Manchester

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Manchester é um aglomerado urbano em algum lugar no norte da Inglaterra, é conhecida mundialmente por sua vasta produção de heroína e bairros gays, mas na verdade é menos conhecida que seus times de futebol.

Tabela de conteúdo

[editar] História

Em Manchester é assim, uma chaminé de indústria por quarteirão.

Antiga aldeia fundada pelos bretões na Idade Média que foram expulsos do sul da Grã-Bretanha pelo Rei Artur depois de descobrir que todo mundo menos o Lancelote foram castrados pelo cinto de castidade de sua rainha. Esses bretões plantadores de algodão banidos no norte da Inglaterra, encontraram alguma forma sexuada-queima-rosca de se reproduzirem na base do homossexualismo mesmo, o que explica em grande parte a cultura atual de Manchester, onde o celibatário (lê-se, gay não-assumido) Morrissey é o atual rei da cidade.

Foi em Manchester que se iniciou a Revolução Industrial em 1789 depois que eles de saco cheio de todo aquele algodão, queimaram tudo e do resultado surgiu a energia térmica, e com isso surgiram as indústrias, sendo portanto, Manchester a cidade culpada em primeira instância portanto pelos problemas do mundo, por ser oficialmente a primeira cidade do mundo a expressamente contribuir com o aquecimento global.

Foi em Manchester também que surgiu a primeira estrada de ferro do mundo, ligando a cidade à Liverpool.

Durante a Segunda Guerra Mundial Manchester foi transformada em uma imensa indústria subterrânea que foi bombardeada diariamente pelos nazistas.

Manchester já foi a capital bretã do estupro mas foi superada por Birmingham, já foi a capital bretã dos assaltos a mão armada mas foi superada por Nottingham. E atualmente é a capital bretã das lésbicas.

[editar] Economia

Manchester é um dos grandes centros econômicos da Inglaterra, é a segunda cidade mais rica do país graças à sua indústria de ecstasy e heroína.

[editar] População

Duas habitantes de Manchester dando início ao ritual sagrado local.

Saber a população de Manchester é impossível porque se trata de uma zona metropolitana caótica. Mas a Grande Manchester possui 3,6 milhões de habitantes divididos entre punks (40%), indies (35%) e góticos (25%), cuja opções sexuais são divididas entre bissexuais (60%), homossexuais (30%), metrossexuais (10%) e heterossexuais (0%).

[editar] Esportes

O único esporte existente na cidade é o football, e se você falar "soccer" corre risco de ser espancado pelos hooligans. Os dois times Manchester United e Manchester City protagonizam a rivalidade local, que não precisa ser nenhum gênio para saber da superioridade do Manchester United e que o Manchester City só serve para fazer número no campeonato inglês. O Manchester City só tem muita torcida porque o rival Manchester United é reconhecido por seus jogadores metrossexuais e isso gera pouca empatia.

[editar] Cultura

Manchester é reconhecida mundialmente por música que é chamada de Madchester (um trocadilho inglês com "chester ruim"), um rock para boiolas encabeçado pelos pseudo-punk-new wave-inspiradores de NX Zero: Joy Division, New Order, The Smiths, Happy Mondays, Stone Roses e Oasis.

[editar] Turismo

Uma placa de Canal Street sugerindo o nome do local.

Além dos pubs e museus que é coisa que existe em qualquer cidade inglesa, Manchester atrai pelo turismo por causa de seus pubs e museus.

O MEN Arena (Arena dos Homens, ui!!) é uma arena poliesportiva para shows do rock para boiolas típico de Manchester.

Outra grande atração turística é o Gay Village, o único bairro gay (assumido) do mundo, onde a sua avenida principal Canal Street é conhecida mundialmente no gênero GLS por seus bares gays, boates gays, pubs gays, puteiros gays, restaurantes gays, barzinhos gays e padarias gays.

[editar] Cidadãs ilustres

Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas
Outras línguas