,caiu devido à escassez de Manas (entenda manas como "seres mágicos"). A escola teve de ser reconstruída e tiveram que incluir aulas de combate e estudos gerais na joça, senão iria à falência. E ainda por cima,só as zelite pode pagar, já que a escola, apesar de ser ruim é cara pra cacete. Você pode escolher entre dois protagonistas: uma loira burra chamada Ulrika, que resolve chocar um ovo verde que ganhou de um véio louco,e mais tarde,sai do ovo um Mana no melhor estilo Piu, do Yu Yu Hakusho. Ou você pode jogar com Razeluxe,um emo à lá Sasuke que odeia Manas, e depois conhece Reicher, um cara que dá pra ele um anel de casamento com o poder de destruir Manas. Alguns personagens do MK anterior retornaram: Flay virou o vice-diretor da escola, é professor da turma de combate, e dá provas para os alunos do tipo "vão derrotar o dragão de 6 cabeças na caverna do Belzebú"; Toni se casou com Renée, a loira metida que ficava andando com ele, e virou professor da turma de alquimia,mas é um professor tão ruim quanto o Flay, porque tá sempre emburrado com aquela cara de lambisgoia e nem explica as coisas direito; e Zeppel, agora o diretor de Al-Revis, está tão tímido e covarde que a diretora do conselho escolar, Marta, e Flay acabam pisando em cima dele, e com isso tomam as rédeas no controle da escola.

Características[editar]

Roxis,um dos bishounens mais belos do jogo

Gráficos incrivelmente toscos[editar]

Enquanto vários outros games pra Playstation 2 tem gráficos memoráveis, Mana Khemia, assim como outros RPGs da GUST, mais parece algum jogo pra Super Nintendo ou Mega Drive.Sua diversão está garantida com florestas quadriculadas e chibis super toscos kawaiis!

Prática de técnicas do McGyver Alquimia[editar]

Assim como na série antecessora Atelier Iris, em Mana Khemia você pode ter habilidades dignas do McGyver! Ou seja,em MK é completamente normal você criar uma arma apelona usando apenas uns pregos enferrujados, uma tora de madeira e um pouco de água mineral! Sabe o Ed do Fullmetal Alchemist? Ele é um alquimista de araque, porque no anime inteiro a coisa mais valiosa que ele fez foi a pedra filosofal ouro falsificado (patenteado mais tarde pela Polishop)! Já em Mana Khemia, é possível fazer ouro de verdade (de "verdade" só no jogo, claro)! Mas certas coisas não mudam mesmo nos jogos, já que pra sintetizá-lo você precisa de: pó de pirlimpim, cinzas da Dercy Gonçalves, e um pouco de grama plantada no Acre (tem poderes sobrenaturais de transformação e cura).

Situações cômicas que acabam não sendo lá muito cômicas por serem incrivelmente mal demonstradas[editar]

Sabe quando você tá vendo alguma coisa tosca e hilária, e fica se cagando de rir, especialmente com aquelas cenas envolvendo porrada? Em Mana Khemia, esse tipo de cena acaba perdendo toda a graça, já que só tem cenas em anime na abertura(e só no 1º MK,ainda por cima), e o resto dos diálogos é mostrado com uns desenhos estáticos que mudam conforme os sentimentos dos personagens. E quando alguém tropeça ou bate em outra pessoa, muitas vezes nem aparece, em vez disso, usam uns efeitos sonoros toscos, dando a impressão que você tá acompanhando uma daquelas rádionovelas do tempo da sua tatatatatataravó, e não jogando alguma coisa!

Sim Pepperoni, você será uma fadenha fofuxa e graciosa algum dia...e eu vou ganhar a Mega Sena...

Ausência de personagens normais[editar]

Se você não quer aguentar berradeiras de gurias retardadas e conversas sem-noção, dê a volta e vai jogar outra coisa, esse jogo é quase tão insano quanto um episódio de Excel Saga ou Bokusatsu Tenshi Dokuro-chan! Nessa casa da mãe Joana tem de tudo, desde góticas macumbeiras nerds viciadas em yaoi até fadas musculosas com 2 metros de altura que se acham fofuxas e graciosas (e esse personagem é um homem, ainda por cima, então, imagina a cena...)


v d e h
Atelier logo.png